Aprenda diminuir o índice de turnover em sua empresa

Aprenda diminuir o índice de turnover em sua empresa

Reter talentos é um dos grandes desafios enfrentados pelos empresários atualmente, pois, hoje, os profissionais não têm a mesma ambição que tinham antigamente de construir carreira em uma mesma organização. Com isso, muitas empresas veem o seu índice de turnover aumentar, o que não é nada positivo. Se você quer saber o que é turnover e como evitar que isso aconteça no seu negócio, continue acompanhando.
 

O Que é Turnover?

 
A expressão turnover vem do inglês e significa rotatividade, ela se refere a uma situação que acontece em muitas empresas, que é quando muitos funcionários deixam seus empregos e precisam ser substituídos. Ter novos profissionais é positivo porque eles poderão trazer novas ideias e mais frescor para a equipe. Entretanto, o processo de seleção, contratação e treinamento de novos colaboradores é algo que tem custos. Sem contar que a alta rotatividade pode impactar de forma negativa na produtividade, perda de talentos, clima organizacional negativo, etc.
 
Os motivos que levam o índice de turnover de uma empresa a aumentar podem ser os mais diversos e não se resumem apenas à remuneração. Além dos salários abaixo da média do mercado, a falta de reconhecimento e motivação, uma liderança negativa e a sobrecarga de trabalho podem levar muitos profissionais a deixarem os seus empregos.
 

Medidas Para Reduzir o Índice de Turnover da Sua Empresa

 
Se a sua empresa está passando por uma alta rotatividade de colaboradores é melhor ligar o sinal de alerta e tentar entender os motivos que estão causando isso. Coloque em prática as cinco dicas que darei a seguir e veja como a situação irá melhorar.
 

1 – Entrevistas de Desligamento

 
Quando um colaborador pede demissão, você fica sabendo exatamente o motivo que o levou a tomar essa decisão? Se a sua resposta foi não, saiba que está perdendo uma grande oportunidade de entender melhor o que está acontecendo na sua empresa. Sempre que alguém pedir para sair, chame-o para conversar, o intuito não é insistir para que ele fique, mas sim entender as razões que o motivaram a isso.
 
Como o colaborador estará se desligando, ele não terá problemas em se abrir e dizer a verdade. Dê total liberdade para que ele fale e explique que se trata de uma medida da empresa para implementar melhorias e tudo o que disser pode ser de grande ajuda para isso.
 

2 – Pesquisas de Clima Organizacional

 
As pesquisas anônimas são sempre uma boa opção para conhecer a visão dos colaboradores sobre a empresa. Como não precisarão se identificar, terão maior liberdade para se expressarem com sinceridade. As questões devem abordar a opinião deles sobre diversos aspectos, como: papel do líder, remuneração, funções, motivação, clima da organização, etc.
 
Com o resultado em mãos, a diretoria saberá exatamente os pontos que precisa melhorar e saberá que motivos poderiam se tornam o estopim para um aumento da rotatividade de colaboradores. A pesquisa pode ser realizada pelo modo tradicional, com fichas de papel, ou por meio de formulários online.
 

3 – Revisão de Salários

 
É sempre muito importante verificar se os salários oferecidos pela sua empresa estão compatíveis com o mercado. Por mais que o salário não seja a única razão pelo aumento do índice de turnover, ele continua sendo uma das mais comuns. Afinal, por melhor que seja o clima da empresa, dificilmente alguém conseguirá se manter motivado recebendo menos do que a média da região.
 
Se os salários estiverem abaixo da média, veja se é possível realizar reajustes. Muitas organizações oferecem benefícios como uma forma de agregá-los ao salário, ajudando na missão de reter talentos.
 

4 – Treinamentos

 
Os treinamentos são sempre uma ótima maneira de motivar funcionários, pois, ao investir neles, uma empresa demonstra que os valoriza e isso é sempre muito positivo. Mas, claro, não basta oferecer qualquer tipo de treinamento, é importante que eles sejam relevantes e que realmente agreguem para o profissional e para a organização.
 
Muitos empresários deixam de oferecer treinamentos, pois têm medo que os profissionais se aperfeiçoem e saiam da empresa. Com isso, deixam de ter mão de obra qualificada e motivada. É necessário ter em mente que o risco sempre vai existir, cabe a cada organização definir o que é mais importante para ela.
 

5 – Liderança

 
Os líderes têm papel fundamental dentro de uma empresa, pois eles são os responsáveis por guiar suas equipes. Procure verificar se a organização possui supervisores que são verdadeiramente líderes e não chefes. Os treinamentos de liderança podem ser bastante positivos para que eles aperfeiçoem suas competências e aprendam a lidar melhor com os seus liderados.
 
Um bom líder é aquele que está sempre acompanhando a sua equipe de perto, oferecendo feedback para que os colaboradores saibam exatamente o que esperam deles. Quando os supervisores não sabem como agir, acabam desmotivando os profissionais e levando-os a buscarem outro emprego.
 
Sua empresa já passou por uma situação de alta rotatividade de funcionários? Conte-me sua experiência nos comentários abaixo.