Conheça todos os tipos de crises empresariais existentes

Conheça todos os tipos de crises empresariais existentes

Toda e qualquer empresa está suscetível a enfrentar diferentes tipos de crise ao longo de seus anos no mercado. As crises que têm naturezas distintas podem acarretar em prejuízos significativos no futuro, sendo um dos principais fatores de fechamento de companhias antes dos 5 anos de vida. A melhor forma de evitar ou contornar uma crise é conhecer o seu perfil e desviar a organização de um destino fatídico.

Conheça os Principais Tipos de Crise Empresarial

 
A seguir, listei os principais tipos de crise empresarial que podem acometer uma companhia e formas de evitá-las.

Crise Financeira

 
Dentre os tipos de crise, essa é a principal responsável pelo fechamento de companhias. Basicamente, se caracteriza como uma situação em que o caixa da empresa é insuficiente para honrar seus compromissos cotidianos.

Como evitar? Qualquer empresa precisa ter controle financeiro, durante a fase embrionária de construção da companhia se deve fazer um plano de negócios em que se identifique qual é o fluxo de caixa ideal. Em seguida, é necessário adotar medidas que permitam manter a empresa dentro das condições ideais para sua operação.

Crise Por Problemas com Maquinário

 
Desde a Revolução Industrial, esse é um dos tipos de crise mais temidos pelos empresários, pois a produtividade depende diretamente da capacidade fabril do maquinário. Atualmente, as falhas podem estar ligadas também aos computadores.

Como evitar? A manutenção dos equipamentos é fundamental para assegurar a sua qualidade e bom funcionamento. Em relação aos sistemas e computadores, a companhia deve investir num departamento de Tecnologia da Informação interno para resolver eventuais problemas com mais eficiência.

Crise Econômica do País

 
Quando o país passa por uma crise econômica, é natural que essa condição respingue no empresariado. Muitas companhias passam a oferecer mais produtos/serviços do que o mercado é capaz de absorver. Nesses momentos, muitas delas acabam fechando as portas por não conseguir administrar os prejuízos.

Como evitar? Analisar a economia é essencial para saber qual o momento de acelerar ou desacelerar a produção. Crises econômicas dão sinais de que estão chegando e podem ter suas consequências reduzidas.

Crise Devido a Boatos

 
São iniciadas por boatos que podem ser levantados pela concorrência ou, até mesmo, por clientes insatisfeitos.

Como evitar? A melhor maneira de evitar esse tipo de crise é ter um departamento de marketing sempre a postos para desfazer quaisquer mal-entendidos e presença forte nas redes sociais – principal ponto de difusão de boatos.

Crise Devido a Acidentes Naturais

 
As companhias estão sujeitas a prejuízos causados por desastres naturais, como tempestades, furacões, terremotos, entre outras forças da natureza.

Como evitar? Não se pode parar a natureza, contudo, é possível fazer um estudo do local em que se pretende instalar a sede da companhia para saber quais as chances de um desastre trazer prejuízos. Tendo essas informações em mãos, o empresário deve analisar a viabilidade do negócio e quais são as medidas que pode adotar para a segurança.

Crise Devido a Acidentes Industriais

 
Entram nessa categoria de crise empresarial incêndios, vazamentos de produtos, contaminação do meio ambiente, explosões, danos na estrutura da companhia, entre outros acidentes que podem trazer prejuízos morais e financeiros.

Como evitar? A melhor forma de prevenir esse tipo de crise é adequar o ambiente organizacional às principais regras de segurança do setor. Isso é válido tanto para companhias que realizam atividades industriais passíveis de risco – como indústrias químicas, por exemplo – como para empresas que atuam em edifícios de escritórios.

Crise Devido a Questões Legais

 
É consequência de processos e disputas judiciais que podem trazer prejuízos financeiros (até mesmo se a companhia vencer o embate pelos honorários dos advogados) como de imagem, pois a organização se torna alvo da mídia.

Como evitar? Para que problemas internos com funcionários, sócios ou clientes não se tornem o primeiro acontecimento de uma crise, a dica é resolver as questões pendentes com o máximo de diplomacia possível, fazendo acordos sempre que possível.

Crise Patrimonial

 
Em termos gerais, se caracteriza pela existência de um passivo (dívida e/ou obrigação) mais alto que o ativo (bens que a empresa possui). Isso faz com que a organização seja incapaz de honrar aquilo que deve.

Como evitar? Novamente cito a relevância do controle financeiro, pois isso contribui para evitar que a companhia mantenha seus custos mais altos do que pode manter. Além disso, é essencial que, antes de iniciar suas atividades, o empresário analise a real necessidade de pedir empréstimos, afinal em muitos casos eles são o primeiro floco da bola de neve.

Crises Por Ações Criminosas

 
Esse é um dos tipos de crise mais difíceis de evitar e problemáticas para contornar, pois tem origem criminosa, podendo ser desencadeada peça ação de hackers, sabotadores, fraudadores, vândalos, entre outros.

Como evitar? Embora seja mais difícil, não é impossível manter o controle sobre esse tipo de crise. A dica é ter um bom sistema de proteção contra hackers, assim como segurança física nas instalações da companhia, evitando vandalismo e sabotagens. Por fim, deve existir um sistema de fiscalização de setores, como o financeiro, evitando fraudes.

Crise de Imagem

 
Quando a companhia tem sua imagem arranhada devido ao vazamento de informações confidenciais, envolvimento de funcionários em esquemas corruptos, comportamento inadequado, entre outros.

Como evitar? Trata-se de um dos tipos de crise mais impactantes para a companhia, depois que a informação tiver vazado o melhor a se fazer é investir no marketing para tentar demonstrar ações corretivas.

Deixe seu comentário a respeito dos diferentes tipos de crise empresarial!

Copyright: 519464068  – https://www.shutterstock.com/pt/g/nivens