No começo das atividades empresariais não é fácil saber exatamente quanto ganha um empreendedor.

No começo das atividades empresariais não é fácil saber exatamente quanto ganha um empreendedor.

Momentos de crise econômica como a que se abateu sobre o Brasil nos últimos anos faz com que mais pessoas tenham o desejo de abrir o próprio negócio. No entanto, nem todo mundo sabe quanto ganha um empreendedor especialmente no começo das atividades empresariais. Consolidar-se no mercado pode levar algum tempo independente da área escolhida, estar preparado para viver com menos do que se espera é essencial para persistir no seu sonho.

Quanto ganha um empreendedor, na realidade?


Boa parte das pessoas que escolhe o caminho do
próprio negócio tem uma visão romantizada do mercado e acredita que em pouco tempo estará como os indivíduos que as inspirou com histórias de crescimento exponencial. O que esses empreendedores de primeira viagem ignoram é a trajetória de dificuldades para que se chegasse a aquele patamar. Não foi do dia para a noite que os empresários em questão conquistaram o status de sucesso.

Para se ter uma ideia uma pesquisa recente da Global Entrepreneurship Monitor apontou que em torno de 72% dos empreendedores brasileiros tem renda familiar mensal de até 3 salários mínimos, isso é menos de R$ 3 mil por mês. Destacam-se como cases de sucesso, recebendo mais de 9 salários mínimos (cerca de R$ 8.500,00 mensais), apenas 1,63% dos empresários. Nos últimos anos tem aumentado o número de empresários que fatura até 3 salários mínimos com seu negócio.

O Começo é Sempre Mais Difícil


Se o cenário que apresentei acima é diferente do que você imaginava, prepare-se para se surpreender ainda mais com os números referentes aos
empreendedores iniciais. Em torno de 46% afirma, para a mesma pesquisa citada acima, que tem faturamento mensal de cerca de R$ 1 mil, enquanto 30% diz que não tem nenhum retorno ainda. Nos primeiros meses é normal que a companhia não tenha lucros, pois se está construindo a estrutura e inserindo os produtos no mercado, leva algum tempo para que eles se tornem conhecidos.

O Papel da Economia


O faturamento dos empreendedores tem forte ligação com o cenário econômico, quando o país passa por uma recessão como a que nos acompanhou nos últimos anos é natural apresentar queda em diversos setores. Os consumidores têm seu poder de compra reduzido e, dessa forma, compram menos, o que impacta diretamente as empresas que dependem das vendas de seus produtos e serviços para crescerem. Comparativamente com os anos anteriores o Brasil está num momento positivo para o início de atividade empreendedora, os consumidores estão reconquistando seu poder de compra.

Cada Empresa Tem Sua Própria Realidade


Antes de explicar como mensurar o lucro da sua companhia, devo alertar que cada negócio tem sua própria lógica, isto é, pode ser que você esteja no grupo de empresários que em poucos meses recupera o seu investimento e observa a multiplicação do seu patrimônio. Geralmente. esse tipo de trajetória ascendente acontece com organizações que têm potencial para escalabilidade, ou seja, para crescer com rapidez reduzindo os seus custos quanto maior fica.

Muitas startups começam numa sala ou garagem e conquistam um número considerável de clientes e faturamento na casa dos milhões em pouco tempo. O que espero que fique claro para o leitor é que cada modelo de negócio tem uma vocação de crescimento sendo que existem algumas exceções em todos os setores. Os empresários que chegam ao mercado com sede de um faturamento muito alto podem ter uma decepção ao perceber que talvez leve meses ou anos para sair dos R$ 1 mil mensais, o que não pode é se deixar abater e desistir.

Como Calcular a Margem de Lucro Mensal da Sua Organização


A seguir vou dar dicas de como calcular a margem de lucro mensal do seu negócio para que você possa ter uma ideia de quanto irá faturar com seu empreendimento.

Cálculo do lucro mensal


O primeiro passo é conhecer o lucro mensal que pode ser bruto ou líquido.

Lucro Bruto = Receita de vendas – Despesas para a produção

Vamos imaginar que a organização X ganhou num mês R$ 3.000,00 e tem como custos R$ 1.200,00. Teríamos:

LB = 3.000 – 1.200 = 1.800

O Lucro Líquido é aquele em que são consideradas outras fontes de despesas como o aluguel do espaço em que a companhia funciona, por exemplo. Mesmo que o aluguel não tenha influência direta sobre a produção do item contribui para a sua precificação, se não houver espaço físico para a empresa funcionar não haverá produção.

Lucro Líquido = Lucro Bruto – Despesas fixas – Despesas variáveis.

Seguindo no exemplo da companhia X dado acima devemos considerar que houve R$ 200,00 de despesas variáveis e R$ 600,00 de despesas fixas, assim o cálculo fica:

LL = 1.800 – 600 – 200 = 1.000.

Cálculo da margem de lucro


O lucro mensal de uma empresa é obtido por meio de cálculo que relaciona o lucro líquido e o bruto e considera a receita de vendas. A fórmula é essa apresentada a seguir:

Margem de Lucro Bruto = Lucro Bruto / Receita de vendas x 100%

Considerando o exemplo dado acima teríamos como resposta da margem de lucro bruto 60%.

Margem de Lucro Líquido = Lucro Líquido / Receita de vendas x 100%

Teríamos ainda considerando a margem de lucro uma porcentagem de 33%.

Gostou de saber mais sobre a realidade de ganhos de empreendedores brasileiros? Deixe o seu comentário!

 

Saiba mais sobre empreendedorismo para pequenas e médias empresas! Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!