Veja dicas de como eliminar o efeito chicote

Veja dicas de como eliminar o efeito chicote

O efeito chicote é um dos fatores que mais prejudiciais para a logística de uma empresa podendo acarretar em sérios prejuízos e na incapacidade de atendimento das demandas dos consumidores ou em estoques encalhados. Estabelecer uma lógica assertiva para os diversos processos que dão origem a produção da sua companhia é fundamental para mantê-la com saúde financeira e produtiva.

O que é efeito chicote?

Recebe o nome de efeito chicote a discrepância entre as demandas reais dos consumidores e o que foi previsto pelo setor de produção da empresa. Somente tendo como base informações assertivas a respeito do que os consumidores precisam as companhias poderão planejar corretamente a compra de suprimentos e a criação de um estoque que alimente tais demandas.

Quando há diferença entre a demanda real do público-alvo e o que foi produzido – seja para mais ou para menos – ocorrem uma série de episódios problemáticos para a organização. Tendo produzido menos do que os consumidores desejam consumir a empresa acaba deixando de atender seu público enquanto se produzir excessivamente terá um estoque encalhado. Em ambos os casos o resultado é o mesmo, um rombo nas finanças da companhia.

Falsa impressão

Provavelmente você está se perguntando como o efeito chicote acontece inclusive em organizações que mantêm um rigoroso processo de acompanhamento das vendas de seus produtos. Geralmente o fator que desencadeia essa discrepância entre produção e consumo é uma falsa impressão do mercado, isto é, uma ideia distorcida da realidade de compra.

Vou exemplificar, imagine uma marca de sabonetes X que comercializa seus produtos em redes de supermercados. Numa determinada época do ano uma das redes de supermercado decidiu fazer uma grande promoção de sabonetes e os consumidores levaram uma quantidade bem acima do normal para casa. Numericamente – sem o conhecimento da oferta – o gestor da marca X poderá acreditar que houve um aumento de demanda tomando providências para aumentar sua produção.

Contudo, os consumidores dificilmente irão comprar mais sabonetes nesse momento porque já levaram para casa o suficiente para mais de um mês. Lembrando que o contrário também é possível, uma organização pode fazer uma previsão incorreta da demanda dos seus consumidores contando com menos insumo do que o necessário em seu estoque não conseguindo atender a procura.

4 Dicas de como reduzir custos com logística eliminando o efeito chicote

Como já deve ter ficado claro para ter uma logística eficiente e com menores custos é imprescindível eliminar o efeito chicote, sendo assim as dicas que listei abaixo dizem respeito a como dar fim a problemas na sua cadeia de suprimentos chegando a uma produção alinhada com as necessidades do mercado.

1 – Comunicação entre os setores da companhia

As distorções que aparecem nos gráficos das organizações e que podem causar falsas impressões de aumento de vendas surgem porque há desconhecimento de diferentes setores a respeito de ações específicas. Por exemplo, o setor de vendas da empresa deve informar aos demais setores que está realizando uma campanha de impulso das vendas para alguns fornecedores.

Com esse dado o setor financeiro da companhia conseguirá perceber que não houve realmente um aumento da demanda e sim um pico de vendas por condições financeiras mais favoráveis. Pode parecer pouco, mas a comunicação entre setores evita que seja coordenado um esforço para aumentar a produção sem que haja uma demanda real.

2 – Trabalho em sintonia com os parceiros

Acima citei a relevância da comunicação interna, porém, também é fundamental que haja um trabalho efeito de comunicação com os parceiros de venda. Manter-se informado a respeito das vendas e dos motivos reais para aumento ou queda influencia no alinhamento assertivo da procura e da oferta. No caso de médias e grandes empresas isso pode ser feito por meio de sistemas interligados. Para os pequenos negócios fica a dica de manter um contato direto com seus pontos de venda.

3 – Atenção ao seu desempenho operacional

A forma mais eficaz de reduzir custos logísticos é trabalhar com a diminuição dos seus lotes de entrega. O segredo está em reduzir os custos fixos gerados em cada pedido podendo manter a sua margem de lucro e oferecer condições melhores para os seus parceiros. Ter um sistema que permite o acompanhamento dos pedidos também é uma excelente estratégia.

4 – Confiança é uma via de mão dupla

Os gestores devem ter em mente que a confiança deve ser cultivada tanto do lado das suas companhias quanto dos fornecedores e parceiros. Estabelecer um trabalho em conjunto em que estejam especificadas melhorias contínuas para ambas as partes é uma forma de reduzir os custos de logística e ter uma base para se manter bem informado a respeito do andamento das vendas com suas particularidades.

O efeito chicote pode ser bastante prejudicial pelo simples fato de que estabelece como real uma situação que não está alinhada com o que o mercado espera. Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

 

Copyright:1184389432 – https://www.shutterstock.com/pt/g/fizkes