Conheça um pouco mais da história de Henry Ford

Conheça um pouco mais da história de Henry Ford

Em nossa carreira, precisamos de exemplos para nos incentivar a sempre seguir em frente e não desistirmos de nos tornarmos empreendedores e empresários bem-sucedidos. Toda pessoa tem alguém em quem se espelha para se desenvolver e alcançar os objetivos que traçou para ter sucesso na vida; seja um grande empreendedor, que começou sua empresa sob as mais adversas situações, ou um pequeno empresário, que sabe como ninguém lidar com números e gerar bons resultados para a sua organização.
 
Independentemente da figura, é essencial ter um grande exemplo para se espelhar e se sentir, diariamente motivado a tornar seus sonhos e objetivos reais e mais palpáveis. Por isso, neste artigo escolhi falar sobre um dos maiores empreendedores que já existiram e que deu vida a uma das principais montadoras de automóveis da atualidade, a Ford. Vou te contar um pouco da história de Henry Ford e as razões que o tornaram um espelho para todo empreendedor.
 

Quem foi Henry Ford?

 
Nascido nos Estados Unidos, na cidade de Springwells, Michigan, em 1863, Henry Ford iniciou seus interesses por motores na fazenda da família, onde era responsável pela manutenção e reparos das máquinas e equipamentos. Aos 16 anos, após o falecimento da mãe, o ainda aprendiz de empreendedor mudou-se para Detroit e tornou-se operador de máquinas em algumas empresas da região. Mesmo não tendo muito interesse ou vontade de viver na fazenda da família, teve de retornar à mesma e passou a operar motores a vapor portáteis, para em seguida, aos 19 anos, ingressar na Companhia Westinghouse e trabalhar consertando e montando locomoveis a vapor.
 
Em 1887, já de volta à Detroit, Ford construiu o seu primeiro motor a explosão movido à gasolina, o que lhe garantiu, anos mais tarde, a possibilidade de investir tempo e dinheiro nesta paixão. Estando um pouco mais experiente e casado, em 1890 ele se torna engenheiro maquinista na Edison Illuminating Company, e, em 1893, pelo seu bom desempenho no cargo, recebe uma promoção e passa a ser o Engenheiro Chefe da empresa. A partir disso, surgiu à oportunidade de se dedicar ainda mais aos motores a gasolina e, em 1896, ele pode construir o seu primeiro veículo automotor, chamado de Quadriciclo, que, com o decorrer do tempo, foi sendo aperfeiçoado.
 
Estas experiências, junto à grande vontade de fabricar carros, deram a Ford à motivação necessária para abrir a sua própria empresa, a Detroit Automobile Company, porém, esta não vingou por conta de divergências entre os outros diretores da companhia, que não concordavam com a ideia da fabricação em massa de veículos como modelo padrão.
 
Mas isso não o fez desistir, pelo contrário, alguns anos depois ele investiu em uma nova empresa, desta vez focada na fabricação de carros de corrida, e mesmo não obtendo êxito com a esta empreitada, continuou e, com o apoio do projetista Harold Wills, montou o modelo 999, que passou a ser divulgado ao redor do país, devido à vitória de Barney Oldfield utilizando o carro. Este foi um marco fundamental na vida deste grande empreendedor, pois foi a partir do sucesso com a divulgação do automóvel, que ele obteve os rendimentos necessários para fundar a Ford Motor Company.
 

O início de uma era

 
Agora que você já sabe quem foi Henry Ford, é importante entender sobre o legado que ele deixou para o mundo em que vivemos atualmente. Ele não foi só o criador de uma das maiores montadoras de automóveis da qual nós já ouvimos falar, como também foi criador de todo um modelo de produção em massa, de toda uma filosofia de trabalho. Além de, é claro, ser um grande exemplo a ser seguido por todos aqueles que desejam ter seu próprio negócio e inspirar muitas outras pessoas através do que fazem.
 

A criação da Ford Motor Company

 
Aos 39 anos, em 1903, Henry Ford funda a fabricante de automóveis que o tornaria um dos maiores empreendedores do mundo, a Ford Motor Company, com exatos 28 mil dólares e mais doze investidores. Incomodado com o que vinha sendo feito no mercado automotivo naquele período, Ford enxerga a oportunidade de criar um carro que seja mais barato e acessível à classe média. Nasce então o Modelo T, em 1908, custando 850 dólares e fazendo um grande sucesso ao redor do mundo, com 15 milhões de modelos vendidos.
 
Diferentemente dos veículos que os consumidores encontravam no mercado, tratava-se de um modelo para ser utilizado no dia a dia e não só para passeios, o que veio a facilitar bastante à vida das pessoas naquela época.
 
Durante 20 anos Ford fabricou só o Modelo T, acreditando que todos poderiam ter um Ford, desde que fosse na cor preta. Somente em 1927 ele passa a fabricar o Modelo A, que poderia ser encontrado em diversas outras cores.
 

O fordismo

 
Como eu disse anteriormente, Ford não foi somente o fundador de uma grande montadora de veículos, foi também o criador de um modelo revolucionário de produção em massa de automóveis, que inclusive é utilizado até hoje. O fordismo nada mais é do que a fabricação de carros em uma linha de montagem, ou seja, as etapas de fabricação foram distribuídas em uma grande esteira rolante, onde cada funcionário da montadora é responsável por encaixar as peças do automóvel de forma padronizada.
 
O objetivo era fazer com que a montagem acontecesse de forma mais acelerada, para que fossem colocados cada vez mais Modelos T no mercado. Consequentemente, o carro poderia ser vendido por um valor mais acessível às classes um pouco menos favorecidas.
 

Uma nova filosofia de trabalho

 
Outra grande revolução que Ford implementou em 1914, foi uma nova filosofia de trabalho, que consistia em trazer maior bem-estar aos funcionários de sua empresa. Neste novo modelo, o empreendedor reduziu a carga horária de nove para 8 horas, em cinco dias semanais, e passou a pagar o valor diário de cinco dólares aos trabalhadores da fábrica.
 
Com isso, ele conseguiu trazer melhorias para o dia a dia de trabalho de seus funcionários, diminuir, consideravelmente a rotatividade de colaboradores e aumentar a eficiência de seu negócio.
 

Principais ensinamentos

 
Até aqui, tivemos a oportunidade de aprender muito com este exemplo a ser seguido por aqueles que desejam ter sucesso enquanto empresários e empreendedores. Mas além de grande de homem de negócios, apesar de não gostar da parte administrativa deste universo, Henry Ford nos deixou muitos ensinamentos que podemos aplicar não só em nossa vida profissional, mas também na vida pessoal. Confira algumas de suas frases mais marcantes e reflita um pouco sobre cada uma delas:
 
• “O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar com mais inteligência.”
 
• “Não encontro defeitos. Encontro soluções. Qualquer um sabe queixar-se.”
 
• “Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele.”
 
• “Se o dinheiro for a sua esperança de independência, você jamais a terá. A única segurança verdadeira consiste numa reserva de sabedoria, de experiência e de competência.”
 
• “Há um punhado de homens que conseguem enriquecer simplesmente porque prestam atenção aos pormenores que a maioria despreza.”
 
• “Não nos tornamos ricos graças ao que ganhamos, mas com o que não gastamos.”
 
• “Estar decidido, acima de qualquer coisa, é o segredo do êxito.”
 
• “O passado serve para evidenciar as nossas falhas e dar-nos indicações para o progresso do futuro.”
 
• “O melhor uso do capital não é fazer dinheiro, mas sim fazer dinheiro para melhorar a vida.”
 
• “A única história que vale alguma coisa é a história que fazemos hoje.”
 
• “Até um erro pode revelar-se um elemento necessário a um feito meritório.”
 
Não é a toa que Henry Ford é um espelho para todo empreendedor. A partir destas frases é possível perceber o quão sábio ele era e como ele utilizou toda esta sabedoria para fazer seus negócios prosperarem. Foram 83 anos de história, bem vividos, interrompidos por uma hemorragia cerebral, em 1938.
 
Espero que você tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre a vida e obra de Henry Ford. Se você tem alguma dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário e vamos trocar experiências. E continue acompanhando meus conteúdos, tanto por aqui quanto através de minhas redes sociais.