Programa de Fidelidade para empresas

Programa de Fidelidade para empresas

Empreendedores que desejam fidelizar os clientes da sua empresa podem apostar num programa de fidelidade que nada mais é do que um incentivo para que aqueles que já optaram em algum momento pela sua marca. Os números não mentem, o investimento em fidelização é bem menor do que o necessário para prospectar novos clientes. Porém, é necessário saber como criar assertivamente esse tipo de programa.

7 Ideias para criar um programa de fidelidade para o seu negócio

A seguir vou explicar como criar um programa de fidelidade que seja efetivo para que os clientes desejem comprar mais vezes da sua companhia.

1 – Resolva o problema que impede seu cliente de retornar

Os clientes que antes eram regulares estão voltando mais espaçadamente ou nem têm aparecido? Saiba que existe algum motivo para que isso esteja acontecendo, pode ser porque essas pessoas estão com o seu orçamento comprometido com outros gastos, tenham sido prospectadas pela concorrência ou simplesmente tenham esquecido que a sua marca existe.

Realize uma pesquisa junto a essa base de clientes para descobrir a razão de terem abandonado o seu negócio. Com essa resposta em mãos considere como resolver a situação com o programa de fidelidade. Por exemplo, se a questão é que os consumidores estão com menos capital para investir ofereça vantagens como descontos acumulativos por compras. Para que os clientes recordem sempre da sua marca é possível presenteá-las com brindes a partir de certo volume de compras, lembre-se de adesivar o item.

2 – Ouça seus clientes

No tópico acima mencionei que descontos e brindes podem ser excelentes atrativos para conceder através do programa de fidelidade da sua companhia. Contudo, quem tem que decidir qual é a melhor alternativa é o consumidor e não a sua empresa. Além de se informar a respeito dos motivos que têm afastado os clientes da sua marca pergunte o que eles querem ganhar. Alguns perfis de clientes dão preferência para prêmios com bom valor agregado enquanto outros querem abatimento no pagamento de parcelas.

3 – Seus produtos/serviços podem ser bons prêmios

Para os gestores que ficaram preocupados com o montante que precisariam investir na aquisição de prêmios alerto que nem sempre é necessário trazer algo de fora para oferecer neste programa.

Escolas de idioma, por exemplo, podem oferecer workshops ou minicursos gratuitos para alunos que acumularem um número X de mensalidades pagas. Uma loja de cosméticos pode presentear seus consumidores com um produto grátis a cada X reais em compras. Seja criativo na hora de pensar em como agradar seus clientes.

4 – Ofereça possibilidade de consulta pelo cliente

Um programa de fidelidade será mais eficiente no incentivo ao aumento de compras por parte do consumidor se permitir que ele acompanhe quantos pontos têm acumulado. As pessoas que conferem a quantidade de pontos podem decidir comprar mais para conseguir esse ou aquele brinde especial. Há opções interessantes de softwares para essa finalidade no mercado, algumas que inclusive cabem no orçamento de pequenos e médios empreendimentos.

5 – Dê um nome criativo para o programa de fidelidade

Os clientes terão uma visão mais positiva do programa se ele tiver um nome diferente da companhia e estiver alocado num site próprio. Observe que boa parte das empresas que aposta nesse recurso dissocia o programa da página oficial do seu empreendimento.

A partir do momento que se torna uma ideia solta e com escopo próprio passa a ter mais validade e alcance junto ao público. Contudo, cuidado para não acabar criando nomes muito complexos e que não tenham uma relação direta com a sua organização. Não é raro ver programas de fidelidade que recebem a alcunha da empresa + palavra clube, por exemplo.

6 – Estabeleça regras claras

Os participantes do programa de fidelidade da sua empresa precisam conhecer as regras, isto é, quanto vale cada ponto, qual o mínimo de pontos que é necessário para efetuar a troca por um brinde entre outras questões. Após ter definido todas essas questões é importante divulgá-las para os participantes. Observe que se em algum momento precisar mudar alguma regra deve fazer de maneira que os participantes sejam devidamente avisados. Evite ficar alterando o escopo do programa, pois isso pode transmitir uma imagem de descrédito da sua marca.

7 – Mensure os resultados do programa de fidelidade

Estabeleça um período chave de tempo para poder avaliar os resultados oferecidos pelo programa de fidelidade a sua companhia. É necessário saber se está acontecendo o incremento de vendas esperado, assim você saberá se está sendo válido fazer esse investimento para a fidelização dos seus clientes. Se perceber que os resultados estão abaixo do esperado é possível traçar novas estratégias de recompensa que sejam mais atrativas.

Gostou dessas dicas e ideias de como criar um programa de fidelidade que vai deixar a sua companhia mais alinhada com seu público? Compartilhe em suas redes sociais!

Copyright:  679261426 – https://www.shutterstock.com/pt/g/martialred