Saiba o momento certo de fazer uma Contraproposta

Saiba o momento certo de fazer uma Contraproposta

O momento atual do mercado em que é difícil encontrar profissionais devidamente qualificados está tornando mais comum a prática da contraproposta, muitas empresas têm apostado em oferecer condições especiais para que seus funcionários permaneçam mesmo tendo recebido ofertas de outras companhias. Dentre os profissionais ainda existe alguma desconfiança em relação a essa negociação. É essencial que os gestores utilizem essa carta na manga nos momentos mais assertivos.

O Que é a Contraproposta?

Recebe o nome de contraproposta a oferta que uma empresa faz para um funcionário que está pedindo demissão, geralmente por ter outro emprego em vista. Trata-se de uma tentativa de convencer a outra parte a permanecer mediante a concessão de algumas vantagens como aumento salarial ou mesmo uma promoção. Observando que o colaborador solicitou o desligamento da sua companhia para poder assumir outro posto é necessário considerar que ele entende o novo trabalho como mais vantajoso.

Então a contraproposta deve ser tentadora a ponto de fazê-lo hesitar e cogitar aceitar. O gestor que está disposto a tentar essa estratégia deve ter em mente que não será fácil persuadir o indivíduo a ficar, mas que pode tentar. A base uma oferta para que o empregado fique deve ser vantagens que sejam irrecusáveis sob diferentes pontos de vista.

Quando Fazer Contraproposta?

Essa é uma dúvida que paira sobre a cabeça de muitos gestores, quais são as situações em que vale a pena se expor e fazer uma contra oferta para que o colaborador não deixe o quadro da organização. A primeira coisa que devemos dizer é que essa estratégia não deve ser usada com todo e qualquer colaborador que pede para se desligar da sua empresa. Nunca é bom que um indivíduo se torne tão imprescindível para uma companhia que a mesma não possa seguir sem ele, mas em alguns casos isso acontece.

Ao observar que há um funcionário que tem um papel chave para que seu negócio siga em frente saiba que para ele vale a pena fazer uma proposta no sentido de retê-lo. Analise o quanto o indivíduo é estratégico para o negócio e o quanto será difícil substituí-lo. No entanto, tenha cuidado para não se tornar refém desse empregado, isto é, chegar a um ponto em que se tenha que fazer mais concessões do que é possível. A sustentabilidade da proposta é crucial para que no caso do colaborador concordar ser possível entregar tudo o que foi previamente combinado.

Posso Manter a Proposta Que Fiz?

A pergunta que todo gestor deve se fazer ao realizar uma contraproposta para os seus colaboradores. Não se deve analisar a situação de demissão com desespero de não saber como substituir a pessoa que está indo embora. Há diversos casos em que a empresa promete coisas que na prática são impossíveis para a simples retenção do empregado.

Essa forma de agir além de antiética é também prejudicial ao bom andamento da companhia, pois o funcionário que eventualmente ficou acabará descontente e realizando seu trabalho com descaso. E tenha certeza que na primeira oportunidade o indivíduo encontrará outra oferta tentadora para aceitar e irá embora. Quando não se tem condições de manter um profissional, independente de quão bem qualificado ele é, o mais indicado é deixá-lo partir e investir numa boa contratação.

Dúvidas Que Podem Surgir Para o Funcionário

Os colaboradores que recebem uma contraproposta tendem a ter alguns questionamentos pertinentes. Em primeiro lugar eles se perguntam se a sua lealdade não passará por dúvidas uma vez que cogitaram sair do quadro de colaboradores e voltaram atrás mediante um aumento ou outra vantagem. Outro ponto é que esses profissionais se perguntam se tendo passado por essa situação não acabarão sendo descartados para eventuais promoções haja vista que o gestor pode ficar com o pé atrás por um bom tempo.

Alguns profissionais aventam a possibilidade de que o aumento oferecido na contraproposta já seria dado futuramente, está apenas sendo adiantado ou então que a empresa teria esse recurso há algum tempo e não quis investir nele. Por fim pode ser que pareça para algumas pessoas que as vantagens só apareceram pela ameaça de ir embora. O gestor que decide entrar na batalha para ficar com o funcionário deve estar preparado para ter uma conversa franca com o colaborador de maneira a dissipar essas questões. Obviamente o gestor deve atentar para não cultivar tais desconfianças.

Como Evitar Ter Que Fazer Contraproposta

Para não ter que fazer contraproposta para seus colaboradores a dica é bastante simples, transforme a sua companhia num lugar em que ninguém deseja pedir demissão. Pode parecer complicado, mas não é, basta trabalhar com foco em boas condições de trabalho e remuneração justa compatível ou acima do mercado. Se a sua companhia não ter recursos para pagar altos salários deve investir na valorização do ser humano por meio da oferta de possibilidades de capacitação ou mesmo flexibilidade de horários. Os profissionais estão cada vez mais analisando a questão humana.

Gostou dessas dicas sobre contraproposta? Compartilhe em suas redes sociais!

 

As melhores dicas para pequenas e médias empresas! Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!