Saiba mais sobre Negócio Próprio e Franquia

Saiba mais sobre Negócio Próprio e Franquia

Uma das questões mais pertinentes de quem deseja se tornar empreendedor diz respeito a escolher entre negócio próprio ou franquia para dar início à sua jornada de consolidação no mercado. O primeiro ponto importante é que a escolha deve ser guiada pelo perfil do empresário, bem como pelo direcionamento da sua paixão. Algumas pessoas têm desejo de crescer a partir de uma empresa própria e outras têm mais forte o desejo de deixar sua marca no mundo através de produtos ou serviços inovadores.

Saiba mais sobre estratégias para seu empreendimento. Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!

Devo Escolher Negócio Próprio ou Franquia?

Para quem está diante desse dilema, o mais interessante é ficar a par das vantagens e desvantagens de cada modelo para encontrar aquele que tem mais a ver com o seu perfil. Confira os pontos que abordei abaixo.

Passos para abrir um negócio próprio

Se você está pensando em criar uma companhia a partir do zero, deve conhecer quais são os passos a serem seguidos para que o sonho se torne realidade.

1 – Ideia: tudo começa com uma ideia, que deve ser a solução para uma demanda de um determinado público.

2 – Planejamento do negócio: com a ideia na cabeça, o passo seguinte é planejar como a companhia será inserida no mercado. Isso inclui fazer estudos de viabilidade do empreendimento, determinação de público-alvo, análise da concorrência, entre outros pontos que merecem atenção para deixar claro que é possível ser bem-sucedido.

3 – Local de funcionamento: identifique quais são as exigências para que seu negócio possa funcionar e encontre um espaço que atenda a todas as demandas.

4 – Abrindo a empresa: a ideia precisa estar formalizada para que possa ser colocada em prática na vida real. Fique atento a questão burocrática no que diz respeito a documentos, pagamento de taxas, fiscalização, entre outros.

5 – Adote um modelo de gestão: o gerenciamento assertivo da sua companhia é o que contribuirá para que ela permaneça no mercado por anos. Se você não tem conhecimento de administração, deve procurar por alternativas para sanar essa falha.

Vantagens de abrir um negócio próprio

Criatividade: uma empresa criada a partir do zero pode atender a uma nova demanda com produtos ou serviços criativos e diferentes do que já existe, tendo chances de apresentar crescimento em escala e até de se tornar disruptiva (que altera o seu mercado).

Flexibilidade: ao contrário do modelo de franquia, uma companhia própria pode ser gerida sem a necessidade de seguir um modelo engessado. Trabalhar dentro de um padrão pode ser difícil para muitos empresários. Isso inclui, também, toda a questão visual da identidade da organização.

Lucro: sendo um negócio próprio, o lucro gerado pelo mesmo se mantém com o criador.

Desvantagens de abrir um negócio próprio

Falta de conhecimento: não ter o aporte de uma franquia significa se inserir no mercado por sua própria conta e risco.

Investimento elevado: montar uma empresa a partir do nada pode ter um custo mais alto para o empreendedor.

Centralização: o empresário pode ter que centralizar todo o trabalho se não tiver sócios e essa sobrecarga acarretar em dificuldades para a consolidação.

Passos para abrir uma franquia

Conheça quais são os passos para abrir uma franquia.

1 – Escolha da franquia: esse momento é muito importante e exige ampla análise das possibilidades, o empresário deve focar em empresas de produtos e/ou serviços em áreas com que tenha afinidade para aumentar suas chances de sucesso. Além disso, deve ser um negócio possível, isto é, que esteja dentro do seu orçamento de investimento.

2 – Burocracia: ao se interessar em abrir uma franquia, é necessário fazer uma proposta para a rede e, se obtiver aprovação, assinar o contrato para dar início ao trabalho. Lembrando que, também, é um processo burocrático, assim como a abertura de uma companhia própria.

3 – Etapa de treinamento: para garantir que a franquia irá funcionar alinhada com a rede, será necessário passar pela etapa de treinamento do franqueador. Trata-se de um período em que o empresário irá aprender qual é a forma de produzir e/ou comercializar os produtos da marca seguindo o padrão predeterminado.

4 – Funcionamento dentro do padrão: cabe ao franqueado abrir o empreendimento com foco em manter o padrão e, no decorrer do tempo de mercado, ir corrigindo os erros. É crucial estar alinhado com a imagem da marca.

Vantagens de abrir uma franquia

Conhecimento: o franqueado abre seu negócio tendo como base os ensinamentos e manuais da franquia, algo que contribui para reduzir as suas chances de cometer erros.

Marca já conhecida no mercado: como a franquia já está inserida no mercado, conta com reconhecimento, de maneira que não precisa de um investimento tão elevado em marketing.

Custos menores: o sistema de compra de insumos para franquias é integrado, resultando em custos mais acessíveis.

Obtenção de lucros mais rapidamente: os lucros são obtidos mais rapidamente pelo fato de que já se trata de uma marca conhecida dos consumidores e tem o apoio da franqueadora, algo diferente do que num empreendimento próprio.

Desvantagens de abrir uma franquia

Menor autonomia: o franqueado deve seguir as orientações da franquia, de maneira que tem menor autonomia para fazer escolhas, começando, inclusive, pelo local em que estará o ponto comercial.

Padronização: pode ser uma desvantagem se o empreendedor deseja levar novidades para o mercado e precisa se restringir às regras.

Pagamento de taxas: o sistema de franquia prevê o pagamento de algumas taxas, como marketing, royalties, entre outros. Vale a pena se informar bem antes de tomar a decisão por uma marca.

Com os perfis traçados acima espero ter te ajudado a responder à pergunta se é melhor para você abrir um negócio próprio ou franquia. Deixe seus comentários abaixo e me conte qual acredita ser a opção mais interessante.

 

Negócio próprio ou franquia? Fique por dentro desse e outros assuntos relacionados. Inscreva-se agora no meu canal!