Conheça os tipos de sociedades empresarial e suas características

Conheça os tipos de sociedades empresarial e suas características

Antes de entrar no mercado empreendedor é importante conhecer os tipos de sociedade empresarial possíveis para encontrar aquela que oferece as melhores condições para o que se deseja realizar. Iniciar um negócio contando com sócios pode ser uma forma interessante de garantir a sua permanência a longo prazo no mercado, pois há mais pessoas com o mesmo objetivo que você com quem dividir as responsabilidades e os custos.

Conheça os 9 tipos de sociedade empresarial e escolha o ideal

A seguir listei os principais tipos de sociedade empresarial que existem no mercado para que os empreendedores possam escolher a que mais se enquadra na sua proposta de negócio.

1 – Sociedade Simples (Sociedade Civil)

O mais básico dos modelos de sociedade é válido somente para atividades de prestação de serviço. As regras da sociedade simples são regidas pelo Novo Código Civil.

2 – Sociedade em Comandita Simples

Um modelo de sociedade empresarial que tem um pouco mais de complexidade estando os sócios divididos em duas categorias: comanditados e comanditários. Os comanditados são pessoas físicas que são as responsáveis pelas obrigações fiscais do empreendimento enquanto que os comanditários têm sua responsabilidade limitada pela sua quota. No momento em que o Contrato Social for elaborado deve-se discriminar essas duas categorias.

3 – Sociedade em Nome Coletivo

Trata-se do tipo de sociedade empresarial em que todos os sócios devem responder pelas obrigações sejam elas fiscais e/ou financeiras. No Contrato Social é possível limitar as responsabilidades dos sócios. Uma das características desse modelo de sociedade é que o nome da empresa geralmente vem acompanhado de uma expressão que indica a coletividade como & Companhia ou & Cia entre outros.

4 – Sociedade Limitada (LTDA)

Bastante comum no Brasil, a sociedade limitada, se caracteriza pela existência de mais de um sócio que podem ser pessoas físicas ou jurídicas. Os sócios têm a sua participação definida com base na sua cota. Nessa configuração é necessário que haja a figura de um administrador que será o representante legal da sociedade. Os sócios devem votar para eleger o administrador. Se estiver devidamente discriminado no Contrato Social é possível que a administração fique a cargo de um grupo de sócios e não somente de um.

5 – Sociedade Comandita por Ações

O capital das empresas que têm sociedade comandita por ações é dividido em ações, mas não é gerido com os acionistas e sim por uma denominação ou por uma firma. As responsabilidades sociais correspondem a figura de um diretor que é escolhido para atender a essas demandas. É possível que haja mais de um diretor, mas nesse caso a sua nomeação deve acontecer no momento em que a sociedade é constituída.

No caso de ser necessário destituir um diretor isso deverá ser feito através de deliberação dos acionistas que devem ser representantes de pelo menos dois terços do capital social total do empreendimento.

6 – Sociedade Anônima (S/A)

Modelo que se aplica a companhias que se encontram num estágio mais maduro no mercado haja vista que o capital não se encontra atrelado a nomes, mas sim a ações. É necessário que haja um mínimo de 7 acionistas cujas responsabilidades são divididas de acordo com a sua quantidade de ações.

Um tipo de sociedade que conta com normas e regulamentos mais complexos de maneira que as organizações que dependem de mais agilidade para a tomada de decisões devem considerar a sociedade limitada que pode oferecer melhor relação custo e benefício. O capital social da sociedade anônima pode ser dividido em: aberto (negociado na bolsa de valores) e fechado (sem negociação na bolsa).

7 – Sociedade em Conta de Participação

Sociedade formada por dois ou mais sócios sem a necessidade de uma firma social e que se dedica única e exclusivamente a operações comerciais. Normalmente um dos sócios é comerciante. Por ser uma sociedade empresarial que não demanda nenhum tipo de formalização seu contrato somente afeta os sócios.

8 – Sociedade Cooperativa

Para estabelecer uma sociedade cooperativa é necessário pelo menos 20 participantes com bastante democracia sendo que todos devem respeitar os direitos e deveres. Os sócios nessa modalidade podem ter as suas responsabilidades limitadas ou ilimitadas. Isso se deve ao fato de que cada sócio responde somente pelo valor da sua quota, porém, os sócios devem responder solidariamente pelas obrigações sociais da empresa.

9 – Sociedade de Advogados

As regras válidas para os tipos de sociedade apontados acima não se aplicam a sociedades de advogados que devem seguir Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (Lei 8906/94). Os atos dessa sociedade devem ser registrados na Seccional da OAB e não na Junta Comercial ou Cartório de Pessoas Jurídicas. É o tipo de sociedade específico para advogados.

Gostou de conhecer mais sobre os tipos de sociedade empresarial que existem? Compartilhe em suas redes sociais!

 

Copyright:1039493233 – https://www.shutterstock.com/pt/g/chombosan