Saiba como funciona a classificação dos códigos NCM

Saiba como funciona a classificação dos códigos NCM

O NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) é um código que funciona como uma identificação para os produtos importados ou comprados em nosso país. Através desse código é possível ter informações a respeito da mercadoria como quem é o seu fabricante, quanto ela custa assim como detalhes técnicos a respeito da mesma. Existem outros códigos que permitem tal monitoramento como o SKU e o código de barras, no entanto, o NCM é o padrão adotado pelo Mercosul.

O que é NCM?

Como mencionado acima o NCM é o padrão de identificação de mercadorias adotado pelos países membros do Mercosul, desde 1995. Esse código é formado por 8 dígitos sendo que os seis primeiros dizem respeito a sua classificação SH e os outros dois correspondem as especificações técnicas do próprio Mercosul.

Como funciona a classificação dos códigos NCM

Abaixo vou explicar como funciona o sistema de classificação dos produtos de acordo com esse padrão de codificação.

Dois primeiros dígitos do SH – Capítulo: os dois primeiros dígitos do SH dizem respeito às características do item.

Quatro primeiros dígitos do SH – Posição: consiste num desdobramento das características da mercadoria.

Seis primeiros dígitos do SH – Subposição: outro desdobramento de característica da mercadoria identificada no capítulo.

7° dígito – Item: refere-se à classificação do item.

8° dígito – Subitem: aprofunda a descrição das características de uma mercadoria.

Qual a importância do código NCM para e-commerces?

Inicialmente, pode parecer que códigos de identificação e classificação de produtos são pertinentes apenas para lojas físicas, contudo, muito se engana quem pensa dessa forma. Sua loja virtual se tornará mais competitiva no mercado contando com um sistema de identificação de suas mercadorias. A seguir listei três vantagens que tornam essencial a adoção do sistema de codificação dos produtos do seu e-commerce.

1 – Organização e gestão eficaz do estoque

Para manter uma base de clientes fiéis é essencial que o seu e-commerce consiga administrar com assertividade os itens que estão disponíveis no estoque do empreendimento. Com a adoção de um sistema de códigos é mais fácil pesquisar o item solicitado pelo cliente sabendo se ele está ou não disponível.

Os códigos ainda evitam erros como enviar um produto diferente daquele solicitado. Quanto mais rápida e assertiva for a entrega para os seus clientes mais fácil será que eles continuem comprando.

2 – Credibilidade para a sua loja

O uso de um sistema de códigos como o NCM ajuda a trazer mais credibilidade para a sua marca uma vez que ela passa a ser usuária de um sistema de padronização igual a das grandes marcas. Também permite atuar junto a mais parceiros comerciais que também se valem desse sistema de padronização.

3 – Mais competitividade para a sua loja

O futuro já chegou e já há aplicativos que possibilitam aos consumidores escanear um código de produto e verificar se há similares em lojas virtuais. Se os seus produtos tiverem um sistema de códigos poderão ser identificados com mais facilidade pelos potenciais consumidores. Disponibilize o código da mercadoria no site de vendas para que seja mais facilmente encontrado por canais de busca.

Atenção ao NCM correto

Quando se fala a respeito do padrão de códigos NCM também é válido mencionar a questão de incidência da carga tributária sobre os itens codificados. Se por algum motivo uma mercadoria está com o seu código NCM errado pode ter a incidência de alíquotas como de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) desproporcionais a realidade. Há casos em que mercadorias importadas com o NCM errado ficam retidas na alfândega ou mesmo são devolvidas para o seu país de origem.

Tanto contribuintes quanto os usuários podem ser prejudicados pelo uso de um NCM errado. O Fisco estadual toma por base esse código para que possa conceder benefícios fiscais, isenções ou reduções. Há companhias que erram o NCM de seus produtos propositalmente para reduzir o valor da incidência tributária, nesses casos há aplicação de multas que podem ser de até 1% do valor do produto. Nenhuma estratégia para burlar a contribuição fiscal é boa para o seu negócio, lembre-se disso.

NCM: Um avanço para o governo

Por fim não posso deixar de mencionar que a adoção do sistema de códigos NCM representa um avanço para o governo brasileiro no que diz respeito a estratégias para a proteção comercial no que concerne a relações de importação e exportação. É possível determinar a incidência de impostos assertivamente sobre cada uma das mercadorias que fazem parte da nota fiscal.  

O contribuinte por sua vez passa a ter mais segurança e praticidade para operar no mercado nacional. Todo mundo sai ganhando com a adoção de padrões de códigos para os produtos do e-commerce.

Gostou de saber mais sobre o uso de código NCM? Compartilhe em suas redes sociais!

 Copyright: Google – ibid.com.br