Saiba por que a Manutenção Industrial é tão importante

Saiba por que a Manutenção Industrial é tão importante

Prevenir é sempre melhor do que remediar, essa máxima também é válida para o ambiente corporativo e é aí que entra a manutenção industrial como uma ação estratégica que permite evitar prejuízos e perda de competitividade a médio e longo prazo. Infelizmente, ainda é grande o número de gestores que não dá a devida relevância para esse quesito.

Manutenção industrial: Por que é tão importante?

No ambiente industrial a manutenção é essencial para evitar a defasagem dos equipamentos, algo que pode acarretar em prejuízos e perda de capacidade competitiva diante dos concorrentes. A seguir explico alguns tópicos que denotam a relevância de acompanhar o bom funcionamento do maquinário.

– Qualidade dos equipamentos

Quando se fala a respeito de qualidade de produção é natural pensar diretamente no resultado final que são os produtos, no entanto, é preciso observar o processo todo que leva a concretização das etapas produtivas. A manutenção industrial está intimamente ligada à qualidade do que é produzido e chega às mãos dos consumidores.

Poder confiar e extrair o máximo dos equipamentos da indústria é essencial para otimizar os processos permitindo que a empresa economize chegando a melhores resultados no que concerne a sua margem de lucro. A relevância de adotar um sistema de manutenção constante e vigilante está exatamente no fato de ter certeza de que a indústria irá produzir o seu melhor com o desempenho mais assertivo.

– Segurança dos funcionários

Outro fator que não pode ser deixado de lado é a segurança dos funcionários que irão utilizar os equipamentos da indústria. Quando não há acompanhamento do desgaste natural do maquinário se cria uma brecha para que potenciais acidentes aconteçam vitimando os colaboradores. Tanto os equipamentos quanto as instalações da companhia devem ser frequentemente vistoriados observando os critérios mais relevantes de segurança do trabalho.

Correção de uso inadequado de equipamentos

Ao realizar manutenção industrial frequente é possível detectar eventuais usos inadequados dos equipamentos da organização. A vistoria focada em avaliar o estado de conservação do maquinário pode servir para observar que alguns colaboradores estão usando erroneamente os equipamentos o que pode tanto gerar um acidente como acarretar em prejuízos. Reitero que prevenir é sempre melhor do que remediar.

Manutenção industrial é investimento

Os empresários precisam ter a compreensão de que a constante manutenção industrial não é um custo e sim um investimento para melhorar e aumentar a produção da sua companhia. A otimização que se obtém através da correção de processos e substituição de peças e máquinas que se encontram em fase de defasagem anunciada resulta no aumento da margem de lucro.

6 Tipos de manutenção industrial

No decorrer desse artigo expliquei os motivos pelos quais a manutenção industrial não representa um custo e sim um investimento assim como porque é tão importante. Abaixo vou apresentar os 6 tipos de manutenção que podem ser realizadas no ambiente industrial.

1 – Manutenção corretiva planejada

Manutenção realizada sem que os equipamentos tenham apresentado algum problema concreto, embora haja uma percepção de redução de capacidade produtiva e/ou que em algum momento pode parar de funcionar.

2 – Manutenção corretiva não planejada

Realizada nos casos em que os equipamentos apresentam falhas, tem sua capacidade de produção significativamente comprometida e/ou deixam de funcionar.

3 – Manutenção detectiva

É o tipo de manutenção industrial que busca identificar eventuais problemas que ainda não são perceptíveis ou falhas que estão ocultas.

4 – Manutenção preventiva

Tem como objetivo a prevenção de falhas que podem atrapalhar o bom ritmo produtivo da companhia.

5 – Manutenção preditiva

Preditiva é uma palavra que vem do verbo prever, dessa forma é essa é a manutenção que busca diagnosticar falhas e problemas que podem vir a ocorrer. O seu foco está na investigação do estado dos equipamentos da empresa.

6 – Engenharia de manutenção

Essa categoria é entendida como uma evolução da manutenção industrial e consiste na aplicação de técnicas de engenharia para evitar problemas técnicos.

Prioridades da manutenção industrial

Há três status nos quais os problemas de manutenção podem ser categorizados que são: Emergencial, Crítico e Normal.

– Status emergencial

Considera-se emergencial a manutenção de defeitos que representam riscos para a operação em si e para o colaborador. Recomenda-se aplicar a manutenção corretiva imediatamente.

– Status Crítico

Status menos grave que o emergencial e que deve ser corrigido num período de tempo de no máximo uma semana. Nesse caso a manutenção é preventiva.

– Status normal

Consiste nos casos de manutenção preditiva em que é possível demorar um pouco mais para realizar o reparo.

Ordem de trabalho

Tendo identificado o status do problema chega o momento de determinar qual é a sua ordem de trabalho.

– Ordem corretiva

Situações em que a correção precisa ser imediata sem a possibilidade de planejamento.

– Ordem planejada

Quando a correção já faz parte do planejamento de manutenção industrial.

– Ordem de rota

Usada nos casos em que planejamento de manutenção.

– Ordem de parada geral

Tem características bastante semelhantes a ordem planejada e se encaixa nas situações de parada setorial ou total.

Gostou de saber mais sobre a relevância da manutenção industrial? Deixe seus comentários abaixo!

 

Copyright: 782842939 – https://www.shutterstock.com/pt/g/gorodenkoff