Ana Bavon - Empreendedorismo Feminino

Ana Bavon - Empreendedorismo Feminino

Ana Bavon se tornou um dos grandes nomes do empreendedorismo feminino ajudando a difundir a relevância que as mulheres de negócios têm para mudar o mundo corporativo. Fundadora do Feminaria, projeto dedicado à produção de conteúdo e capacitação de mulheres para o universo empreendedor, Ana deixou uma carreira jurídica estável e sólida para se dedicar ao que desperta realmente a sua paixão realizadora.

A dedicação de Ana Bavon ao desenvolvimento do empreendedorismo feminino

Aos 37 anos, Ana Bavon era uma mulher bem-sucedida em sua carreira jurídica de 15 anos, tinha grandes chances de alcançar postos hierarquicamente mais altos, porém, estava infeliz. Com um quadro de estafa que caminhava a passos largos para a síndrome de Burnout ela percebeu que precisava fazer uma grande mudança em sua vida, encontrar um trabalho que satisfizesse suas necessidades de realização.

O primeiro grande desafio foi entender como sair de uma carreira estável para se tornar empreendedora com todas as incertezas que essa atividade traz. Ela aproveitou todo o autoconhecimento adquirido em anos de terapia e sessões de coaching para entender que tipo de negócio poderia construir. Conversando com o marido e fazendo as contas para saber quanto deveria investir percebeu que a única certeza que possuía era a de que queria falar com o público feminino, mulheres que como ela desejavam investir em seus próprios potenciais.

O grupo no Facebook

Tendo como foco ajudar mulheres a se posicionar como empreendedoras ela criou um grupo no Facebook. O objetivo era mediar debates nessa página para compreender quais eram as principais dificuldades e barreiras que as mulheres enfrentavam no dia a dia empreendendo. Com uma proposta inovadora o grupo conquistou mais de 8 mil participantes em pouco tempo. As empreendedoras trocavam informações e indicavam os serviços umas das outras.

O espaço era realmente muito profícuo, mas demandava um trabalho e dedicação que Ana não tinha como dedicar naquele momento. Em 2017 ela tomou a decisão de arquivar o grupo. Essa fase contribuiu como um laboratório, Bavon então fundou a primeira versão da Feminaria.

O coworking feminino

Em 2016, Ana, fundou um coworking exclusivo para mulheres que funcionava em paralelo a um serviço de consultoria. O espaço foi pensado para que as empreendedoras pudessem compartilhar experiências e trocar dicas. Contudo, o coworking não prosperou, um dos motivos foi a escassez de tempo das empresárias, que também são mães em boa parte dos casos, e têm mais facilidade em trabalhar em casa.

Além disso, Ana percebeu que o espaço físico era incompatível com o número de quase 70% de empreendedoras dedicadas ao desenvolvimento e comercialização de produtos. A melhor saída foi tornar a Feminaria uma empresa digital, essa mudança permitiu estender o atendimento a todo o território nacional. A experiência de insucesso do coworking foi importante para ajudar Ana Bavon a crescer como empreendedora.

Reposicionamento

Avaliando quais tinham sido seus erros na fundação do coworking, Ana, reformulou a Feminaria. Os programas e metodologias foram repensados para atender as demandas de mulheres que, assim como ela, desejam encontrar uma fonte de renda e produzir impacto positivo na sociedade.

Uma mudança bastante relevante foi a de realizar um planejamento mais focado nas questões urgentes de cada cliente. Bavon se tornou conhecida por desenvolver uma reunião de alinhamento com as novas integrantes do Feminaria para entender como contribuir mais significativamente. Ela compreendeu que não basta sonhar, tem que trabalhar no âmbito concreto para que as coisas aconteçam como devem.

Uma lição aprendida por Ana nessa fase de transição e que ela sempre comenta com suas clientes é a necessidade de às vezes abrir mão de um sonho para que outros possam nascer e prosperar. Além de fechar o coworking a empresária deixou de realizar eventos de networking que consumiam muito de sua energia e não traziam os resultados esperados.

Dedicação

O sucesso de Bavon resulta de sua dedicação ao trabalho à frente da Feminaria, ela sempre faz questão de ressaltar que não há nenhum glamour em trabalhar como empreendedora, mas é bastante recompensador. Assim como as mulheres que se beneficiam dos conteúdos da Feminaria, Ana é uma empresária que precisa se dividir entre sua vida pessoal e a de trabalho sem deixar que uma se sobreponha a outra.

Para o futuro ela deseja que a Feminaria cresça e se torne o sinônimo de empreendedorismo feminino em médio e longo prazo. Planejamento e muita disciplina são os grandes aliados de mulheres que desejam fazer mais por si mesmas e por suas famílias a frente de um negócio próprio. Além de coragem e disposição também é importante aprender com os seus erros sem se deixar abater.

Ana Bavon é um dos principais nomes lembrados quando se fala sobre empreendedorismo feminino e impacto social nessa área. Você já conhecia seu trabalho? Deixe seus comentários abaixo e compartilhe em suas redes sociais!

 

Copyright:   606184790 – https://www.shutterstock.com/pt/g/Mangostar