Teguh Jati Prasetyo/Shutterstock Cuidar do fluxo de caixa é importante para toda empresa crescer e prosperar

Hoje vamos te mostrar, empreendedor, como você pode agilizar seu fluxo de caixa e, assim, gerar mais lucros para sua empresa. Você já aprendeu como que funciona um mapa do negócio e do que ele precisa para que você consiga levar seu empreendimento para outro nível. Agora é hora de transformar seu fluxo de caixa em uma ferramenta a seu favor.

 

Esse mesmo texto está aqui no formato de vídeo, se preferir assistir clique abaixo.

Vamos listar e desdobrar o que você precisa saber para otimizar seus negócios. Afinal, como um dos principais departamentos da empresa é o que lida com seu dinheiro, nenhum empreendedor quer ver perdas e desperdícios passando despercebidos. Seu negócio pode não morrer por falta de lucro e sim foi falta de fluxo de caixa, sabia?

Dicas para Organizar seu Fluxo de Caixa

Situações muito cotidianas podem estar fazendo com que sua empresa perca credibilidade, lucros e também clientes novos. Se o empreendedor não tem o dinheiro na data certa para pagar um determinado volume de contas e tiver que sempre cobrir diariamente o que precisa pagar, ele não controla o que sobra no final do mês.

Então siga essas dicas para otimizar seu fluxo de caixa:

  • Implantando uma política de pagamentos: é necessário definir quais os dias em que você vai pagar seus fornecedores. Exemplo de ação seria definir que a sua empresa sempre paga 15 dias depois do serviço prestado. No Instituto Brasileiro de Coaching, a gente tem clientes que são da esfera pública e quando eles contratam, a empresa já sabe que vai receber 60 dias depois da prestação de serviço, por exemplo. Quanto mais força sua empresa terá no mercado, mais você precisará de uma política de pagamento que vá favorecer seu fluxo de caixa. Regras de como a sua empresa paga, quando e como ela vai efetuar o pagamento são atitudes que ajudam o empreendedor a não ter que que se preocupar em pagar contas todos os dias. Alguns departamentos precisam aprovar o pagamento até 30 dias antes, então você tem que entender o momento da sua empresa e fornecedores, pensar em como manter o fluxo de caixa acontecendo o tempo todo.
  • Negociação com fornecedores: sempre deve haver uma negociação antes de comprar algo, contratar um funcionário. A ideia é o empreendedor buscar o melhor custo benefício ao negociar com seus fornecedores. Busque vender a seguinte estratégia para o seu fornecedor: que você vai ser um parceiro, que pode oferecer divulgação durante esse contrato. Tenha em mente sempre três nomes de fornecedores para comparar. Afinal, uma negociação tem que agregar valor à sua relação com quem participa dos seus processos e também deve ajudar o fluxo de caixa a ter reduções significativas.
  • Aumentar o prazo/ ticket médio: se sua empresa fez 10 vendas e, 5 foram à vista e as outras foram em 10x, você tem um prazo médio de 5 parcelas por mês. O empreendedor tem que treinar sua equipe para oferecer sempre três propostas como: desconto maior a vista, parcelamento menor = desconto menor ou um parcelamento mais extenso. Deve-se criar uma estratégia em que seu ticket médio aumente sem interferir nos seus lucros. As suas variáveis do fluxo de caixa são: ou entra mais dinheiro ou sai menos dinheiro.
  • Eliminar ou reduzir desperdícios: toda empresa tem setores dentro dela em que existem desperdícios. Quando você avalia isso, sempre acaba encontrando algo que pode ser cortado. Por isso, o empreendedor tem que estar atento ao o que pode ser eliminado ou reduzido para que os valores do fluxo de caixa não se percam no meio do mês.

Então, o que achou dessas dicas preciosas? Elas vão, com toda a certeza, te ajudar a melhorar o que você já tem de melhor! Por isso, hora de compartilhar esse conhecimento com seus amigos e fornecedores. Afinal, queremos todos lucrando em seus negócios!