Como a empatia pode ajudar líderes e colaboradores?

Como a empatia pode ajudar líderes e colaboradores?

A vida é feita de relacionamentos e, em nosso ambiente de trabalho não é diferente, pois neste espaço comum nos relacionamos com outros profissionais, convivemos com pessoas diferentes, com suas histórias, conhecimentos, experiências e comportamentos. Assim, ao fazer parte do cotidiano dos nossos colegas de trabalho, conseguimos descobrir seus gostos, façanhas, personalidades, formas de pensar, sentir e agir e até os momentos difíceis pelos quais passaram. Por isso, eu tenho uma pergunta – você consegue ter facilmente empatia com seus colegas e colocar-se no lugar deles? Reflita!
 

Mas o que significa empatia?

 
Segundo o significado extraído do dicionário, empatia significa o ato de uma pessoa conseguir se colocar no lugar de outra e entender o que essa está passando. A capacidade psicológica que a empatia propõe é muito importante para fazer com que diferentes pessoas compreendam o que a outra está vivendo e por isso, sintam-se mais solidárias e compassivas.
 
Só que esse sentimento não acontece somente no âmbito pessoal, pois o ambiente profissional também exige muita empatia para que as relações de trabalho sejam mais leves, respeitosas, congruentes e produtivas.
 

A Importância da Empatia nas Empresas

 
Muitas pessoas subestimam seu poder, porém é realmente ter muito importante desenvolver a capacidade de ter empatia também no trabalho, já que se sabe que problemas psicológicos atingem uma grande parte da população ativa. A pressa para fazer mais em menos tempo, a urgência para terminar e entregar as tarefas, a pressão por resultados, como também a ansiedade e autocobrança para ser o melhor profissional, tudo isso são exemplos de elementos que acarretam uma grande pressão psicológica nos trabalhadores hoje em dia.
 
Por isso mesmo, tanto os líderes como a empresa precisam prestar muita atenção ao que acontece com os seus colaboradores, pregar valores positivos e estar preparada para compreender as dificuldades dos profissionais e fornecer o devido apoio e respeito. Sem falar nos problemas externos que podem muito influenciar no rendimento de um empregado e que devem ser considerados tão importantes quanto problemas de trabalho. Ter empatia no ambiente profissional é entender o que o funcionário está passando e apoiá-lo em busca de uma solução ou consolo.
 

Diferentes formas de Empatia

 
Seja dentro de uma organização ou então em sua vida pessoal, conhecer as diferentes formas de ter empatia e, de praticá-las com as pessoas ao seu redor, ajuda a elevar os níveis mais de satisfação, o sentimento de acolhimento e pertencimento e pode fazer com que o indivíduo tenha mais motivação para resolver seus problemas, pois já não está mais sozinho e tem o apoio que precisa. Vamos conhecer então alguns tipos de empatias:
 
Empatia cognitiva: esse é o tipo de empatia em que uma pessoa consegue ver e pensar como a outra;
Empatia emocional: quando é possível compreender o que a outra pessoa está sentindo;
Preocupação Empática: acontece quando uma pessoa consegue, de fato, ajudar a outra, tem essa vontade de estar ao lado de quem precisa.
 
Em uma empresa, existem alguns sentimentos que fazem toda a diferença no convívio entre colaboradores, chefes e funcionários. São eles, a empatia, a motivação, o reconhecimento, as habilidades sociais e o autoconhecimento. Quando todos conseguem se colocar no lugar do outro, o ambiente de trabalho se torna menos estressante e muito mais produtivo.
 
Ao conseguir realizar uma poderosa gestão de pessoas, uma empresa atesta que sabe a importância que seus funcionários têm para o alcance de grandes resultados e conquista de sucesso. Quando alimentamos um clima organizacional saudável também é possível investir na satisfação dos profissionais e desenvolver um ambiente de trabalho mais positivo, empático e que fomenta o crescimento de todos.
 

Como estimular a empatia na sua organização?

 
É muito fácil entender a importância da empatia no ambiente de trabalho, mas e ter esse sentimento como guia do sucesso? Alguns passos, como esses, ajudam a transformar por completo o modo como se gerencia os relacionamentos entre os colaboradores em prol de mais respeito e ajuda mútua.
 

Conhecimento

 
Funcionários vêm de diferentes lugares, têm diferentes histórias, já passaram por inúmeras situações e merecem ser reconhecidos por seu bom desempenho. Quando o líder conhece melhor a história de quem faz parte da sua equipe, não somente o tratamento é diferente como o respeito se transforma. Entenda sempre que esses profissionais podem estar passando por situações difíceis e sofrendo calados. Não permita isso, e aproveite para criar mais momentos de interação entre as equipes para que esse tipo de contato e conhecimento seja aplicado com mais facilidade.
 

Equilíbrio

 
Entenda que os colaboradores podem estar sobrecarregados, que os horários podem estar puxados, que algo pode estar impedindo que estejam em sua máxima capacidade de produção. Por isso, faça uma gestão efetiva de seu capital humano e estipule metas tangíveis, entenda o que se passa na vida dele para que alguns ajustes inteligentes possam ser realizados.
 

Elogios

 
Muitas vezes é o reconhecimento que está faltando e ele pode chegar até o colaborador através de um elogio. Mostrar que você empreendedor valoriza sua equipe, com certeza, vai dar muito mais motivação e entusiasmo aos seus colaboradores.
 
Por fim, é muito importante entender que numa empresa ter empatia vai além de se colocar no lugar do outro. Para ter equilíbrio é necessário criar um local produtivo, com respeito e com qualidade para você e seus profissionais trabalharem também é importante para que não se caia nas armadilhas que o excesso de empatia pode causar em decorrência de complacência, paternalismos ou favoritismos. Fique atento e boa sorte!