Descubra como a Hora Extra deve ser calculada

Descubra como a Hora Extra deve ser calculada

Saber como calcular hora extra corretamente é essencial para que a sua empresa evite disputas judiciais no âmbito trabalhista e para que se mantenha regular. Embora seja comum que alguns colaboradores façam algumas horas mais da sua jornada, em muitas companhias ainda existem dúvidas sobre essa questão específica da legislação CLT. Tire todas as suas dúvidas a seguir e faça esse cálculo assertivamente.

Saiba mais sobre as leis trabalhistas. Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!

Como Calcular Hora Extra – Todas as Questões Relevantes

Abaixo você poderá entender melhor algumas questões relevantes no que diz respeito ao cálculo de hora extra, desde quem tem direito, até a maneira correta de chegar aos valores.

O Que é Hora Extra?

De acordo com a legislação trabalhista brasileira, os indivíduos podem trabalhar no máximo 8 horas por dia e 44 horas por semana, salvo em casos específicos. No entanto, existe a possibilidade de prolongar a jornada de trabalho em algumas horas quando isso for necessário, recebendo um valor adicional por esse tempo, a chamada hora extra.

O tempo extra de trabalho pode ser antes ou depois do início oficial da jornada ou, até mesmo, durante os seus períodos de intervalos. O valor da hora extra paga deve ser, no mínimo, 50% a mais do que o valor da hora convencional e podem ser acrescidas no máximo duas horas complementares.

Quem Pode Usufruir de Hora Extra?

Servidores públicos têm direito a receber adicional por horas extraordinárias. Trabalhadores cujas funções não sejam passíveis de controle de tempo de jornada como, por exemplo, vendedores externos e motoristas não têm direito a esse benefício. Porém, em relação aos motoristas, há o adendo de que se eles preencherem fichas oficiais de entregas de mercadorias, tornando possível a verificação do seu tempo de trabalho, poderão receber a mais por horas além do máximo de 8 por dia e 44 semanais.

Colaboradores que tenham sido contratados no regime de tempo parcial não podem fazer horas extras. A PEC das empregadas domésticas adicionou à lei o direito de hora extra para essa categoria, nesse caso o adicional deve ser de 50%. É importante que o empreendedor faça uma pesquisa e esteja por dentro dos direitos específicos dos seus colaboradores para evitar cometer irregularidades.

Como Fazer o Cálculo de Hora Extra?

O conhecimento das regras é essencial para saber quem tem ou não direito a horas extras, contudo, o mais relevante é saber como fazer esse cálculo. O primeiro passo é saber qual é o valor da hora de trabalho do funcionário para chegar ao valor adicional que deverá ser pago.

Dia da semana: o valor adicional da hora extra é de 50% a mais do valor da hora de trabalho durante a semana (segunda a sexta-feira) e de 100% a mais quando nos finais de semana e feriados.

Valor da hora de trabalho: vou usar um exemplo para ilustrar o cálculo. João é funcionário da companhia X, trabalha um total de 220 horas mensais e recebe salário de R$ 1.540,00 por mês. Para saber o valor da hora de trabalho dele devemos dividir 1.540 / 220 que resulta em 7, isso significa que o valor do seu salário por hora é de R$ 7,00.

Valor de cada hora extra: o cálculo da hora extra feita por João durante os dias de semana (segunda a sexta-feira) deverá ser calculado somando o valor da hora trabalhada com o acréscimo de 50% previsto na legislação. Sendo assim temos:

Valor da hora extra em dias de semana = 7 + 3,5 (50% da sua hora normal) = 10,5.

Sendo assim, cada hora extra feita por João durante a semana terá o valor de R$ 10,50.

No caso da hora extra em questão ser feita num final de semana ou feriado, o cálculo é diferente, pois o acrescido será de 100%, teremos então:

Valor da hora extra em finais de semana ou feriados = 7 + 7 (100% da sua hora normal) = 14.

Nesse caso, o valor de cada hora extra será de R$ 14,00.

Valor Total a Ser Pago Pelas Horas Extras

Por fim, para saber quanto o funcionário tem direito a receber de horas extras no final do mês, basta multiplicar o valor de cada hora pela quantidade de tempo extraordinário de jornada. Ainda seguindo o exemplo de João, vamos imaginar que ele fez um total de 15 horas extras durante dias de semana e 5 horas extras em final de semana.

Para chegar ao valor das horas extras de período de semana, devemos:

Valor a ser pago por horas extras feitas durante a semana = 15 x 10,50 = 157,50.

Já o cálculo das horas extras feitas no final de semana fica assim:

Valor a ser pago por horas extras feitas em finais de semana = 5 x 14 = 70

O salário total será de:

1.540 (salário normal) + 157,50 (horas extras semanais) + 70 (horas extras de final de semana) = R$ 1767,50.

Gostou da explicação de como calcular hora extra? Compartilhe com seus amigos e deixe seus comentários!

Hora extra e outros direitos do trabalhador, você confere no meu canal. Inscreva-se agora!