Entenda mais sobre Ativo não circulante e suas principais características.

Entenda mais sobre Ativo não circulante e suas principais características.

Ao tomar a decisão de se tornar um empreendedor, o indivíduo assume o compromisso de estar inteirado a respeito dos conceitos mais essenciais de contabilidade, como o de ativo não circulante, que tem grande relevância para o entendimento da saúde financeira da empresa. A contratação de um contador é fundamental para assegurar que a sua companhia se mantenha dentro das regras legais, contudo, isso não exime o gestor de ter alguns conhecimentos.

Saiba mais sobre finanças para pequenas e médias empresas! Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!

O Que é Ativo Não Circulante?

Os ativos de uma organização estão separados em dois grupos, que são o de ativos circulantes e de ativos não circulantes. No primeiro grupo, estão todos os bens da companhia que são facilmente convertidos em dinheiro, como contas a receber, aplicações, estoque, entre outros. Já os não circulantes são os bens que têm permanência duradoura, isto é, que não são facilmente convertidos em dinheiro, como imóveis, investimentos, entre outros.

Grupos de Ativos Não Circulantes

Os ativos da categoria não circulante podem ser subdivididos em quatro grupos, sendo eles: investimentos, intangível, imobilizado e ativo realizável a longo prazo. Abaixo vou explicar a que cada grupo se refere, no final você terá uma ampla compreensão do que é ativo não circulante.

Ativo Não Circulante – Grupo Investimentos

Nesse grupo estão inclusas as participações societárias permanentes independente da motivação da aquisição. Dessa forma, no momento da compra, é necessário determinar se há o caráter de permanência que direciona o negócio para o grupo de investimentos, do contrário será contabilizado como ativo circulante.

No entanto, fica determinado que, mesmo sem a manifestação da permanência, a participação passa a estar no grupo de investimentos se o valor que foi registrado como ativo circulante não for convertido em capital até a data do próximo balanço. Está aí a principal diferença entre ativos circulantes e não circulantes, os primeiros são alienados antes do início de um novo exercício financeiro.

Ativo Não Circulante – Grupo Imobilizado

Esse é o grupo de ativos não circulantes em que estão inclusos os bens que são essenciais para manter as atividades empresariais, dentre os quais estão máquinas, imóveis, entre outros. Também são ativos imobilizados custos de eventuais benfeitorias realizadas para melhorar o funcionamento da companhia, bens que estejam alocados ou arrendados entre outros.

As Características dos Ativos Não Circulantes Imobilizados

Para ter certeza de que um bem é um ativo imobilizado, observe se ele tem alguma das seguintes características:

– É mantido pela companhia para ser usado para produção ou comercialização de produtos ou serviços, para servir de base administrativa ou até mesmo para sua locação;

– A empresa pretende utilizá-lo por um período mais longo do que 12 meses;

– Receberá benfeitorias com o objetivo de utilizá-lo futuramente;

– Seu custo pode ser mensurado com assertividade.

Valor e Custo Contábil de Ativos Imobilizados

O valor contábil de um bem imobilizado se refere ao valor do mesmo que está registrado na contabilidade. Por sua vez, o conceito de custo desse bem se refere ao valor da compra do mesmo ou ao valor que o mercado lhe atribui.

Ativo Não Circulante – Grupo Intangível

Compõe esse grupo os ativos da companhia que não têm existência física, para que fique mais claro exemplifico como marcas e patentes, direito de exploração de serviços públicos, direitos autorais, software, fundo de comércio adquirido, entre outros. O grupo intangível foi criado como um desmembramento do grupo imobilizado que, devido a alterações na legislação, passou a contar somente com bens físicos.

As Características de Ativo Intangível

– Recebem essa alcunha os ativos que reconhecidamente irão gerar benefícios para a companhia;

– Tenha mensuração do seu custo possível ser feita com facilidade.

Como São Avaliados

Os ativos do grupo intangível são avaliados a partir do custo de sua compra reduzido do saldo da expectativa de amortização, que deverá ser pensada considerando o prazo contratual ou legal dos seus direitos. É importante deixar claro que não estão nesse grupo despesas pré-operacionais, como aquelas que são feitas antes de um projeto ou, então, aquelas de caráter administrativo. Não se reconhecem ativos intangíveis obtidos por meio de pesquisa, os custos desse processo devem ser colocados no grupo de despesas.

Ativo Não Circulante – Grupo Ativo Realizável a Longo Prazo

Para que seja mais fácil de compreender, nesse grupo estão concentrados os ativos que têm o mesmo caráter dos circulantes, porém, que apresentam prazo de realização superior a 12 meses, contados a partir da data do balanço patrimonial. Contas a receber com um prazo de mais de um ano, por exemplo, se configuram como ativos realizáveis a longo prazo.

Nesse grupo estão, ainda, as despesas apropriáveis depois do cumprimento do exercício seguinte, além de direitos que não são derivados de vendas como a tomada de adiantamentos ou empréstimos de sócios ou parceiros. De uma maneira mais resumida, podemos dizer que todos os negócios não usuais entram nesse grupo.

Gostou de saber mais sobre ativo não circulante? Compartilhe esse artigo com seus amigos e conhecidos!

Entenda mais sobre ativo não circulante e assuntos relacionados. Inscreva-se agora!