Saiba por que o cálculo da Margem de Contribuição é Importante

Saiba por que o cálculo da Margem de Contribuição é Importante

O conceito de margem de contribuição é fundamental para saber se a sua empresa está sendo lucrativa ou mesmo se ela tem potencial para melhorar seu posicionamento no mercado. Para quem está entrando no universo empreendedor agora, pode parecer um pouco confuso alinhar todos os conceitos financeiros com a realidade administrativa do negócio, porém, isso é crucial para a manutenção da competitividade da sua companhia.

O Que é Margem de Contribuição?

Explicando de uma forma simplificada, margem de contribuição é o montante que sobra da receita para cobrir os custos fixos e conseguir obter lucro com as vendas. Basicamente, quer dizer o tanto de receita que sobra depois de terem sido feitos os descontos dos custos diários. Há duas classificações possíveis para essa margem, sendo a primeira delas a margem unitária, que considera somente produto/serviço. A segunda é a margem total, que recai sobre a produção/capacidade produtiva.

O objetivo básico desse cálculo é nos mostrar se a companhia em questão está tendo custos fixos acima da sua receita, o que indica prejuízo. Estar atento aos números é fundamental para quem deseja ter em mãos um histórico financeiro completo da sua organização. Algumas organizações utilizam o cálculo percentual da margem da contribuição, contudo, é importante ressaltar que se trata de um esquema mais complexo de ser utilizado no dia a dia.

Conhecendo a Fórmula da Margem de Contribuição

Para que fique mais claro o que é esse conceito financeiro e como aplicá-lo no cotidiano do seu negócio, vou apresentar abaixo a fórmula para chegar a esse resultado.

Fórmula

MC = PV – (CV + DV)

MC – Margem de contribuição unitária

PV – Preço de venda unitário

CV – Custo variável unitário, pode ser também CMV (Custo das mercadorias vendidas)

DV – Despesa variável unitária

Se você ficou interessado em fazer esse cálculo a companhia toda, pode simplesmente multiplicar os valores unitários pela quantidade de itens produzidos ou serviços disponíveis.

Exemplo

Vamos imaginar que a companhia X vende discos de vinil e temos os seguintes dados numéricos a respeito dela:

– O preço unitário dos discos é de R$ 70,00

– No mês passado foram vendidos 50 discos

– O custo de produção da peça é de R$ 30,00

– O valor dos impostos é de 10%

– São pagas comissões de 3% para os vendedores

Como fazer a conta para a empresa como um todo:

Conhecendo as receitas:

R$ 70 x 50 = R$ 3.500

Conhecendo o custo variável:

R$ 30 x 50 = R$ 1.500

Por fim, conhecendo as despesas variáveis:

Despesas Variáveis = (R$ 70 x 50 x 0,1) + (R$ 70 x 50 x 0,03) = R$ 350 + 105 = R$ 455

A partir desse exemplo, chegamos ao seguinte cálculo de margem de contribuição usando a fórmula que apresentei acima:

MC = 3.500 – (1.500 + 455) = 1545

Por Que é Importante Fazer o Cálculo de Margem de Contribuição?

A relevância de fazer esse cálculo está no fato de saber se a sua companhia está se mantendo dentro de uma margem financeira saudável, isto é, se tem conseguido obter o lucro necessário para a sua sustentabilidade. Alguns empresários têm dificuldades de compreender que seus negócios estão passando por problemas somente ao observar o cotidiano, no entanto, quando têm esses números diante de si passam a ter mais clareza a respeito do que precisa ser melhorado.

Algo importante de pontuar quando se fala a respeito de margem de contribuição, é que algumas companhias vendem bem e, ainda assim, não têm uma boa margem de lucros, pois o tanto que investem na estrutura produtiva não permite que sobre uma receita considerável. Quem decidiu empreender deve ficar atento para esses cálculos, mesmo que não seja exatamente um administrador de números. Para manter sua companhia dentro das regras legais contábeis e com uma boa saúde financeira é válido contratar um contador.

Partindo Para o Cálculo do Ponto de Equilíbrio

A partir do conhecimento da margem de contribuição, é possível fazer o cálculo do chamado ponto de equilíbrio (Break Even Point), que nada mais é do que o indicador de quanto é necessário faturar mensalmente para conseguir cobrir todas as contas da sua companhia e ter uma margem de lucro. Para que fique mais claro, o ponto de equilíbrio te ajuda a descobrir quanto de unidades precisa vender para chegar ao “empate financeiro”, a cobertura de todos os seus custos.

A ideia é bastante simples, subtraia as receitas das despesas fixas chegando ao valor que sobra para cobrir os custos fixos e ter lucro. Quando o valor a que se chega não cobre os custos ou, até cobre, mas não sobra nada, é sinal de que a organização está com problemas, afinal o lucro é primordial para se manter no mercado. Fique sempre atento aos números da sua companhia.

Gostou das dicas a respeito de margem de contribuição? Compartilhe com seus amigos empresários!

 

Margem de Contribuição e assuntos relacionados você confere acessando o meu canal. Inscreva-se agora!