Ansiedade: Conheça os principais sintomas e dicas de como tratá-la.

Ansiedade: Conheça os principais sintomas e dicas de como tratá-la.

Cobranças, a pressão para conseguir fazer mais em menos tempo, para ser um profissional melhor, com alto desempenho e para chegar até o sucesso o mais rápido possível… Com todas essas obrigações, vem junto o sentimento de ansiedade de não conseguir dar conta de tudo e também do medo de falhar nessa missão. Esses sentimentos exigem tanto desse empreendedor que podem desencadear sintomas e alertas do corpo que significam que está na hora de se acalmar.
 

O que é a ansiedade?

 
Com a falta de paciência, flexibilidade e tolerância que muitos ambientes profissionais promovem; o número de colaboradores que estão literalmente “pirando” cresce a cada dia. Por isso, os sentimentos de não conseguir finalizar as tarefas, de que seu trabalho não será bom o bastante, de que você vai tremer na hora da apresentação, estão cada vez mais frequentes. Essas são reações diretas da ansiedade.
 
O estado de ansiedade acontece quando nos concentramos demais no futuro e nossa mente fica confabulando inúmeras situações, a maioria delas negativas e, projetando sentimentos que causam angústias e sofrimento físico e emocional na pessoa. Só que no ambiente profissional isso toma uma proporção ainda maior, especialmente, em decorrência da dificuldade em lidar com a pressão por resultados e da autocobrança por um bom desempenho.
 
Os sintomas mais comuns para quem sofre de ansiedade são: falta de ar; insônia, transpiração, estresse alto, mau humor, tremedeira, gagueira, perda de concentração, pensamentos negativos, “brancos” na hora de apresentações importantes entre outros. Portanto, quando isso começa a fazer parte do dia a dia do profissional de forma excessiva, a ansiedade pode causar grandes prejuízos ao seu trabalho e comprometer sua saúde em todos os sentidos.
 

Anda se sentindo ansioso?

 
Se você é uma profissional muito agitado e impaciente em seu trabalho é possível que a ansiedade já esteja dominando sua vida. Mais do que ser proativo ou dinâmico, o colaborador ansioso vive angustiado, pois mal termina suas demandas atuais e já está preocupado com as seguintes.
 
Em decorrência desta ansiedade, a pessoa acaba tendo também grande dificuldade para concentrar apenas em suas demandas durante seu expediente, pois seus pensamentos estão sempre se misturando. Além disso, a ansiedade pode desencadear outras doenças como fobia e pânico, por isso é muito importante identificar o que você sente e pedir ajuda de um profissional.
 

Autocontrole – A importância de monitorar seus sentimentos

 
Tanto no trabalho como em âmbito pessoal, a ansiedade pode aparecer nos momentos mais inoportunos. Olhando pelo lado positivo, até certo ponto ter uma ansiedadezinha pode ser bom, pois mostra que estamos esperando que algo bom aconteça. Entretanto, mas quando esse sentimento é negativo e começa a atrapalhar todos os aspectos de sua vida, é muito importante tentar encontrar o equilíbrio e compreender quais são as causas de tanta antecipação, desse excesso de futuro.
 
Respirar fundo, trocar de ambiente, ter pensamentos calmantes e positivos, beber uma água, todas essas pequenas ações podem evitar que o ansioso entre em uma crise. Ao conseguir monitorar seu estado emocional, a pessoa começa a se sentir mais calma e a controlar sua mente e suas ideias sabotadoras, algo que ajuda muito quem sente ansiedade a recobrar sua tranquilidade.
 

O que posso fazer para me sentir melhor?

 
Ao entender que você é sim uma pessoa completa, que tem a capacidade total de realizar suas demandas e que pensamentos negativos não podem ser mais importantes do que suas realizações, você já está começando a melhorar. Fazer Coaching ou frequentar sessões com um psicólogo é de extrema ajuda nesse momento também, já que estes profissionais que podem indicar diferentes caminhos e soluções para combater seu nervosismo.
 

Como a autoconfiança mascara a ansiedade?

 
A principal diferença de quem tem autoconfiança e de alguém ansioso é que o primeiro sabe como controlar as suas emoções. O autocontrole e o autoconhecimento ajudam qualquer profissional a entender melhor o que lhe faz ser tão bom em uma atividade e tão regular em outra. Saber identificar suas qualidades e defeitos traz mais força ao ansioso, pois ao reconhecer no que ele é muito bom, pode explorar seu desempenho de forma assertiva.
 
A pessoa que sofre com a ansiedade tem de encontrar pontos positivos para se basear e conseguir se autopromover com segurança, além de propor uma mudança de pensamento para si mesmo.
 

Como Lidar com a Ansiedade

 
Se engana quem pensa que transtornos de ansiedade são exclusivos de funcionários, muito pelo contrário, muitos empreendedores tem se sentido cada vez mais pressionados e, portanto, tem apresentado mais e mais sintomas. Então, para que a empresa não perca seus parceiros é muito importante que toda a atenção e ajuda necessária seja oferecida.
 
Não tenha vergonha de assumir que precisa conversar com um profissional e entenda que a saúde mental precisa ter cuidados únicos. É ela que garante o seu convívio social, o seu rendimento no trabalho e a sua vontade de viver fora dele. Por isso, busque e dê apoio a quem necessitar e saiba conversar sobre isso com qualquer colaborador ou colega que esteja precisando dessa atenção especial.