Apesar dos desafios, o empreendedorismo feminino ganha cada vez mais espaço no Brasil!

Apesar dos desafios, o empreendedorismo feminino ganha cada vez mais espaço no Brasil!

 

Não se engane: o empreendedorismo feminino já é uma realidade no Brasil, veio com tudo e para ficar. Isso não é especulação, mas sim o que comprova uma pesquisa realizada pela Serasa Experian, que apontou que já são mais de cinco milhões de mulheres à frente de seu próprio negócio em nosso país.

Conquistar este status, segundo outro estudo realizado pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), é o terceiro maior sonho do brasileiro. Com as empreendedoras não é diferente, uma vez que ter sua própria empresa representa vitórias em vários sentidos, afinal, a mulher brasileira ainda enfrenta muitos obstáculos e luta contra uma série de preconceitos e tabus que não deveriam nem mais existir.

 

Também por isso, os desafios das empreendedoras, tanto aqui como em outras partes do mundo, são um pouco diferentes daqueles enfrentados pelos empreendedores na mesma situação. E não se iluda achando que isso depende da condição econômica da empresária, em muitos setores da indústria, do comércio e da sociedade, a desconfiança sobre a capacidade da mulher de empreender independe do dinheiro e ainda é uma realidade constante.

Vejo isso como um atraso em vários sentidos, uma vez que acredito no poder das mulheres como profissionais e líderes de suas empresas e, que se nossa sociedade fosse menos machista, teríamos muito mais empresas lideradas por elas. O empreendedorismo feminino é bom para todos, pois gera mais empregos, mais renda, faz o dinheiro girar, ajuda a aquecer a economia, o mercado e a fortalecer nosso país. Portanto, não tem porque não apoiar o movimento empreendedor feminino e não buscar fortalecê-lo!

Empreendedorismo feminino e os seus desafios

 

Conhecer é a melhor forma de lidar com as dificuldades, por isso vamos ver quais são alguns dos principais desafios da mulher ao empreender e como o empreendedorismo feminino, mesmo assim, vai além. Confira:

Preconceito

 

Empreendedorismo feminino

Xixinxing/Shutterstock O machismo ainda é um dos principais desafios enfrentados pelas empreendedoras

Este, sem dúvida, é um dos maiores obstáculos que as mulheres precisam superar para empreender, uma vez que o preconceito masculino ainda é muito presente no meio empresarial. Embora haja avanços neste sentido, ainda é comum que a imagem da mulher seja associada a da “bela, recatada e do lar!”, que tem como obrigação apenas cuidar dos filhos e da família. Existe ainda uma ideia equivocada de que elas não são aptas a empreender e que são melhores sendo lideradas do que como líderes.

Refuto veementemente esta ideia, conheço grandes empreendedoras, donas de grandes, pequenas e médias empresas e que não perdem em nada para nenhum homem. Em meu programa de mentoria, o Acelerador Empresarial, por exemplo, tenho como mentorandas várias empreendedoras, dos mais diversos ramos, que quebraram paradigmas e que são cases bem-sucedidos de empreendedorismo feminino e de resultados muito acima da média.

 Lidar com as cobranças

 

Empreendedorismo feminino

Romolo Tavani/Shutterstock Para suportar a pressão de todos os lados, as empreendedoras precisam ter jogo de cintura

Também por conta do preconceito, as cobranças sobre as empreendedoras podem ser bem maiores do que aquelas impostas aos homens. Quando a mulher acerta, muitos dizem que é sorte e não reconhecem que, na verdade, isso é fruto de sua competência e trabalho, o que é bastante injusto.

Como empreendedor sei bem que os nossos desafios diários são muitos e que grande parte destas dores advém das inúmeras cobranças internas que nos fazemos. Porém, além disso, a mulher, muitas vezes é bombardeada de pressões de todos os lados: da família, do cônjuge, dos filhos e tem que ter muito jogo de cintura e inteligência emocional para superá-las e seguir em frente, firme e forte, por seu sonho.

Conciliar vida pessoal e profissional

 

Empreendedorismo feminino

G-stockstudio/Shutterstock Conciliar vida pessoal e profissional também é um dos desafios da mulher que empreende

Conseguir administrar sua empresa e também sua vida fora dela é mais um dos desafios enfrentados pelas empreendedoras. Para que nenhuma destas esferas seja negligenciada é importante contar com apoio da família e dos amigos, o que nem sempre acontece.

No início do negócio então esta é uma tarefa que pode ser ainda mais difícil, uma vez que até você conseguir ajustar o empreendimento e deixá-lo mais autogerenciável demora certo período, o que demanda tempo e dedicação quase que integrais à empresa e as suas demandas. Com isso, você tem menos tempo para os filhos, parentes, parceiro e amigos, o que causa certo conflito e eleva ainda mais as cobranças sobre as mulheres.

Falta de apoio

 

Empreendedorismo feminino

Ana Blazic Pavlovic/Shutterstock Muitas vezes, a falta de apoio da família é um dilema que a empreendedora precisa enfrentar também!

Todos os elementos acima podem ser resumidos no desafio da falta de apoio, que, às vezes, acontece por meio do preconceito, do excesso de cobranças e da dificuldade em aceitar que aquela mulher que está ali, além de esposa ou mãe, também é uma profissional e uma empreendedora que está em busca de realizar seus sonhos e de construir uma empresa de sucesso.

Se não bastasse tudo isso, a falta de apoio também se dá quando investidores hesitam em investir em um negócio liderado por mulheres, quando os bancos não dão o crédito que elas precisam para investir na expansão do empreendimento ou mesmo quando o governo burocratiza demais os processos para se ter uma empresa formalizada e começar a empreender.

Superação

 

Como vemos, as dificuldades no universo do empreendedorismo feminino são muitas, mas se você acha que estes desafios são capazes de fazer uma mulher desistir do seu negócio, está muito enganado. Na verdade tudo isso, ainda que em muitos momentos possa ser desanimador para as empreendedoras, também é uma motivação a mais para superar seus limites e seguir acreditando em suas ideias, abrir sua empresa, gerenciá-la com maestria e, sobretudo, para que elas se mantenham persistentes, resilientes e automotivadas até realizar seu sonho.

Portanto, se você é mulher e também deseja empreender e ser uma empresária de sucesso, não deixe que nada nem ninguém tirem de você seu espírito empreendedor. Acredite em si mesma e faça da sua vontade de fazer diferente, uma empresa que represente sua missão, visão e valores no mundo.

E você, também é uma empreendedora? Comente e compartilhe quais são os seus desafios e deixe seu comentário abaixo!