Gatilho Mental - Tome decisões rápidas

Gatilho Mental - Tome decisões rápidas

Um gatilho mental bem utilizado pode converter um número significativo de vendas, trata-se basicamente de uma forma rápida de persuadir as pessoas a tomarem uma decisão. Esse recurso do copywriting tem oferecido excelentes resultados nas áreas de marketingvendas podendo se tornar um grande aliado de empresas de vários segmentos.

O que é gatilho mental?

Todos os dias há um grande volume de decisões que uma pessoa precisa tomar, sendo assim boa parte dessas questões passam a ser resolvidas ‘automaticamente’ pelo cérebro para evitar que aconteça uma sobrecarga. É exatamente nesse ‘automático’ que entram os chamados gatilhos mentais, estímulos e impulsos que tornam mais simples tomar decisões rápidas sem precisar de grande reflexão.

São ferramentas poderosas para o engajamento do público em relação aos seus produtos ou serviços, pois o ser humano geralmente já tem uma decisão tomada antes de partir para a ação. O gatilho mental funciona dessa forma como um acelerador para que essa decisão chegue ao nível de consciência amparado por uma justificativa coerente. É uma forma de trabalhar com as emoções do público em relação a sua marca reduzindo eventuais questionamentos de fundo racional que poderiam causar negativas a compra.

Gatilho mental: Conheça os 5 mais poderosos

A seguir vou apresentar os 5 gatilhos mentais mais poderosos que podem ser aplicados a sua companhia aumentando dessa forma o número de conversões.

1 – Gatilho mental da antecipação

Sabe quando você assiste ao trailer da nova temporada de uma série e fica contando os dias para que ela estreie no streaming? É um excelente exemplo de gatilho mental de antecipação, uma dose é dada para que o indivíduo crie expectativas em relação as soluções que o produto/serviço pode trazer. Os empreendedores devem criar um cenário positivo para seus lançamentos interessando o seu público. Mas, saiba que é essencial que o item entregue realmente cumpra o que está prometendo.

Uma forma de fazer isso é dar informações em pequenas quantidades para o público antes do lançamento ser efetivamente realizado. Dentre os mecanismos que podem ser utilizados estão a realização de webinars, divulgação de vídeos a respeito do tema, publicação de conteúdo online entre outros.

2 – Gatilho mental da escassez

O ser humano tende a dar mais valor para aquilo que é raro, então quanto mais escasso algo parecer mais valioso se tornará. Os consumidores tendem a acelerar a compra ao observarem, por exemplo, que há apenas 02 itens disponíveis ou ao serem informados de que o produto em questão é uma edição limitada. Cursos com vagas limitadas (e atualização constante do número de lugares disponíveis), bônus para os primeiros compradores e acesso a conteúdos exclusivos podem ser mecanismos para a criação do gatilho mental que acelera a compra.

3 – Gatilho mental de histórias

Cada vez mais empresas estão usando boas narrativas para chamar atenção do público para seus produtos ou serviços. Contar a história de como um produto ou a própria companhia foram criados contribui para estabelecer um relacionamento mais próximo com os clientes. Isso é que se chama de storytelling. 

Cuidado para não criar histórias falsas ou com elementos que fogem da realidade, pois com a internet é fácil descobrir. Uma vez que o público perde a confiança na sua marca dificilmente será possível reconstruir esse vínculo. As histórias devem ser pensadas para que as pessoas possam construir suas próprias narrativas a partir delas tornando-se dessa maneira protagonistas.

4 – Gatilho mental da urgência

Outro gatilho mental que assim como o da escassez utiliza o tempo para despertar o desejo de fechar negócio no consumidor. Nesse caso a estratégia é informar ao consumidor que a oferta em questão estará disponível apenas por um tempo determinado. O consumidor terá medo de perder a chance de ter aquilo que deseja e se arrepender de maneira a ceder ao impulso da compra.

Algumas palavras e expressões ajudam a reforçar essa ideia de urgência como “imediatamente”, “por tempo determinado”, “só hoje”, “essa é a sua última chance”, “só até acabar o estoque” entre outras. É importante, contudo, explicar para o consumidor o motivo pelo qual o prazo é limitado. Use esse gatilho somente em situações emergenciais.

5 – Gatilho mental da novidade

Se tem algo que o ser humano adora é uma boa novidade, não é atoa que bares recém-inaugurados tendem a lotar nos primeiros dias. Esse gatilho mental foca no prazer que as pessoas têm de ter algo que nem todo mundo conhece ainda e que as faz parecerem modernas. Uma estratégia utilizada especialmente por empresas fabricantes de smartphones.

Para manter o hype de novidade é possível adicionar pequenas mudanças e atualizações nos seus produtos ou serviços. Mas, atenção que é fundamental que o produto em si tenha a capacidade de manter o interesse do público. Uma vantagem é que esse sistema de trabalho evita que seus produtos/serviços se tornem obsoletos devido às constantes atualizações.

Gostou das dicas a respeito de gatilhos mentais? Deixe seus comentários abaixo! 

Copyright: https://pixabay.com/