Saiba como montar um Food Truck e conquiste seu espaço

Saiba como montar um Food Truck e conquiste seu espaço

Cada vez mais pessoas têm buscado informações sobre como montar um food truck, pois os restaurantes sobre rodas se tornaram uma tendência do segmento alimentício que promete se manter em alta por um longo período. Por ter se tornado potencialmente lucrativo o setor de food trucks apresenta uma concorrência significativa de maneira que é crucial entrar nesse mercado com diferenciais bem marcados.

6 Dicas de como montar um food truck

Há séculos existe a venda de comida na rua, no entanto, nos últimos anos essa atividade passou por um processo interessante de redefinição de paradigmas conquistando até certo glamour que lhe agrega valor. Para quem deseja entrar nesse setor alimentício listei algumas dicas interessantes de como montar um food truck e alcançar o sucesso.

1 – Tenha um cardápio estratégico

Um dos principais erros cometidos por iniciantes do mercado de food trucks é querer ter um cardápio muito amplo. A estrutura da cozinha num restaurante sobre rodas acaba determinando que o cardápio seja mais enxuto, mas isso não quer dizer sem graça e com poucas alternativas. O ideal é apostar em proteínas e carboidratos haja vista que as pessoas que vão a um truck não querem sentir fome duas horas após a refeição.

No entanto, fique atento que também é relevante ter opções leves e também vegetarianas (se possível inclua pratos veganos) que não sejam simples versões dos pratos com carne apenas com mais salada. Uma dica para quem deseja abrir um pouco mais o leque de variedades de pratos é pensar em receitas que usem ingredientes em comum assim se usa menos espaço para armazenamento.

2 – Tenha opção “para viagem”

Uma característica importante de observar nos clientes assíduos de food trucks é que muitos deles buscam essa alternativa para ter algo para comer ao chegar em casa após um dia inteiro de trabalho. Essas pessoas não querem cozinhar, mas ter uma refeição ou lanche saboroso para degustar. Para valorizar esse momento nada melhor que ter uma opção de embalagem para viagem que seja fácil de carregar e não estrague a aparência ou sabor dos alimentos.

3 – Tenha presença

Algo bastante curioso em relação aos consumidores de food trucks brasileiros é a necessidade de conhecer a pessoa que está por trás da preparação do lanche e a sua paixão por realizar esse trabalho. Para que seu negócio se destaque dos demais é interessante que o dono tenha uma presença constante e que sempre que possível converse a respeito das motivações que o levaram a enveredar por esse caminho de empreendedorismo.

Como os clientes dos trucks gostam de desenvolver vínculos com os donos pode ser complicado que aconteça um processo de franquias com sucesso. Manter a companhia num tamanho menor, mas com esse relacionamento com os clientes pode ser uma excelente estratégia.

4 – Mesas e cadeiras

Diferentemente de outros povos, o brasileiro, não é do tipo que pega um sanduíche e sai andando enquanto come. Para nós o ato de comer é um ato social então é interessante que seu food truck tenha estrutura com mesas e cadeiras para que os passantes possam sentar e conversar com seus amigos enquanto lancham. Até mesmo clientes que estão sozinhos tendem a preferir comer devidamente sentados e com conforto.

5 – Estude bem o local

Quem já tem uma ideia de que tipo de comida pretende oferecer em seu food truck deve fazer um estudo detalhado do local em que vai estabelecer o empreendimento. Por exemplo, não funciona bem instalar um food truck de comida japonesa próximo a uma escola de ensino fundamental, pois esse não é exatamente o público com mais chances de se interessar por uma culinária tão específica.

Também é importante considerar que em espaços com vários trucks é necessário pensar um pouco mais fora da caixa para conseguir se diferenciar tornando-se a escolha de mais consumidores. Os trucks de hambúrguer estão passando por uma fase de saturação, no entanto, ainda é possível se dar bem nesse segmento apostando em opções focadas em nichos específicos como vegetarianos e veganos.

6 – Desenvolva um sistema de trabalho eficiente

Um food truck não pode ser considerado nem um fast food e nem um slow food, no entanto, os consumidores de uma maneira geral não têm muito tempo para esperar. De acordo com especialistas o tempo aceitável na visão dos clientes é de cerca de seis minutos entre o pedido e a entrega.

Para conseguir realizar um preparo da refeição/lanche com excelência num período curto de tempo é necessário ter um sistema de trabalho bem desenvolvido e que seja eficiente. Os profissionais que irão atuar na cozinha do truck devem estar prontos para trabalhar sob constante pressão sem perder a mão no preparo dos alimentos. Com uma estratégia previamente determinada fica mais simples alcançar os resultados esperados.

Gostou das dicas de como montar um food truck? Deixe seus comentários e compartilhe o artigo em suas redes sociais!

 

Copyright:670837651 – https://www.shutterstock.com/pt/g/4774344sean