Conheça as principais características do Oligopólio

Conheça as principais características do Oligopólio

A livre concorrência é a base do mercado econômico capitalista oferecendo um leque amplo de opções para os consumidores. Contudo, em alguns casos o mercado se configura no modelo de oligopólio ou de monopólio reduzindo as opções em poucas ou apenas uma. Compreender os dois conceitos e suas diferenças é essencial para olhar o mercado com mais clareza identificando chances de ganhos.

O que é oligopólio?

O oligopólio se dá num setor do mercado que possui um número expressivo de compradores e no qual existem poucas empresas atendendo as demandas do público. Nesse caso essas companhias se tornam bastantes poderosas pelo fato de que a concorrência é pequena. É comum que nessa configuração as concorrentes desenvolvam um tipo de atuação mais alinhada entendendo que não precisam necessariamente estipular uma concorrência acirrada.

Normalmente as questões diferenciais entre as marcas que compõem um oligopólio estão em qualidade, imagem e garantia que oferecem. Como se trata de um mercado composto por poucos agentes toda e qualquer mudança de rumo de uma companhia se reflete nas demais. Dentre as características mais marcantes do oligopólio estão a inflexibilidade de preços e luta pelo alcance da maior porcentagem de mercado.

Curiosidade

O oposto de oligopólio é oligopsônio, nesse caso se tem um mercado que possui muitos vendedores e poucos consumidores. Um exemplo é o mercado de cacau em que grandes organizações produtoras de chocolate adquirem a matéria-prima de produtores de países em desenvolvimento.

Cartel

A condição do oligopólio se mostra favorável para a formação de cartel que consiste em ações coordenadas entre diferentes empresas do mesmo setor para elevar os preços ou impedir a entrada de novas concorrentes, trata-se de uma estratégia ilegal. Para os consumidores não é interessante que um mercado seja dominado por poucas companhias, pois isso limita a concorrência e torna mais difícil conseguir boas condições de compra.

Truste

Outra possibilidade que o mercado de oligopólio cria é a formação de truste que consiste numa coligação financeira ou econômica em que duas ou mais organizações se unem com o objetivo de coordenar suas ações para defender seus lucros. Quando isso acontece a concorrência entre as marcas acaba se baseando em questões como qualidade e atendimento, pois os preços não terão variação.

E o que é monopólio?

O monopólio por sua vez se configura numa situação em que há apenas uma empresa atuando num determinado setor sem a existência nem de potenciais substitutos para seus produtos/serviços. Nesse caso há o domínio devido a não existência de concorrentes, isto é, a marca é a ‘dona’ do mercado em que atua. Em boa parte dos casos os consumidores não são exatamente fãs da detentora do monopólio, pois ela pode impor os preços que quiser em seus itens.

Um exemplo de monopólio que faz parte da vida dos brasileiros é a Petrobrás que é a companhia responsável pela exploração, trabalho de refino, venda e transporte de gás natural e óleo do país. Somente a Petrobrás atua nesse segmento de maneira que ela é quem faz as condições e preços do seu mercado.

Oligopólio e Monopólio: Quais as principais diferenças

Acima, conceituei o que é oligopólio e monopólio, abaixo vou apresentar em tópicos as principais diferenças entre as duas configurações de mercado que podem gerar alguma confusão.

1 – Atores presentes no mercado

A grande diferença entre oligopólio e monopólio está na quantidade de companhias que compõem o mercado. No primeiro caso há pelo menos duas marcas dividindo o mercado enquanto que na última apenas uma empresa atende a todo o mercado. Temos um caso de concorrência imperfeita no oligopólio e concorrência extremamente imperfeita no monopólio. O controle do mercado por um ou poucos agentes prejudica o consumidor em grande parte dos casos pela não existência de condições favoráveis.

2 – Preocupação com questões como imagem e preços

Num cenário em que há o domínio de poucas marcas, mas em que ainda existe alguma concorrência – como é o caso do oligopólio – se mostra necessário atentar para questões relativas a formação de uma imagem favorável e qualidade para os produtos/serviços. Já uma companhia que impera sozinha em seu segmento não precisa ter essas preocupações, pelo menos não para que possa ser escolhida em detrimento de outra pelo consumidor.

3 – Imposição de preços

Embora nos dois casos seja possível que as organizações envolvidas ditem os preços dos produtos/serviços devo apontar uma diferença essencial. No caso do oligopólio os empresários podem até buscar alternativas como formação de trustes ou de cartel (destacando que isso é ilegal) para determinar os preços vigentes no mercado, porém, precisam coordenar as suas ações. Uma empresa em monopólio não precisa negociar com nenhuma outra, basta apenas determinar quanto quer cobrar já que é a única fornecedora.

Gostou de saber mais sobre as diferenças entre oligopólio e monopólio? Então compartilhe em suas redes sociais! 

Copyright:1160429218 – https://www.shutterstock.com/pt/g/devonyu