Veja dicas de como abrir um restaurante com poucos recursos

Veja dicas de como abrir um restaurante com poucos recursos

Saber como abrir um restaurante com menos capital é fundamental para quem deseja se inserir no setor alimentício e não têm necessariamente muitos recursos. Saiba que embora inicialmente pareça bem difícil é possível atender as pessoas com qualidade sem ter que fazer investimentos grandiosos. O segredo está em mensurar o quanto será investido em relação ao retorno esperado.

7 Dicas de como abrir um restaurante com poucos recursos

O seu sonho de ter um restaurante próprio pode ser realizado com mais facilidade do que você imagina. Muitos empreendedores de primeira viagem acreditam que é necessário ter um capital considerável para tirar seu sonho do papel, mas na verdade elaborando uma estratégia com inteligência fica bem mais simples e menos custoso.

1 – Delivery

Você chegou a esse artigo porque provavelmente sonha em abrir um restaurante, porém, saiba que é possível dar contornos de realidade para seu projeto investindo no sistema de delivery inicialmente. Se o seu negócio tiver como base somente o atendimento de entrega dos pratos poderá ter como base de operações a cozinha da sua casa. Conforme a sua marca e o seu tempero se tornarem mais conhecidos – e o seu delivery rentável – é possível evoluir para um espaço de atendimento aos clientes.

2 – Restaurantes podem ser pequenos

Se toda vez que você pensa em abrir um restaurante imagina um local com um salão a perder de vista reconsidere essa imagem, pois ela pode fazer com que você leve mais tempo para conseguir realizar seu intento. Lembre-se de que restaurantes podem ser pequenos ou médios, quanto menor o empreendimento menos custos operacionais com equipamentos, aluguel do espaço, gastos de energia e água, pessoal e cozinha entram na sua conta. Não tem nada de errado em começar num espaço pequeno para depois se mudar para um lugar maior ou até mesmo abrir filiais.

3 – Tenha um cardápio conciso

Sabe qual é um dos principais custos gerados por um restaurante? A aquisição e armazenamento de insumos para preparar os pratos do cardápio. No momento em que estiver elaborando o cardápio inicial do seu restaurante siga a lógica do ‘menos é mais’, se o seu estabelecimento oferecer poucas, mas boas opções se tornará uma das escolhas certeiras dos clientes, tenha certeza.

Você pode reduzir ainda mais os custos se pensar em pratos que tenham alguns ingredientes em comum podendo fazer compras de volumes maiores de insumos obtendo assim mais desconto. Fique atento ainda a outro detalhe, aposte em menos itens que sejam altamente perecíveis haja vista que eles geram mais custo de manutenção. Jamais abra mão da qualidade dos insumos, porém, pesquise bem para encontrar os melhores fornecedores de custo e benefício.

4 – Padronize os preparos

Para garantir que as receitas sejam preparadas com padrão – para que não haja discrepâncias entre os clientes – e também para evitar desperdícios vale a pena usar o recurso de ficha técnica, isto é, ter etapas descritas e bem definidas reduzindo desperdício de ingredientes. Mesmo que os recursos não sejam escassos é responsável trabalhar evitando desperdiçar em especial quando o produto em questão é alimento.

5 – Tenha um bom planejamento de dias e horários de funcionamento

Nem todo restaurante se dá bem atendendo no almoço e no jantar, alguns estabelecimentos podem dar prejuízo abertos em ambos os horários por não atrair uma clientela significativa num dos momentos. Faça uma análise de quem é o público-alvo do seu restaurante, será os funcionários de empresas ao redor na hora do almoço que buscam um buffet ou quem quer um bom jantar em família?

A configuração, visual, cardápio e outros elementos ajudam a delinear quem é o público que irá se interessar pelos seus serviços de maneira a ser mais simples determinar quais os horários em que deve abrir. Atenção ainda que pode ser que nem todos os dias sejam interessantes para o seu empreendimento ostentar a placa de ‘aberto’. Você poderá fazer um teste inicial descartando os dias de baixo movimento.

6 – Equipamentos de qualidade

Para que seu restaurante se mantenha dentre as principais escolhas dos clientes é fundamental que o dono escolha equipamentos de qualidade. Ainda que seus recursos sejam escassos não vale a pena tentar economizar nos equipamentos, pois como muitas pessoas dizem ás vezes o barato sai caro. Se os seus equipamentos passarem mais tempo estragados do que servindo ao seu propósito terão custado diversas vezes mais.

7 – Fidelize os clientes

Encontrar formas de fazer com que os clientes do seu restaurante sempre queiram retornar é importante para manter a sua boa lucratividade. Saiba que comparativamente manter um cliente que já frequenta seu restaurante custa em torno de 70% menos do que conquistar um cliente novo. Há algumas formas de incentivar que os clientes retornem como oferecer descontos de acordo com a frequência do indivíduo no restaurante ou então apostar num atendimento diferenciado.

Gostou dessas dicas de como abrir um restaurante com poucos recursos? Compartilhe em suas redes sociais!

 

Copyright: www.suafranquia.com