Determine possíveis falhas de estratégia através dos conceitos de concorrências diretas e indiretas.

Determine possíveis falhas de estratégia através dos conceitos de concorrências diretas e indiretas.

Entender a diferença entre concorrência direta e indireta é fundamental para determinar possíveis falhas de estratégia e assim corrigir o curso administrativo da companhia. Uma empresa que não conhece os seus concorrentes não consegue se posicionar no mercado com assertividade. A oferta do produto ou serviço deve atender diretamente as demandas dos consumidores, suprindo os pontos fracos dos concorrentes.

Conhecendo os Concorrentes: Concorrência Direta e Indireta

 
Analisar a forma como os concorrentes se posicionam e quais são os seus diferenciais, em termos de produtos e/ou serviços é relevante, contudo, antes disso se deve ter bem claro quais são os concorrentes diretos e os indiretos. Para te ajudar elaborei uma breve explicação sobre cada um desses conceitos.

O Que é Concorrência Direta?

 
Enquadram-se na categoria de concorrência direta as organizações que oferecem o mesmo produto/serviço com a mesma faixa de preços e ponto de venda semelhantes. Basicamente, são os concorrentes que mais se parecem com a sua empresa.

Como Se Destacar?

 
Em relação aos concorrentes diretos, a melhor maneira de se destacar é criar diferenciais divulgados por meio de campanhas de marketing que permitam ao consumidor identificar vantagens na sua companhia em detrimento das demais.

O Que é Concorrência Indireta?

 
Nessa categoria entram os produtos/serviços que, mesmo não sendo iguais aos da sua empresa, atendem as necessidades do público-alvo e podem se entendidos como substitutos.

Como Se Destacar?

 
Essas companhias são concorrentes na esfera institucional, de maneira que devem usar as ferramentas de marketing para convencer o público-alvo de que oferecem a melhor alternativa, isto é, aquela que resolverá a demanda de maneira mais completa.

Qual a Importância de Diferenciar os Concorrentes?

 
Fazer a análise da concorrência focada na diferenciação entre concorrentes diretos e indiretos é essencial para saber quais são os principais pontos a serem trabalhados, em termos de melhorias para os produtos/serviços, adequação as necessidades do público-alvo, bem como otimização dos recursos financeiros. As consequências desse trabalho são o aumento da visibilidade da organização e do volume de vendas.

Como Fazer uma Análise de Concorrência

 
Já expliquei a importância de diferenciar concorrência direta e indireta e, a partir de agora, vou dar dicas de como fazer a análise dos concorrentes. Basta trabalhar com a observação dos seguintes tópicos listados abaixo:

Identifique quem são os concorrentes

 
Todas as empresas que têm produtos/serviços que podem atender a mesma demanda dos itens do seu portfólio (não precisa diferenciar concorrência direta e indireta ainda, apenas saiba quem são as outras peças do tabuleiro).

Estude a participação de mercado de cada um

 
Procure separar os concorrentes de acordo com a sua participação no mercado, isto é, a parcela do público que é atendida por cada um deles. Isso permitirá que a sua companhia saiba quais são as organizações que estão mais próximas de serem identificadas como substitutas.

Faixa de preço

 
Outro critério importante de considerar na análise de concorrência é a faixa de preço dos produtos/serviços. Os consumidores de um nicho com poder aquisitivo mais baixo dificilmente farão a substituição por produtos/serviços muito mais caros, pois isso está fora do seu alcance econômico.

Alcance geográfico

 
Trata-se de fazer uma análise de quantas e quais as localizações das lojas concorrentes, observando, assim, qual a capacidade das outras organizações resolverem as questões de demanda dos consumidores.

Pontos convergentes e divergentes

 
Colocando todos os detalhes dos concorrentes no papel, é interessante determinar quais são os pontos de divergência e convergência entre vocês. Assim, você terá um panorama mais completo do ponto em que está sendo menos assertivo e como reposicionar a sua companhia no mercado.

Satisfação dos clientes

 
Pense de que maneira o método de trabalho desenvolvido pela sua companhia é eficiente na satisfação dos seus clientes, assim como o da concorrência. Nesse momento, é essencial se desligar da sua organização e pensar com a cabeça do consumidor, tendo uma ideia clara de qual escolha você faria se estivesse em seu lugar.

Ferramentas de marketing

 
Nesse ponto já se tem bem delineado quem são os participantes da concorrência direta e indireta e quais são os riscos que cada um oferece para a sua companhia. Dessa forma, já se pode pensar em quais ferramentas de marketing utilizar para se estabelecer num determinado ponto do mercado.

Concorrência é Obstáculo?

 
A principal conclusão a que empresários bem-sucedidos chegam é que concorrentes não são obstáculos e sim oportunidades para crescer e desenvolver ainda mais o potencial de suas companhias. Trata-se de um estímulo para fazer mais e melhor, alcançando assim vantagens competitivas. A concorrência é saudável em qualquer esfera, especialmente na empresarial, e todos saem ganhando com ela.

As empresas desenvolvem mais excelência em seus processos enquanto os consumidores têm acesso a mais qualidade. O mercado se expande e mais companhias passam a integrá-lo. Então, lembre-se que concorrência não deve ser sinônimo de algo negativo.

Que tal começar a fazer a análise da concorrência direta e indireta agora mesmo?

Copyright: 730440301 –  https://www.shutterstock.com/pt/g/hvostik