Os Vieses Cognitivos podem nos levar a tomar decisões Irracionais.

Os Vieses Cognitivos podem nos levar a tomar decisões Irracionais.

Você já se questionou a respeito de alguma decisão que quando foi tomada pareceu bastante assertiva, mas que se mostrou prejudicial a longo prazo? A culpa pode ser dos vieses cognitivos que nos fazem pensar de uma maneira irracional que mascara o melhor caminho para tomar decisões. É interessante entender de que maneira esses vieses estão prejudicando o bom andamento da sua vida pessoal e profissional.

O Que São Vieses Cognitivos?

A psicologia define os vieses cognitivos como desvios de julgamentos que podem nos levar a tomar decisões irracionais. A todo instante nosso cérebro recebe uma grande quantidade de informações que vão sendo armazenadas e se transformam em ferramentas que permitem a nossa mente examinar determinadas situações com mais rapidez chegando então a respostas a respeito de diferentes problemas.

Esses mecanismos mentais foram desenvolvidos por nossos ancestrais pré-históricos que diante de situações limite precisavam tomar decisões com rapidez. Atualmente, podemos e devemos analisar diferentes acontecimentos com mais critério, no entanto, a mente treinada para dar respostas rápidas pode acabar atrapalhando esse discernimento. O ideal é aprender a desviar dos atalhos tomados pela mente para chegar a respostas mais assertivas e ponderadas.

Bons Líderes Evitam os Vieses Cognitivos

Saber reconhecer e evitar os vieses cognitivos no âmbito profissional é uma forma de se tornar um líder melhor. Quando as decisões são tomadas de acordo com esses padrões de pensamento estamos agindo instintivamente e em diversas situações isso não é bom. Fazer uma análise do cenário como um todo observando os pontos fortes e fracos de cada estratégia permite prever algumas dificuldades.

Conheça os Principais Vieses Cognitivos Que Prejudicam Sua Tomada de Decisão

A seguir listei os padrões de pensamento que se mostram mais prejudiciais no cotidiano de trabalho e expliquei de que maneira cada um pode estar dificultando seu crescimento.

Viés Cognitivo de Confirmação

Quase todo mundo já passou por alguma situação em que se valeu do viés de confirmação sem nem perceber. Sabe quando você tem plena certeza de algo tomando por base suas experiências pessoais sem nem ao menos se preocupar em pesquisar mais profundamente o tema? Isso é que se chama de viés de confirmação, buscar somente por informações que confirmem a sua teoria com o objetivo de validá-la.

O ponto mais prejudicial desse viés é impedir que o indivíduo tenha um pensamento realmente crítico a respeito de determinados temas. A visão de uma pessoa condicionada por esse viés cognitivo sempre irá procurar bases para seu argumento independente da informação demonstrar o contrário. Pergunte-se sempre de onde vem a sua certeza a respeito de qualquer tema.

Viés Cognitivo da Conformidade

Uma tendência que se aplica especialmente a pessoas que estão chegando a ambientes já consolidados e que visam se adequar aos demais para não se destacar de maneira negativa. Como exemplo imagine que Luís acabou de ser admitido numa grande companhia e nos primeiros dias de trabalho percebeu que há uma falha operacional numa das linhas de montagem.

Como novo funcionário ele ainda está inseguro e por isso informalmente comenta com alguns colegas sua percepção e se surpreende ao saber que para os demais a questão simplesmente não existe. Luís acaba deixando essa percepção de lado porque teme ser mal visto pelos colegas e ter dificuldades de adaptação ao novo emprego.

Essa atitude de seguir na mesma direção que a maioria é o que faz com que muitas organizações se mantenham estagnadas e perdendo mercado. A criatividade precisa ser valorizada e observada como um ponto positivo. O incentivo para sugestões que fujam do padrão deve partir da organização para que pessoas como o Luís se libertem do viés da conformidade. Até uma folha caída de uma árvore é capaz de seguir o fluxo.

Viés Cognitivo do Sobrevivente

Esse é um dos vieses cognitivos que mais atrapalham no crescimento pessoal e profissional, pois impede que as pessoas observem existem diferentes caminhos para o sucesso. Ter como inspiração personagens da vida real como Steve Jobs e Walt Disney pode ser interessante em termos de motivação pela observação da luta que esses indivíduos empreenderam para alcançar bons resultados, porém, também pode ser absolutamente frustrante.

Quando nos focados somente nas pessoas mais bem-sucedidas do mundo não paramos para pensar que muitos outros indivíduos tentaram pelo mesmo caminho e se esforçaram tanto ou mais sem obter o mesmo sucesso. Por exemplo, com certeza você conhece o campeão mundial de surf Gabriel Medina, mas talvez não saiba que antes dele muitos surfistas brasileiros tentaram chegar ao mesmo sucesso como Jadson André e mesmo com alguns resultados positivos não se tornaram lendas.

É importante entender que o que funcionou para um indivíduo pode não funcionar necessariamente para você. Isso apenas significa que você deve buscar seu próprio caminho. Deixe o viés do sobrevivente de lado quando estiver trabalhando no estabelecimento de sua própria jornada.

Driblar os vieses cognitivos nem sempre é fácil, mas se mostra absolutamente necessário para chegar a melhores resultados em sua vida profissional e pessoal. Pense com mais acuidade antes de tomar decisões.