Processo Criativo nas empresas - Como funciona?

Processo Criativo nas empresas - Como funciona?

O processo criativo é fundamental para chegar a respostas eficientes para problemas que podem prejudicar o bom desempenho das empresas. No cenário atual, em que a competitividade chegou a níveis altíssimos, é crucial adotar abordagens criativas para se aproximar e vincular com o público. A qualidade do trabalho realizado está intimamente ligada a capacidade de inovação da companhia.  

Entenda como funciona o processo criativo nas empresas

Os indivíduos tendem a desenvolver seus próprios processos criativos no decorrer da sua formação como pessoa. No entanto, quando se integram a equipe de uma companhia é natural que esses indivíduos adotem a mecânica criativa do ambiente organizacional, até como uma maneira de se adequar ao ritmo e ao padrão de trabalho.

Entende-se por processo criativo as etapas e técnicas envolvidas para chegar a respostas inovadoras para a resolução de problemas. Os processos utilizados para delinear estratégias podem ser usados para desenvolver novas linhas de produtos, posicionar a marca junto a um público diferente, eliminar alguma barreira de crescimento entre outros. Devo mencionar o conceito de criatividade abrange desde as pequenas soluções para questões cotidianas até aquela que é necessária para uma produção artística.

Ações mentais essenciais para o processo criativo

Independente do nível de criatividade e problema que esteja em pauta para ser solucionado é necessário que a mente adote três ações: permanecer atenta, fugir do pensamento convencional e movimentar a imaginação. Abaixo vou explicar melhor cada uma dessas ações que podem contribuir para as equipes da sua companhia.

Mente atenta: Foco na questão

Nessa primeira etapa a mente deve estar focada na questão que precisa ser solucionada, repassar o contexto considerado qual o problema, como ele é impactante, porque ele precisa ser solucionado, qual a mensagem que ele transmite e quando precisa estar resolvido.

Mente em fuga: Adeus ao pensamento convencional

Após ter definido em sua mente qual é o problema o indivíduo deve buscar sair do lugar comum. O ser humano precisa compreender que a solução não deve ser gerada pela mesma metodologia com que foi criado o problema. Padrões e bloqueios devem ser deixados de lado para que se possa sair da zona de conforto mental e chegar a respostas mais estimulantes.

Mente em movimento: Dê espaço para que a sua imaginação flua

Criatividade anda de mãos dadas com a imaginação, quem deseja ser mais criativo precisa soltar as amarras ligadas ao processo de intensa racionalização. Nessa etapa é essencial que não se criem barreiras como tripudiar de ideias insólitas, por exemplo. Analogias e conexões são a base para chegar a uma resposta mais interessante e satisfatória.

Dicas de como impulsionar a criatividade na sua organização

A seguir listei algumas das principais técnicas de processo criativo que podem ser usadas em empresas assim como a indicação de quando são relevantes de serem usadas.

Brainstorming (Tempestade de Ideias)

Uma das técnicas de estímulo de processo criativo mais usada nas companhias de diferentes setores foi desenvolvida por Alex Osborn, publicitário norte-americano. Trata-se de uma dinâmica de grupo em que os indivíduos se reúnem com o objetivo de chegar a solução de um problema que pode ser determinar uma nova linha de produtos, a criação de uma campanha de marketing ou até mesmo questões gerenciais como as áreas em que se pode reduzir custos.

A palavra brainstorming pode ser traduzida como sendo uma tempestade de ideias, ou seja, os participantes darão sugestões de como resolver a questão proposta. Para que funcione é importante que o grupo receba uma orientação clara sobre o problema e as regras do processo.

O mais importante é que os indivíduos compreendam que devem gerar uma quantidade expressiva de ideias num espaço curto de tempo sem que haja qualquer tipo de prejulgamento. Na etapa seguinte será feita a análise das ideias geradas de maneira que se possa posteriormente avaliar as mais promissoras e finalmente chegar a solução ideal.

Método 365 (Brainwriting)

Trata-se de um brainstorming escrito, para que seja realizado com efetividade deve ter pelo menos seis pessoas participando. Os membros do grupo devem sentar-se em círculo com uma folha em que haja divisões. Num tempo curto os indivíduos devem registrar nos primeiros espaços da folha três ideias. A folha deve ser trocada com o participante que está a direita e num novo espaço de tempo registrar mais três ideias que sejam originais ou tenham relação com as anteriores.

O processo deve continuar até que a folha esteja totalmente preenchida, para finalizar as ideias são analisadas pelo grupo e as melhores podem ser adotadas para solucionar a questão em pauta.

Mind Map (Mapa Mental)

Técnica que permite organizar as ideias com mais assertividade de acordo com o contexto do problema. Contribui para que as informações e conceitos que têm ligação com o tema central sejam devidamente conectados. A base do mapa mental é o uso de um recurso gráfico que tem o formato de fluxograma. Permite estabelecer uma espécie de sumário em que as informações são provenientes de diferentes fontes de maneira a fazer um planejamento mais eficaz.

Gostou de conhecer mais sobre como funciona e como pode ser estimulado o processo criativo em empresas? 

Copyright: 1444629338 – https://www.shutterstock.com/pt/g/d8nn