Dicas para uma boa sociedade empresarial

Dicas para uma boa sociedade empresarial

Em uma relação, algumas regras são necessárias para que ela seja duradoura e benéfica para todas as partes envolvidas. Regras estas, que devem ser estabelecidas logo no início do relacionamento, para evitar problemas no futuro, pois isso é primordial para que tudo caminhe a contento e de forma saudável.
 
No entanto, mesmo que haja uma conversa prévia para o estabelecimento das normas que vão reger o “contrato”, ainda assim, podem surgir situações que vão ferir uma ou outra parte em algum momento, o que pode levar ao rompimento. Pode parecer que estou falando de um relacionamento amoroso, mas isso se aplica a qualquer tipo de relação, inclusive à uma sociedade empresarial.
 
Para que os sócios de uma empresa sejam igualmente beneficiados, é necessário estabelecer algumas regras no início da sociedade, para que os resultados do negócio apareçam e todos possam se usufruir deles. Nesse sentido, vou compartilhar com você dicas fundamentais para manter uma boa relação em uma sociedade empresarial.
 

Contrato Social

 
O primeira passo a ser tomado quando você decidir ter um sócio em sua empresa é consolidar em contrato como vocês vão atuar e qual será o percentual de participação de cada um na empresa. Para isso, é preciso contar com a assessoria de um advogado, já que tudo isso envolve questões legais.
 
Estabelecidas as responsabilidades, atividades e lucros que cada um vai receber em contrato, a relação tem grandes chances de ser duradoura e próspera.
 

Delimitando as atuações

 
Quem será responsável pelo o que na empresa? Esta é uma das primeiras perguntas que devem ser respondidas ao se decidir por uma sociedade empresarial. Para isso, mapear as habilidades, capacidades e competências de cada um é fundamental para delimitar as atuações das partes envolvidas.
 
Se você tem boas habilidades de gestão, por exemplo, pode ficar responsável por desenvolver programas de liderança para os gestores da empresa, para que estes trabalhem, motivem e também desenvolvam os demais colaboradores da organização. Agora, se o seu sócio é especialista em contabilidade, ele pode ser o Diretor Financeiro, e se responsabilizar por esta área do negócio.
 
O importante é que vocês entendam que a união das forças, dos recursos e do conhecimento que cada um possui é que fará com que a empresa tenha prosperidade e com que a relação de vocês seja boa o suficiente para que os bons resultados surjam.
 

Confiança é fundamental

 
Como eu disse no começo, alguns elementos são essenciais para que se tenha uma boa relação. A confiança é um deles. Se você não confia na pessoa com quem deseja dividir as responsabilidades da sua empresa; se acredita que ela não é será a ideal para compartilhar com você o sonho de conduzir o seu negócio, talvez seja melhor repensar esta parceria, pois ela pode causar mais problemas do que trazer bons resultados no futuro.
 
Você vai precisar ter ao seu lado alguém com quem possa contar nos momentos de dificuldade e crise, para que, juntos, vocês encontrem a saída ideal para lidar com as adversidades, entendendo que um precisa do outro, não só para celebrar as conquistas, mas também para superar os desafios diários.
 

Estabelecendo metas de atuação

 
Uma sociedade em que uma parte trabalha mais do que a outra para alcançar os objetivos propostos, tem grandes possibilidades de ser rompida. Para evitar que isso aconteça, é necessário estabelecer alvos que cada um deve cumprir para fazer com que o negócio cresça de forma constante.
 
Prospectar novos clientes; escolher melhores fornecedores, que ofereçam um serviço de qualidade, por um valor acessível; trazer os melhores profissionais e talentos para atuarem na empresa, entre outras tarefas, deve estar entre as metas a serem buscadas, de forma igualitária pelos sócios que fazem parte do negócio.
 

Valorize o diálogo

 
Dialogar sempre! Este deve ser o seu lema e o do seu sócio para que vocês tenham uma boa relação e façam o negócio de vocês prosperar, pois é somente por meio de uma conversa franca que será possível encontrar o entendimento e a compreensão quando algo não estiver indo bem.
 
Uma boa conversa, realizada de forma sincera, evita também que ocorram brigas e discussões desnecessárias, que podem levar ao rompimento da sociedade. Por isso, valorizem sempre o diálogo, lembrando que existem muitas pessoas que dependem da maturidade de vocês no negócio.
 
Escolher bem a pessoa com quem dividirá as ações da sua empresa não é uma das tarefas mais simples na vida de um empreendedor. É necessário analisar, conhecer de perto como esta pessoa é, quais são as suas habilidades e como elas podem contribuir positivamente para o negócio, lembrando que o sucesso da sociedade vai muito mais além de questões financeiras.
 
E você, como conduz a sua sociedade empresarial? Compartilhe comigo nos comentários e continue acompanhando os conteúdos que eu produzo aqui em meu blog, em minhas redes sociais e no meu canal no Youtube.