O Ciclo PDCA é um método fantástico para ajudar a levar seu negócio para o próximo nível!

O Ciclo PDCA é um método fantástico para ajudar a levar seu negócio para o próximo nível!

Você conhece ou já ouviu falar no Ciclo PDCA? Pois bem, este é um método de quatro estágios que envolvem gestão de qualidade com foco em melhorias contínuas no que tange os produtos ou serviços de uma empresa. O acrônimo de origem inglesa define respectivamente quatro pontos-base – Plan (planejar) Do (fazer) Check (acompanhar) Act (corrigir) e junto representa Plan-Do-Check-Act. Assim, por ser um modelo bastante instrutivo e intuitivo pode ser seguido por qualquer empreendedor que deseja melhorar a qualidade de sua gestão e potencializar seus resultados.

 

Não por acaso o Ciclo PDCA é uma metodologia respeitada e utilizada por grandes empresas brasileiras e mundiais a exemplo das gigantes Ambev e Toyota. Neste sentido, recentemente o método também entrou no projeto de reestruturação da Petrobrás, que a partir de agora vai estipular metas mensais para os seus funcionários e não para a empresa, como fazia até então. Portanto, em qualquer empresa, seja ela pequena; média ou grande, fazer o acompanhamento dos alvos é fundamental para o alcance efetivo dos objetivos pleiteados e sucesso.

A Origem do Ciclo PDCA

 

Apesar de sido popularizado pelo estatístico americano e palestrante, Dr. W. Edwards Deming, a criação do conceito do Ciclo PDCA é atribuída originalmente a Walter Andrew Shewhart, também estatístico e físico e, por isso, também é chamada de “Ciclo de Shewhart”.  Inspirada na obra do inglês Francis Bacon, considerado o criador da “ciência moderna”, intitulada Novum Organum, lançada em 1620, o modelo de defendia a observação, experimentação e raciocínio, que são processos que precedem a aplicação prática do PDCA dentro e fora das empresas.

Como o Método Pode Impulsionar seu Negócio

 

Ciclo PDCA

Kaikoro/Shutterstock Veja como o Ciclo PDCA atua nos processos do seu negócio!

Para crescer e conquistar o próximo nível é essencial identificar como e onde nossos processos e produtos/serviços podem e precisam melhorar. Esta consciência é importante ao empreendedor, pois, por mais que seja apaixonado por seu negócio, ele também deve ser realista e buscar entender quais são seus gaps, pontos fracos e definir formas mais efetivas para corrigir estas deficiências e convertê-las em oportunidades de desenvolvimento e crescimento para a organização.

O primeiro passo para isso, segundo o Ciclo PDCA, é Planejar. Neste primeiro estágio o empresário deve definir quais serão suas ações e também os profissionais envolvidos em sua realização. Na prática se, por exemplo, você verificou que o seu processo de vendas tem determinadas falhas, o “Plan” consiste em definir quais serão as atividades realizadas neste sentido, como serão feitas e os colaboradores responsáveis por implementá-las. O próximo passo é “Fazer”, colocar em ação este planejamento estratégico, ou seja, seguir um cronograma, por a mão na massa e fazer com que as soluções apresentadas sejam realmente aplicadas visando à melhoria constante dos processos ou produtos previamente definidos.

Depois de Planejar e Fazer é hora de um dos mais importantes momentos, o de Checar: mensurar os resultados e fazer o acompanhamento dos progressos feitos até então. Esta etapa é essencial para avaliar se as ações foram bem-sucedidas, se os profissionais conseguiram cumprir suas metas e se os resultados foram atingidos.

Caso haja algo que precise ser revisto ou melhorado, a quarta etapa, que consiste exatamente em Corrigir as falhas, irá dar o direcionamento necessário a que os pontos de atenção sejam revistos e reparados. Isso quer dizer que o método identifica os erros, falhas e aquilo que ainda está desalinhado para que possa ser novamente tratado no Ciclo PDCA até ser totalmente sanado.

Faça sua Empresa Evoluir com o PDCA

 

jeenamoolstudio/Shutterstock O Ciclo PDCA direciona sua empresa em seu caminho rumo ao sucesso!

Ao ter este direcionamento, seus colaboradores têm mais chances de fazer um trabalho mais assertivo, orientado para resultados e com mais planejamento e o foco que precisam para atingir as metas de cada etapa e os objetivos finais de forma organizada, correta e produtiva. Quando não se tem uma ferramenta que balize suas ações, normalmente o empreendedor reúne sua equipe e simplesmente demanda as tarefas, mas sem nenhum direcionamento assertivo e sem oferecer à equipe um mecanismo que oriente seu trabalho.

O Ciclo PDCA permite que antes de delegar se faça um planejamento sistêmico das ações e alvos e também uma definição assertiva dos profissionais envolvidos neste processo de construção de melhorias e progressos. Por meio dele, o objetivo das demandas tem um sentido mais claro, o que permite executar as ações dentro de um cronograma de trabalho pré-definido e fazer o trabalho com mais assertividade.

Acompanhar os progressos, identificar os pontos de melhoria, mensurar os resultados e propor as correções necessárias completa o ciclo, que deve ser contínuo e sempre usado na execução planejada das atividades da empresa.

Então, o que você prefere – Fazer tudo na intuição ou ter um método efetivo e testado que pode ajudar seu negócio a otimizar o tempo e obter resultados mais rápidos e efetivos? Como tempo é dinheiro e o crescimento da empresa (das pessoas e processos) deve estar em primeiro lugar, o ideal é aderir a novos modelos, ferramentas e tecnologias que ajudem a potencializar o sucesso da gestão em todos os sentidos e melhorar continuamente os processos, produtos, serviços e a eficiência operacional de sua empresa.

Fica a dica então – pratique o Ciclo PDCA em sua empresa e impulsione seus resultados.