O que é mais importante: habilidade ou diploma?

O que é mais importante: habilidade ou diploma?

Esta é uma discussão que tem ganhado cada vez mais destaque no ambiente empresarial. Afinal as empresas, nos dias atuais, estão mais em busca de profissionais com diploma universitário ou pessoas que tenham as habilidades e competências necessárias para realizar um bom trabalho no dia a dia? Para mim, o ideal seria uma boa junção dos dois, porém, tanto eu quanto você, sabemos que existem muitas nuances que envolvem esta questão e que merecem a nossa análise.
 
O que se sabe, é que tem crescido constantemente o número de profissionais que até são diplomados, mas que, por diversas circunstâncias da vida, acabam atuando em uma área diferente da que escolheram como faculdade. Existem também aqueles que não possuem diplomação universitária, mas que têm um talento tão grande, bem como competências e habilidades um tanto quanto escassas no mundo dos negócios, que diversas organizações passam a investir e dar um oportunidade a estes indivíduos, pois têm o retorno que esperam com isso.
 
Veja que se trata realmente de uma questão complexa, devido a diversos fatores, que é o que vou discutir e esclarecer aqui com você. Acompanhe-me nesta leitura e confira:
 

Uma mudança de perspectiva

 
Para grande parte das empresas ao redor do mundo, contratar profissionais com diploma universitário era item praticamente obrigatório. Isso fazia com elas se sentissem mais seguras para realizarem suas atividades, já que em suas análises, era necessário contar com pessoas preparadas, operacional e tecnicamente, no dia a dia de seus negócios.
 
Com o passar do tempo, foi ocorrendo uma mudança gradual de visão e perspectiva do universo que lhes rodeava. Acontece que ao priorizar a contratação de pessoas apenas tecnicamente preparadas, perdia-se em outros aspectos, como habilidades igualmente fundamentais para que os negócios fossem bem-sucedidos.
 
A partir daí, diversas organizações passaram a buscar indivíduos com competências e habilidades como ética profissional, que se comunicam assertivamente, focadas e comprometidas com o crescimento da empresa, que se mostram verdadeiramente apaixonadas pelo o que fazem, entre outros fatores.
 
Foi nesse contexto que surgiu esta discussão sobre diploma x habilidades.
 

Habilidades X Diploma

 
Hoje em dia as empresas estão muito mais focadas em seu crescimento e sucesso do que há alguns anos. Esta preocupação fez com que elas passassem a enxergar as oportunidades que estavam perdendo ao priorizar apenas pessoas que apresentavam diploma profissional e não entregavam necessariamente o que elas precisavam.
 
Quando eu falo no que realmente as empresas precisam atualmente, estou falando, principalmente, de comprometimento, inovação e criatividade por parte de seus colaboradores. Itens como estes, não necessariamente se aprendem nos anos que passamos na universidade. Este tipo de aprendizado acontece de acordo com as experiências do profissional.
 
Assim, o que grande parte das organizações têm valorizado bastante de uns anos para cá em seus profissionais, é:

  • Ética no trabalho;
  • Saber trabalhar em equipe;
  • Se relacionar bem com os colegas de trabalho;
  • Ser comprometido e dedicado ao que faz;
  • Ser focado nos resultados;
  • Criativo e inovador;
  • Saber lidar com pressão;
  • Se comunicar e tomar decisões de forma assertiva;
  • Ter espírito de liderança.

Acredito que estas sejam as principais habilidades que pequenas, médias e grandes empresas procuram nos colaboradores que contratam para lhes ajudarem a fazer com que os negócios cresçam constantemente.
 

Mas cuidado!

 
Tudo o que eu disse até não quer dizer que as pessoas a partir de agora têm que jogar os estudos para o alto. É preciso saber interpretar e entender o cenário corretamente. Estudar é também item fundamental para fazer com que qualquer profissional cresça e, com o passar do tempo, não se sinta estagnado, até porque não são todas as empresas que valorizam as habilidades profissionais em detrimento do diploma.
 
Além disso, estudar faz com que nossa mente se expanda constantemente, pois a medida que estudamos, estamos ampliando nossos conhecimentos, o que nos torna indivíduos e profissionais de excelência nas áreas em que escolhemos atuar. Sendo assim, nada de aceitar que seus colaboradores parem o desistam de estudar, pois isso também faz total diferença, não só para você e seus negócios, como para eles próprios.
 
O ideal é conseguir conciliar os dois cenários, pois assim, todos os envolvidos saem ganhando no final das contas. Assim, o seu papel enquanto empresário e empreendedor é sempre estimular as pessoas ao seu redor, principalmente dentro de sua empresa, a buscarem desenvolvimento e evolução contínua, pois só assim estarão altamente preparadas para aproveitar todas as oportunidades que surgirem em seus caminhos.
 
O que você achou deste? tema Qual a sua opinião sobre ele? Deixe o seu comentário e compartilhe com seus amigos este conteúdo.