Descubra a importância do SKU para a empresa

Descubra a importância do SKU para a empresa

Saber o que é SKU e como aplicá-lo para otimizar a logística da empresa é fundamental para administrar o estoque com eficiência. Se tem algo que pode trazer grandes prejuízos para companhias de todos os segmentos com certeza é a perda de controle do estoque e mesmo realizando um trabalho organizado é crucial ter uma metodologia de ordenação dos produtos, o que se obtém com o SKU.

O que é SKU?

A sigla SKU se refere a nomenclatura em inglês Stock Keeping Unit que pode ser traduzido como Unidade de Manutenção do Estoque. Basicamente a metodologia SKU atribui um código único – que pode ser composto por letras e números – para cada produto do estoque. Esse código funciona como a identidade do item permitindo que com facilidade se saiba tudo a seu respeito, ou seja, se foi vendido, trocado ou se precisou de manutenção.

Para que esses códigos sejam determinados as companhias devem considerar aspectos dos itens como cor, tamanho, formato entre outros. Isso deixa claro que se uma organização possui 400 SKUs conta com 400 itens que guardam diferenças entre si. Por exemplo, uma empresa que fabrica três tipos de bebidas tem 3 SKUs enquanto que uma confecção de calças jeans precisa ter um código SKU para cada modelo diferente que fabrica.

O código SKU é uma referência que diz respeito especificamente a um produto do portfólio de uma organização de maneira a ser usado para simplificar tarefas operacionais que objetivam localizá-lo no estoque assim como saber qual seu histórico. Mais do que favorecer a organização do estoque essa metodologia permite identificar quais são as demandas principais.

A importância do SKU para a logística

Os códigos SKU permitem gerir os itens do estoque com mais assertividade encontrando os produtos com facilidade nos armazéns, mas, além disso, também são relevantes em outros aspectos para as organizações. Com esse código as companhias que trabalham com volumes de milhares de itens diariamente podem tornar a comunicação entre as equipes mais eficaz. Basta usar esse código para saber onde encontrar o item que se está procurando.

Para e-commerces o SKU permite ter uma integração mais eficaz do estoque com a loja virtual reduzindo a margem de erros nos envios dos produtos adquiridos pelos consumidores. Esse método é reconhecido por ser bastante relevante para a organização e gestão de estoque, mas é mais do que isso permitindo que a performance da companhia seja melhor com menos possibilidade de falhas e melhorando a comunicação interna.

Quais as diferenças entre SKU e códigos de barras?

Quando se fala a respeito de SKU é importante deixar claro que é um código distinto em relação ao código de barras. Para que fique mais claro listei as diferenças mais significativas abaixo:

– Leitura

O código SKU pode ser lido por uma pessoa com facilidade desde que tenha sido bem elaborado. Trata-se de uma sequência de números e letras que é fácil de entender por usar lógica em sua composição. Já o código de barras somente pode ser lido por um leitor eletrônico.

– SKU único

O código SKU deve ser criado internamente pelas empresas de maneira que seja único.

– Código extensível

Conforme um produto receber novas características pode ter seu código SKU aumentado para refletir a adição dessas características.

Como é feita a formação de códigos SKU?

O objetivo desse código é criar uma sequência de letras e números que ajudem a distinguir os produtos entre si tornando a sua localização mais rápida. Os componentes que podem ser inclusos para a criação desses códigos são:

– Material de que são feitos

– Seu fabricante

– A sua cor

– Seu tamanho e dimensões

– Tempo de garantia

– Descrição do produto

– Características de sua embalagem

Para que fique mais claro vou apresentar o código SKU que se refere a uma sapatilha de couro na cor preta: MX-SAP-CO-36-PRT. Basicamente MX se refere a marca X enquanto SAP é o modelo (sapatilha), CO é indicação de que o item é de couro, o número 36 é o tamanho do sapato e por fim PRT simboliza a cor preta do item.

Atenção

A criação dos SKUs fica por conta das companhias que devem pensar de que maneira essa sequência pode se tornar de fácil acesso e lógica. Um erro bastante recorrente e que pode ser evitado diz respeito a usar um mesmo SKU para produtos que tenham alguma diferença entre si.

É sempre recomendável evidenciar as diferenças de SKU entre os itens mesmo que sejam bem pequenas as diferenças entre si. Se houver alguma diferença já não se trata de um mesmo produto devendo ser feitas as modificações necessárias.

Gostou de saber o que é SKU e como esse método pode ajudar a sua organização? Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais!

 

Copyright:1115756387 – https://www.shutterstock.com/pt/g/bankrx