Erros comuns de empreendedores iniciantes

Erros comuns de empreendedores iniciantes

Qualquer pessoa que começa uma nova empreitada está sujeita a erros, pois eles fazem parte do processo de aprendizagem e ajudam o indivíduo a crescer. Porém, é sempre bom buscar conhecimento a fim de evitar falhas que podem ter consequências graves, principalmente quando se trata da abertura de um negócio. No artigo de hoje falarei sobre os erros mais comuns que os empreendedores iniciantes costumam cometer.
 

Gastar Mais ou Menos do Que Deveria

 
O dinheiro é uma das maiores preocupações dos empreendedores iniciantes. Há dois tipos de pensamentos que eles costumam ter, que são: “Você tem que gastar dinheiro para ganhar dinheiro” ou “Eu vou gastar o mínimo até que tenha um fluxo de caixa decente”.
 
Ambos os pensamentos, quando levados ao extremo, podem ser prejudiciais. Gaste seu dinheiro com sabedoria no início, mas não tenha medo de investir em bons profissionais e produtos de qualidade. O equilíbrio é o segredo para fazer uma boa gestão financeira, seja no início ou no decorrer da vida de um negócio.
 

Se Esquecer dos Concorrentes Diretos

 
O entusiasmo sobre um novo produto ou negócio muitas vezes pode levar novos empreendedores a pensar que eles não têm concorrência direta, ou que o seu produto é tão incrível, que possuem uma categoria própria. Na realidade, é extremamente raro não ter concorrentes diretos. A menos que você tenha criado um produto completamente novo, sempre haverá alguém que já atua no mesmo nicho.
 
Não cometa o erro de acreditar que não precisa se preocupar com a concorrência. Faça pesquisas para conhecer melhor os seus concorrentes e encontre formas de fazer com que o seu produto se destaque. Subestimar outras empresas pode fazer com que você fique para trás e perca grandes oportunidades de negócio.
 

Tomar Decisões de Novas Contratações Com Base no Custo

 
Isso está intimamente ligado ao primeiro tópico, mas é tão importante que merece ser mencionado separadamente. Quando o orçamento está apertado, é tentador economizar no custo dos novos contratados. O problema de utilizar esta estratégia, no entanto, é que isso acaba saindo caro a longo prazo. A mão de obra barata costuma ter um custo menor por uma razão: são profissionais com maior propensão a serem inexperientes e não qualificados.
 
No caso de você contratar uma pessoa para cuidar do setor financeiro, por exemplo, um profissional menos qualificado irá te custar menos, mas seu trabalho pode deixar a desejar, fazendo com que você pague por sua escolha a longo prazo. Já ao optar por um profissional mais capacitado e que exija um salário maior, os benefícios que eles trarão para o seu negócio irão compensar o custo.
 

Não Estabelecer Metas Atingíveis

 
Muitos empreendedores começam um novo negócio com tanto entusiasmo sobre sua ideia que se esquecem de criar um planejamento e estabelecer metas atingíveis. O ideal é ter um grande objetivo, geralmente de longo prazo, e metas menores, de curto prazo. Saber exatamente pelo que você está trabalhando faz toda a diferente na hora de tomar decisões, além de ser um fator de motivação.
 
É importante que as metas sejam específicas, não adianta dizer apenas que você deseja faturar um milhão de reais. Comece com metas menores, como, por exemplo: Aumentar as vendas para 50 mil reais mensais. Então você deverá definir estratégias com o objetivo de aumentar as vendas. Quando alcançá-la, crie uma nova meta e vá aumentando gradativamente.
 

Não Dar Importância ao Marketing

 
Ter paixão pela ideia de negócio é fundamental, mas é importante tomar cuidado para que esta paixão não te cegue. Por mais inovadora que a sua ideia seja, os clientes não virão sozinhos, você precisa contar a ele sobre o seu produto ou serviço. Acreditar que a propaganda boca a boca é o suficiente é um grande erro.
 
Investir em marketing é imprescindível e não se trata de algo supérfluo em uma empresa, pois este deve ser um investimento estratégico. A melhor forma de divulgação depende do público que pretende atingir. Procure saber como os seus concorrentes costumam investir em marketing e encontre formas de competir e se diferenciar deles.
 

Estipular Margens de Lucro Muito Baixas

 
Ter uma margem de lucro saudável é fundamental para o seu sucesso. Estipular uma margem muito baixa agora vai te trazer problemas no futuro. Seus clientes, provavelmente, não ficarão felizes quando você precisar aumentar seus preços e isso será necessário porque os custos tendem a aumentar.
 
Analise os seus custos de produção e de funcionamento e, então, determine o quanto pode flexibilizá-los. Pense se é possível reduzir estes custos no futuro, caso seja necessário. Se não, escolha uma margem de lucro mais elevada agora para acomodar esses custos e poder fazer promoções em determinados períodos.
 

Pensar Que Você Pode Fazer Tudo Sozinho

 
No início, é comum que os empreendedores pensem que ninguém pode desempenhar as funções dentro da empresa tão bem quanto ele. Acreditam que sua paixão pelo negócio é suficiente para que consiga realizar tudo o que é preciso. Agir dessa forma, além de aumentar as chances de apresentar quadros de estresse em pouco tempo, pode impedir o sucesso da sua empresa.
 
Quando se abre um negócio, é natural que o dono exerça mais de uma função, porém, com o tempo, se torna necessário fazer contratações e aprender a delegar. Querer abraçar o mundo pode levar um empreendedor à exaustão e, com isso, ele será obrigado a se afastar da empresa por um bom tempo. Portanto, a atitude mais inteligente a se ter é contratar bons profissionais e confiar neles determinadas tarefas.
 
Você já cometeu alguns dos erros que citei? Compartilhe sua experiência nos comentários.