Expansão do quadro de funcionários: saiba o momento certo para fazer!

Expansão do quadro de funcionários: saiba o momento certo para fazer!

Chega um momento em toda a empresa que as demandas começam a crescer e somente o empreendedor e/ou seu pequeno quadro de funcionários não são capazes de atendê-las. Eu mesmo passei por isso quando comecei meu negócio. Costumava fazer praticamente tudo sozinho, mas percebi que não sobrava tempo para me dedicar ao essencial: elaborar estratégias para o crescimento do meu empreendimento. Foi então, que aumentei o número de colaboradores e abri mão de aproximadamente 80% daquilo que fazia para confiá-los a profissionais competentes. Desta decisão, eu tenho colhido um balanço de resultados altamente positivos.
 
Aposto que você deve estar se perguntando quando é o momento adequado para seguir os meus passos e expandir o quadro de funcionários da sua empresa, correto? Minha resposta: quando o aumento do trabalho está começando a interferir na qualidade do produto/serviço. Apesar de parecer óbvio, essa não é uma decisão fácil de ser tomada e exige muita cautela e avaliação para constatar se sua empresa está efetivamente preparada para a contratação. O próximo passo é escolher a pessoa (ou as pessoas) adequada.
 

Sua empresa está preparada para expandir o quadro de funcionários?

 
Vamos começar com a avaliação da sua empresa. Isso dependerá muito dos seus negócios, mas certamente, algumas dicas são fundamentais para se certificar de que esse realmente é o momento certo de expandir o seu quadro de funcionários.
 

A qualidade dos Produtos/Serviços está começando a cair

 
Não permita que o nível de qualidade da sua produção caia porque não dispõe de quadro de funcionários suficiente para atender a demanda. Você deve pensar em novas contratações quando verificar que seus colaboradores atuais não estão conseguindo dar conta de tanto trabalho. Se, por um lado, eles podem ficar desmotivados devido à sobrecarga, por outro, é bem provável que seus clientes falem mal de sua empresa. O resultado? Baixa produtividade e retorno negativo para seus negócios.
 
Verifique se a sua empresa está passando por alguma dessas situações que acabei de citar. Em caso positivo, é melhor investir o quanto antes em mais funcionários do que deixar que esses problemas acarretem em prejuízos a médio ou longo prazo. Além de valorizar os seus funcionários, você fidelizará seus clientes e crescerá ainda mais.
 

Considere os custos

 
Se por um lado, expandir o quadro de funcionários é fundamental para o crescimento de seu negócio, por outro, traz custos fixos que devem ser ponderados. Será que sua empresa terá como arcar novas contratações? Coloque no papel todos os gastos, que variam de acordo com o sindicato da categoria, cargo, ramo de atividade, tipo de contrato e benefícios oferecidos. Nas despesas, também devem entrar os encargos sociais estabelecidos por lei que pesam no bolso do empreendedor. São eles: férias remuneradas, 13º salário, aviso prévio, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), INSS sobre a remuneração, entre outros.
 
Mas como saber que os lucros futuros de sua empresa serão suficientes para arcar com todos esses gastos? Planejando! Contar com um bom plano de fluxo de caixa o ajudará a prever suas entradas e saídas para se certificar de que realmente conseguirá assumir esse novo compromisso. Recomendo se basear em seu histórico de vendas para ter noção dos seus ganhos fixos. Você também pode ampliar essa visão, ao estudar o mercado, concorrentes e possibilidades de expansão do seu negócio.
 

Contrate na época ideal

 
Dependendo do seu ramo de atuação, pode ser que o aumento da demanda apresente-se sazonalmente. Você deve identificar esses períodos e, com base nas dicas anteriores, elaborar um planejamento para conseguir completar o seu quadro de funcionários.
 
Pensando no mercado como um todo, se a sua empresa precisa ampliar a mão de obra em determinada época do ano, seus concorrentes também ficam nessa mesma situação. Nesse sentido, o planejamento mais uma se mostra fundamental para conseguir os profissionais mais adequados antes das outras empresas.
 

Contratando de forma eficaz

 
Deu para perceber que expandir o quadro de funcionários não é algo simples, não é mesmo? Os gastos pesam muito no bolso do empreendedor, e podem ficar ainda mais altos se admitir a pessoa errada. No nosso dia a dia, nem sempre damos atenção adequada a esse processo e acabamos contratando de qualquer jeito. Achamos que ganhamos muito tempo, quando na verdade, o perdemos.
 
Sempre recomendo em minha mentoria a empreendedores três passos fundamentais para contratar funcionários de maneira assertiva. São eles:
 

1º Passo – Definir

 
Quando falo definir, estou me referindo a especificar o que o novo funcionário vai fazer; qual o perfil comportamental que deve ter, enfim, qual o escopo de trabalho do novo contratado. Para fazer isso de forma adequada, você precisa elaborar um Job Description, ou seja, descrição do cargo. Basta escrever em tópicos tudo o que a pessoa fará, mas de uma maneira específica. Por exemplo, imagine que você abriu uma vaga de designer. Coloque todas as funções do contratado: criação de banners, diagramação de folders, entre outras, o mais detalhado possível.
 
Pra que fazer isso? É que no momento da entrevista, contar com essa lista de atividades do seu novo funcionário o proporcionará mais precisão para identificar os candidatos que tenham as habilidades técnicas necessárias à execução das tarefas propostas.
 

2º Passo – Captação

 
Captação do quê? De currículos! Aqui, você pode usar vários recursos, ou seja, canais para encontrar profissionais. Exemplo: ferramentas on-line, como Catho, Infojobs, Monster, muitas das quais gratuitas, em que você inscreve a vaga e obtém currículos. Outro método bem contemporâneo e que está em alta no momento são as redes sociais. Divulgue em sua própria página, em grupos relacionados ou use o LinkedIn, plataforma específica de relacionamentos corporativos. Pedir indicações aos seus funcionários atuais também vale! São diversos meios para conseguir atrair o máximo de pessoas possíveis interessadas e aumentar as chances de encontrar aquela que você procura.
 
Nessa etapa, você também pode fazer aquilo que chamo de triagem para filtrar candidatos ainda mais alinhados com o perfil da vaga e facilitar o processo de seleção (que será o próximo passo). Sugiro que encaminhe testes para a pessoa fazer e assim poderá constatar se ela efetivamente tem competência técnica.
 

3º Passo – Seleção

 
Na seleção, você terá uma conversa pessoal ou on-line com o candidato escolhido. É aqui que poderá constatar se a pessoa selecionada está alinhada ao perfil definido no primeiro passo. Por isso, aquela etapa é tão importante!
Minha dica poderosa para a seleção/entrevista ser eficaz é fazer perguntas que estimulem as pessoas a demonstrar no seu histórico profissional se têm efetivamente às competências que você está buscando. Vamos supor que você esteja precisando de alguém analítico para exercer algum cargo em seu departamento financeiro. Além de perguntar para a pessoa se ela é atenta aos detalhes, você também deve pedir para que ela conte alguma experiência de sua trajetória profissional em que foi extremamente atenta.
 
Conduza a entrevista, portanto, sempre procurando evidências daquilo que você está buscando no profissional. Assim, você se certifica de que a pessoa realmente tem as competências necessárias para exercer o cargo.
 
Não negligencie nenhum desses passos se quiser evitar a rotatividade ou outros problemas relacionados à má contratação. Lembre-se de que custa caro admitir as pessoas erradas e no momento errado!
 
Espero que estas dicas tenham ajudado você. Compartilhe com seus contatos e me ajude a continuar produzindo sacadas gratuitas e assertivas para você levar seu negócio a outro nível! Lembre-se disso, experimente colocar estas dicas em prática e eleve a chances de sucesso do seu negócio. Até a próxima!