Cultura Colaborativa - Saiba mais

Cultura Colaborativa - Saiba mais

Muito se tem falado a respeito da cultura colaborativa nos últimos tempos como um recurso para conseguir posicionar empresas de diferentes segmentos com mais assertividade no mercado. A construção de um ambiente organizacional salubre, tranquilo e no qual os funcionários troquem experiências e habilidades é essencial para ter uma marca mais forte.

Afinal, o que é cultura colaborativa?

O trabalho de equipe está sendo cada vez mais reconhecido como peça chave para as organizações se destacarem de suas concorrentes. Nesse contexto a cultura colaborativa conquistou um espaço relevante como um elemento de aproximação entre os componentes das equipes. Trata-se de uma forma de trabalho em que todos contribuem para o desenvolvimento das estratégias que visam conquistar os resultados benéficos a todos.

No dia a dia o fortalecimento desse pensamento colaborativo contribui para disseminar os valores organizacionais entre os funcionários. Há uma entrega mais verdadeira e completa dos talentos dos colaboradores para o alcance dos objetivos corporativos. Torna-se possível o desenvolvimento individual e coletivo dos funcionários, as pessoas perdem o medo de compartilhar seus conhecimentos.

Confira 5 passos de como implantar a cultura colaborativa na sua empresa

Abaixo vou apresentar cinco passos que vão tornar mais simples implantar a cultura colaborativa em sua companhia.

1 – Valores institucionais claros

O ponto de partida para iniciar a implantação de uma cultura colaborativa no seu empreendimento é a definição de valores institucionais claros para guiar as atitudes dos colaboradores. Os funcionários somente conseguirão compreender e vivenciar uma experiência colaborativa a partir do momento em que souberem exatamente qual é o perfil da empresa e como podem contribuir efetivamente para o seu sucesso.

Além de elaborar valores institucionais, visão e missão adequados com a realidade corporativa é fundamental comunicá-los com eficiência para os funcionários. Ressalto que a melhor maneira de fazer essa comunicação é por meio de atitudes, isto é, demonstrando na prática aquilo que está definido por palavras.

2 – Ofereça mais autonomia para os funcionários

A sensação de que é um pouco dono/responsável pelo sucesso do empreendimento contribui para que os profissionais se tornem mais abertos à cultura colaborativa. Quando o desejo de alcançar a meta geral se sobrepõe aos desejos mais específicos torna-se mais fácil construir um ambiente de plena colaboração em que todo mundo troca experiências e conhecimentos.

Os funcionários que têm mais autonomia tornam-se mais criativos e com isso oferecem contribuições mais significativas para seus departamentos. A dica é ter um período de transição, ou seja, iniciar abrindo espaço para mais sugestões e conforme as etapas dos projetos forem sendo concluídas aumentar a participação dos funcionários na tomada de decisões.

3 – Transparência

Cultura colaborativa presume a existência de um ambiente organizacional com mais transparência em que os funcionários de todos os departamentos sabem a respeito das decisões tomadas pela alta administração. Com o passar dos anos a hierarquização foi sendo significativamente reduzida dentro das corporações. Hoje em dia não faz mais sentido a separação dos colaboradores por graus dentro das companhias.

Para modernizar o ambiente da empresa e conseguir estabelecer uma lógica colaborativa se mostra imprescindível a adoção de metodologias mais transparentes. Remover algumas paredes, divulgar as decisões mais importantes para o futuro da organização entre outros é essencial para o sucesso nessa empreitada. Os funcionários precisam se sentir integrados e participantes ativos das mudanças.

4 – Fortaleça o espírito de equipe

Uma forma eficiente de fortalecer o foco na realização de um bom trabalho em equipe é passar a oferecer recompensas para o grupo quando os resultados são conquistados. Por muito tempo as recompensas corporativas se destinavam a um indivíduo do grupo, aquele que em teoria contribuiu mais para o sucesso. Essa política de recompensas gera uma competitividade desnecessária no grupo. Se houver um prêmio para todos se as metas forem batidas haverá mais engajamento entre os funcionários para que possam se ajudar.

A ideia é acabar com a necessidade de competição individual entre os membros da equipe e incentivar que eles trabalhem juntos para então receber um presente para todos. Certamente os resultados positivos dessa mudança já poderão ser observados no primeiro projeto sob essa premissa.

5 – Lideranças fortes

A união do grupo e o direcionamento para o sucesso somente são possíveis quando há lideranças fortes a frente de cada uma das equipes. A escolha dos líderes é crucial para a implantação da cultura colaborativa afinal serão eles que irão agregar os componentes das equipes em prol de um objetivo único.

Cabe ao líder observar os comportamentos dos seus colaboradores e estabelecer um plano de ação que os direcione para o caminho mais assertivo. O líder deve ter a sensibilidade para identificar e resolver as questões de relacionamento que podem atrapalhar o bom andamento da construção de um ambiente colaborativo.

Gostou de saber mais sobre cultura colaborativa? Deixe seus comentários a seguir!

 

Copyright: 1245776 – https://pixabay.com/