A importância do capital intelectual para as empresas

A importância do capital intelectual para as empresas

Há algum tempo, capacidades e habilidades operacionais eram fortemente valorizadas no ambiente empresarial. Porém, com os avanços organizacionais que vem ocorrendo, de maneira global, outros tipos de competências estão surgindo e trazendo diversas mudanças ao mundo dos negócios. É o caso do capital intelectual, que basicamente trata-se do conhecimento utilizado dentro de uma empresa, com o objetivo de gerar os resultados que ela espera para crescer de forma exponencial.
 
Diante disso, observa-se uma mudança considerável ocorrendo, gradativamente, nas organizações, que é a valorização de profissionais que agregam valor por contribuírem com soluções criativas e inovadoras com os objetivos dos negócios como um todo. A partir do momento que você, enquanto empresário e empreendedor, incentiva e desenvolve tais habilidades em seus colaboradores, tanto você, quanto eles, só têm a ganhar.
 
Devido a isso, acho importante compartilhar com você algumas informações sobre o que é capital intelectual e de que forma ele pode beneficiar ainda mais os resultados que você deseja alcançar em seu negócio e com seus funcionários. Confira:
 

O que é capital intelectual?

 
Para que uma empresa tenha sucesso no mercado altamente competitivo em que está inserida é preciso que ela seja provedora, desenvolva e incentive a que seus colaboradores busquem e aprimorem sempre seus conhecimentos. Quando isso acontece, as pessoas passam a encontrar e trazer soluções inovadoras e criativas para melhorar os processos organizacionais, que tendem a trazer também melhorias aos produtos e serviços oferecidos aos clientes.
 
É disso que se trata o capital intelectual, e quando aplicado ao mundo dos negócios, gera inúmeros benefícios às empresas que o incentivam. Hoje, o sucesso de um empreendimento tem mais a ver com a sua capacidade de estar sempre se renovando e reinventando, oferecendo produtos e serviços a seus clientes que agreguem valor e facilitem cada vez mais suas vidas do que simplesmente em investir dinheiro.
 
O maior benefício alcançado por uma empresa que investe no desenvolvimento do capital intelectual de seus colaboradores é o diferencial competitivo que ela atinge diante de suas concorrentes no mercado. Isso acontece, pois os clientes, bem como os demais stakeholders da organização, passam a ver valor agregado ao realizar negócios com esta, pois reconhecem que ela se preocupa sempre em oferecer os melhores serviços e soluções, para atender às necessidades e expectativas de seu público-alvo com assertividade.
 

Como incentivá-lo?

 
Para investir no capital intelectual de uma empresa, primeiro é preciso entender que este é desenvolvido e depende, prioritariamente, das pessoas que compõem o quadro de funcionários da organização. É a partir delas, dos conhecimentos e experiências que elas disponibilizam para que a empresa entregue soluções inovadoras a seus clientes e fornecedores, que é possível se renovar e se reinventar sempre.
 
Neste sentido, encontrar maneiras de motivar, engajar e ajudá-los a aprimorar os conhecimentos que elas já possuem, será uma forma eficiente de incentivá-los a sempre se desenvolverem e crescerem, profissional e intelectualmente, bem como a agregar valor ao mundo dos negócios.
 
Diante disso, é importante que empresários e empreendedores entendam e passem a enxergar seus colaboradores como seu principal ativo para alcançar objetivos cada vez maiores para seus negócios, deixando de vê-los como meras máquinas e ou um número a mais em sua folha de pagamento. Reconhecer que sem as contribuições que eles têm para compartilhar, não existe possibilidade de crescimento para a empresa, é o primeiro passo para mudar de pensamento e começar a investir no desenvolvimento do capital intelectual na organização.
 
É neste contexto que as ações desenvolvidas pela área de Recursos Humanos da empresa, se inserem, pois elas têm a função primordial de oferecer mecanismos de valorização e reconhecimento de cada colaborador, encontrando as melhores formas de motivá-los a desempenhar o seu melhor em prol de um trabalho cada vez mais de qualidade. Isso fará com que as pessoas se sintam à vontade e com liberdade suficiente para exercer suas funções e propor novas soluções para obter produtos e serviços ainda mais qualificados.
 
Veja que para implementar a gestão do conhecimento em sua empresa é preciso bastante empenho, uma mudança de pensamento, e, principalmente na valorização do capital humano que a compõe, pois dessa maneira, os bons resultados virão e farão com que você torne a sua empresa um exemplo de sucesso no mercado. Portanto, esteja atento às suas estratégias de gestão de pessoas e avalie se hoje elas motivam seus profissionais a compartilhar seus conhecimentos e mostrar suas habilidades ou os coloca sempre numa caixa, ou seja, num ambiente onde não se sentem seguros a demonstrar seu potencial!
 
Levanto esta reflexão porque, muitas vezes, podemos acabar negligenciando nossos profissionais quando não lhes damos oportunidades de mostrarem o que sabem e de contribuir para o crescimento da empresa e para seu próprio desenvolvimento na carreira. Acredite e invista em seu capital humano!
 
Agora que você já conhece a importância do capital intelectual para os seus negócios, continue me acompanhando para ter acesso às minhas sacadas empreendedoras e diferenciadas para o seu negócio.