O que a empresa pode fazer para lidar com a depressão de funcionários

O que a empresa pode fazer para lidar com a depressão de funcionários

Está cada vez mais comum casos de depressão no trabalho, pois vivemos um momento em que é difícil encontrar uma colocação no mercado e aqueles que a conquistam se sentem constantemente pressionados para mantê-la. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2020 a depressão passará de 4ª para 2ª colocada no ranking de doenças incapacitantes para o trabalho.

O Que Gera a Depressão no Trabalho


Os especialistas não falam a respeito de causas, não se trata de uma enfermidade como um resfriado, que é causado por um vírus, por exemplo. O que acontece em boa parte dos casos é a existência de algumas condições ambientais que trabalham em conjunto para desenvolver o transtorno no indivíduo. Geralmente, o quadro depressivo se manifesta após um episódio de grande
estresse e, mesmo depois que o indivíduo resolve a situação, se mantém com os sintomas.

Atualmente, a depressão já é reconhecida como uma doença grave, tendo um grande número de trabalhadores afastados de seus cargos com direito a auxílio-doença. O que preocupa os estudiosos desse fenômeno é o fato de que muitos indivíduos somente recebem o diagnóstico após já estarem com um quadro bastante avançado. Quanto mais cedo for detectado o problema, mais cedo poderá ser devidamente tratado.

Quais São os Sinais da Depressão no Trabalho?


Nem todo mundo tem a compreensão da seriedade de um quadro depressivo e que ele pode se manifestar em qualquer um. Pessoas felizes ou pessoas que já manifestavam um comportamento menos efusivo podem desenvolver esse transtorno.

Alguns estudos sugerem que pode existir a questão da carga genética como um fator complicador, no entanto, as condições do ambiente também têm grande impacto. Para te ajudar a identificar possíveis quadros depressivos em sua companhia, listei alguns dos sinais mais convencionais abaixo.

1 – Falta de interesse

O indivíduo deixa de ter interesse por atividades que antes eram bastante prazerosas. A recusa constante pelo cafezinho no meio do expediente ou de ir aos happy hours, quando isso era um comportamento comum do colaborador, pode ser um sinal.

2 – Tristeza constante

Uma pessoa depressiva apresenta humor triste e desanimado como uma constante, é diferente daquele indivíduo que ficou triste alguns dias após a perda de um ente querido. A depressão cria uma tristeza que em muitos casos nem apresenta razões aparentes.

3 – Insônia ou dificuldade para dormir

A depressão surge geralmente de uma situação de forte estresse, podendo acarretar em dificuldades para dormir e, até mesmo, insônia. Se observar que um dos colaboradores tem apresentado queda de rendimento e parece estar sempre cansado, pode ser interessante investigar o caso.

4 – Perda de peso

Perder peso sem um motivo aparente, como uma dieta, por exemplo, é sempre motivo de preocupação. No caso da depressão, também está associado a esse sintoma a mudança de apetite.

5 – Falta de concentração

Dificilmente uma pessoa que está passando por um quadro de depressão consegue se manter concentrado em alguma atividade. Reconhecer essa situação como um sintoma e não como um motivo para constantes chamadas de atenção é importante.

Lembrando que esses sintomas podem se manifestar em maior ou menor grau e que nem todos os indivíduos depressivos apresentam todos os sintomas.

O Que a Empresa Pode Fazer?


Para as companhias, o aumento da incidência da depressão no trabalho representa um fator economicamente complicado que pode acarretar em gastos para realizar recrutamentos de novos colaboradores e
queda na produtividade. Além disso, é importante que as organizações se tornem cada vez mais humanas, olhando para os seus funcionários com respeito e carinho, buscando sempre lhes estender a mão nos momentos difíceis.

Os gestores podem contribuir para a redução do número de colaboradores depressivos, haja vista que cada vez mais o ambiente de trabalho vem sendo o responsável pelo desencadeamento da doença em indivíduos de diferentes faixas etárias. Tornar o ambiente de trabalho mais tranquilo e propício para o desenvolvimento de relações saudáveis é fundamental para que as pessoas se sintam acolhidas enquanto produzem.

Ações Práticas


As empresas que estão interessadas em fazer a sua parte para reduzir os casos de depressão no trabalho devem focar no desenvolvimento de ações que melhorem o ambiente organizacional, assim como ofereçam benefícios que tragam mais tranquilidade para seus funcionários, como plano de saúde, por exemplo. As pessoas estão extremamente preocupadas com a falta de estrutura social para atendimento da saúde entre outros quesitos, e isso faz com percam o foco no trabalho.

Contar com um profissional da área da psicologia para conversar com os colaboradores pode ser uma ação interessante para as organizações de maior porte. Quanto mais estressante é o setor de atuação, mais relevante se mostra ter acompanhamento emocional. Ser humano é ser emocional e jamais devemos deixar de lado o cuidado com essas características.

Gostou desse artigo? Compartilhe em suas redes sociais com os seus amigos!

Saiba mais sobre a depressão e outras doenças que podem atingir os colaboradores. Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!