Saiba como ler seu Holerite

Saiba como ler seu Holerite

Você sabe ler seu holerite? Compreende exatamente a que se refere cada desconto e sabe qual é o seu salário líquido? Se respondeu não para essas perguntas continue a leitura para entender melhor os principais conceitos relacionados a esse documento. Embora pareça uma tarefa complexa pode ser bem simples, basta ter atenção e conhecer alguns tópicos.

7 Dicas de como ler o holerite

Receber o holerite pode acarretar num misto de sensações que começam com a alegria pelo recebimento do salário passando pelas dúvidas a respeito dos principais fatores geradores de descontos. A seguir listei 7 dicas de como fazer a leitura correta do holerite compreendendo qual é o seu salário líquido.

1 – Identificação

A primeira parte do holerite é composta por informações de identificação do colaborador e da empresa contratante. Não tem muito mistério, esse espaço é dedicado aos dados como nome da companhia, nome do funcionário, número PIS entre outros. Abaixo deste cabeçalho de identificação há cinco colunas, nos tópicos a seguir explico a que se refere cada uma delas.

2 – Primeira das cinco colunas

A primeira coluna é dedicada aos códigos necessários para a contabilidade, não precisa de muita atenção.

3 – Segunda das cinco colunas

Essa coluna é mais relevante haja vista que nela consta a descrição do que irá aparecer no seu holerite incluindo:

– Salário base ou ordenado

Consiste no valor do salário do colaborador, aquele que foi negociado no momento da contratação. No caso de trabalhadores que solicitaram adiantamentos é possível que sejam entregues dois holerites (um do adiantamento e outro referente ao restante). Nessa parte irá constar valores de horas extras, bonificação entre outros.

– Total dos vencimentos

Refere-se aos benefícios concedidos ao colaborador e aquilo que ele deveria receber, mas que sofreu desconto por algum motivo.

– Descontos

 A parte menos querida do holerite, mas que cumpre uma função. Os descontos se referem a INSS (varia entre 8 e 11% do seu salário, varia de acordo com o valor do salário); cobrança do Imposto de Renda (varia de 0 a 27,5%, quanto mais alto for o salário mais alto será o desconto, incide sobre o salário e também sobre os benefícios); taxa sindical (é cobrada uma vez por ano de quem não é sindicalizado e equivale ao valor de um dia de trabalho).

Também há descontos sobre os benefícios (para o vale-transporte é de 6%, vale-refeição e alimentação tem descontos variáveis, assim como os de planos de saúde e outros benefícios como auxílio moradia, seguro de vida etc.). É importante ressaltar que nem todas as empresas descontam dos colaboradores benefícios como plano de saúde, por exemplo. Em alguns casos as companhias promovem o desconto somente sobre dependentes ou não incutem desconto nenhum.

4 – Terceira das cinco colunas

Nessa coluna do holerite constam os valores de referência, basicamente a informação de quantos dias você trabalhou no mês. É um dado para facilitar a conferência do que foi recebido de acordo com os dias trabalhados.

5 – Quarta das cinco colunas

É a coluna referente aos vencimentos.

6 – Quinta das cinco colunas

Coluna dedicada aos descontos que já expliquei acima.

7 – Soma

Mais abaixo no holerite você encontrará a soma dos vencimentos, dos descontos e o valor a ser recebido, ou seja, o salário líquido (confira abaixo a diferença entre salário bruto e líquido). Nessa parte também está indicado o valor do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) que corresponde a 8% do seu salário que é destinado a uma conta da Caixa Econômica em seu nome para ser usufruído mais adiante.

Se tiver dúvidas a respeito de algum dado do seu holerite procure o setor de recursos humanos da empresa, afinal ninguém está livre de cometer erros. O diálogo entre os colaboradores e os contratantes é fundamental para criar uma relação de mais respeito.

Você sabe a diferença entre salário bruto e líquido?

Entender a diferença entre esses dois conceitos é fundamental para se planejar com mais assertividade e não ter surpresas desagradáveis no final do mês. Ao receber o salário o funcionário é informado a respeito do valor de remuneração bruta, ou seja, o valor que receberia caso não houvesse a incidência de descontos como INSS e Imposto de Renda. Contudo, esse valor não é o que consta na sua conta.

O valor recebido após terem sido realizados todos os descontos é chamado de salário líquido. Então a diferença é bastante simples, salário bruto é o valor que seria pago se não houvesse descontos enquanto que salário líquido é o valor pago efetivamente após terem sido realizados os descontos necessários. Sabendo isso você se programa para passar o mês com o valor líquido.

Gostou das dicas de como ler seu holerite corretamente? Deixe seus comentários se essas dicas te ajudaram a decifrar esse documento e lembre-se que pode ser bastante simples!

Copyright: 667535011 – https://www.shutterstock.com/pt/g/Simev