Recrutamento Interno X Externo - Qual a melhor opção?

Recrutamento Interno X Externo - Qual a melhor opção?

Uma empresa pode realizar um processo de recrutamento e seleção de duas maneiras diferentes. A primeira é por meio do Recrutamento Interno: quando a empresa procura preencher a vaga com um de seus funcionários. O segundo modo é chamado de Recrutamento Externo: quando a empresa procura preencher a vaga selecionando um candidato que não faz parte do seu quadro de funcionários.
 
As duas opções têm seus pontos positivos e negativos e, é sobre eles que vou falar neste artigo.
 

Vantagens do Recrutamento Interno

 
• É muito mais barato e mais rápido recrutar os funcionários que já fazem parte da empresa e que você já conhece.
 
• São pessoas já familiarizadas com o negócio e como seu funcionamento e, por mais que passem a realizar outras funções, já terão meio caminho andado, pois não será necessário que passem pela fase de adaptação.
 
• É motivador, pois oferece oportunidades de promoção. Ao saber que têm a chance de irem para um cargo mais elevado e, consequentemente, com um maior salário, os funcionários passam a se empenhar ainda mais para alcançar seus objetivos.
 
• A empresa já conhece os pontos fortes e fracos de cada candidato e, por isso, as chances de selecionar um profissional que é perfeito para a vaga são muito maiores.
 
• Já existe um entrosamento entre os candidatos e o restante da equipe.
 

Desvantagens do Recrutamento Interno

 
• Como os candidatos serão alguns de seus próprios funcionários, o número de interessados será bem menor do que se fosse um recrutamento externo, aberto a qualquer profissional, o que diminui as suas possibilidades de encontrar a pessoa ideal.
 
• Ao preencher uma vaga com um funcionário que já faz parte da empresa você perde a oportunidade de renovar e ter um profissional com ideias novas.
 
• Os funcionários que não forem escolhidos na seleção podem acabar se sentindo desmotivados e, até mesmo, injustiçados.
 
• Ao promover um funcionário para um novo cargo, você acaba deixando a função dele em aberto e, então, precisará selecionar outra pessoa para preencher a vaga.
 

Vantagens do Recrutamento Externo

 
• Ao contratar pessoas de fora você tem grandes chances de completar seu quadro de funcionários com profissionais cheios de novas ideias, motivações e experiências diferentes adquiridas em outras empresas.
 
• O recrutamento externo possibilita um maior número de candidatos, o que faz com que você tenha muito mais opções e chances de encontrar o colaborador ideal.
 
• Os candidatos que surgirem virão com uma bagagem de conhecimentos e experiências bastante diversificadas, o que poderá agregar valor à sua equipe.
 

Desvantagens do Recrutamento Externo

 
• É um processo mais longo, já que terá etapas que começam com a divulgação da vaga, passando pela seleção de currículos, entrevistas, testes, etc.
 
• Ser for realizado por meio de uma agência de empregos, por exemplo, é um processo que irá gerar custos.
 
• O candidato escolhido precisará passar por um processo de adaptação, treinamento para conhecer melhor sua nova função, aprender o funcionamento dos recursos usados pela empresa, entre outros pontos importantes.
 
• O processo de seleção, por mais completo que seja, pode não ser suficientemente eficaz para revelar o melhor candidato. Já que o contato que se tem com cada um dura, no máximo, algumas horas, o que é pouco se comparado com o sobre os funcionários que já trabalham na sua empresa.
 

A Escolha da Melhor Opção

 
Depois de conhecer quais são as vantagens e desvantagens dos dois tipos de recrutamento você poderá escolher qual é o melhor para a sua empresa. Um gestor pode lançar mão das duas opções em situações diferentes, o que irá depender das suas necessidades e da configuração do seu quadro de funcionários.
 

Dicas Para Realizar um Recrutamento Interno

 
Confira, agora, algumas dicas para realizar uma seleção de funcionários com maiores chances de sucesso.
 
Divulgação da Vaga: Se você optou por realizar um recrutamento interno, faça um comunicado e informe a todos a sua intenção. Deixe claro quais são os requisitos e o que é esperado do candidato. Assim, todos irão tomar conhecimento e os interessados poderão se manifestar.
 
Imparcialidade: Seja imparcial na hora de realizar a seleção e mostre isso aos candidatos. Aja da mesma forma que faria em um processo normal, com candidatos desconhecidos. Não deixe transparecer preferência por se simpatizar mais por esse ou aquele funcionário.
 
Realize um Processo Normal: Faça um processo com as mesmas etapas que faria no caso de um recrutamento externo, com entrevistas, testes, dinâmicas em grupo, etc.
 

Dicas Para Realizar um Recrutamento Externo

 
Indicações: Para facilitar o processo de recrutamento com candidatos externos você pode pedir indicações aos seus próprios funcionários. Entretanto, é importante deixar claro o tipo de profissional que você está procurando. Caso a empresa tenha algum tipo de política em relação à contratação de familiares, inclua essa informação na hora de avisar sobre seu pedido.
 
Recontratação: Pense em funcionários que já passaram pela empresa e, por algum motivo, tiveram que sair. Pode ter alguém que saiu para buscar um cargo melhor em outra organização, que foi demitido por algum motivo que não seja sua competência, para se dedicar aos estudos, que foi contratado como temporário e etc. São pessoas que você já conhece e, provavelmente, conhece bem quais são os pontos fortes e fracos.
 
Terceirização: Caso o novo funcionário seja necessário apenas por um período de tempo, seja para cobrir férias ou licença de um funcionário, para implantar algo novo na empresa ou qualquer outra situação, pode ser interessante buscar por uma empresa que ofereça a opção de terceirização. Dessa forma é ela quem vai realizar a seleção e enviar o candidato ideal para o que você precisa.
 
E ai, gostou das dicas? Muito boas, não é mesmo? Aproveite-as e avalie qual é o melhor tipo de recrutamento para você neste momento. E mais, comente abaixo e compartilhe este artigo fantástico em suas redes sociais!