Entenda como é o comportamento de uma pessoa chata dentro da empresa

Entenda como é o comportamento de uma pessoa chata dentro da empresa

Todo mundo já conviveu, convive ou conviverá com pelo menos uma pessoa chata durante a sua vida, contudo, quando esse indivíduo desagradável é um colaborador da sua empresa fica um pouco mais complicado. Ainda não se pode dar como motivo de demissão a chatice do funcionário e, por outro lado, há que se observar que geralmente essas pessoas têm algo relevante em termos de conhecimento para agregar a companhia. Mas, e aí como agir com os chatos de plantão?

A Pessoa Chata Dentro de uma Empresa


Antes de mais nada, é importante entender por que você acha o colaborador em questão chato. Há pessoas que são consideradas irritantes, em especial pelos colegas, porque monopolizam os equipamentos do escritório como a máquina de xérox, por exemplo, ou porque fiscalizam as tarefas dos demais. Um indivíduo com esse comportamento tende a desestabilizar o
clima organizacional e, em algum momento, irá gerar problemas com o gestor, mesmo que esse pouco conviva com ele.

Por outro lado, há aquele chato que recebe essa alcunha por ser uma pessoa desagradável, que fala mal dos colegas e está sempre criando situações que geram discussões no trabalho. Percebe que há uma diferença gigante entre o primeiro e o segundo exemplo de chato, não é mesmo? No primeiro caso uma conversa mais séria com o gestor pode resolver, enquanto no segundo se trata de uma questão de comportamento inerente ao indivíduo, exigindo medidas mais drásticas, talvez até uma demissão.

Porém, antes de tomar uma decisão definitiva a respeito do colaborador chato, pense a respeito do quanto esse funcionário agrega em termos de conhecimento para a equipe. Se achar que realmente vale a pena mantê-lo no grupo, será necessário encontrar formas mais salutares de estabelecer essa convivência.

Como Conviver Com uma Pessoa Chata no Trabalho


As dicas que darei a seguir ajudarão tanto os
gestores quanto os demais colaboradores da equipe a conviver com essa pessoa que é no mínimo difícil.

1 – O que te incomoda no colaborador chato?


A primeira coisa a se fazer na busca por uma convivência mais aceitável com o colega chato é observar o que tanto te incomoda na forma como age e se comporta no ambiente organizacional. Estudos da área da psicologia dizem que aquilo que mais nos incomoda nos outros tem relação com o que gostaríamos de mudar em nós mesmos. Talvez agora você não encontre semelhanças com o chato, mas se pensar com mais foco poderá melhorar seu autoconhecimento e, inclusive, desenvolver estratégias para melhorar a sua convivência com ele.

2 – Não fale mal do colaborador com os demais


Essa dica é essencial especialmente no caso dos gestores de equipe ou donos de empresas. Provavelmente muitos outros colaboradores do escritório acham que essa pessoa é chata, mas falar mal dela pelas costas não ajudará a mudar os seus defeitos mais inconvenientes.

Pessoas em posição de liderança podem e devem chamar o colaborador em questão para conversar e debater com respeito os pontos que podem ser evoluídos. Isolar e criar um ambiente de perseguição ao colaborador chato o tornará ainda mais irritante e difícil de ser alcançado por críticas construtivas.

3 – Seja respeitoso e não crie vínculos


Uma vez compreendido que, mesmo o colaborador sendo uma pessoa chata, é necessário para a organização, chegamos ao ponto do desenvolvimento de relações plenamente profissionais. Isso não quer dizer fugir do indivíduo o tempo todo, mas sim ter um comportamento respeitoso e colaborativo em que não sejam criados vínculos pessoais.

Basicamente, não dê início ou prosseguimento a conversas pessoais sobre futebol, sobre restaurantes ou outros temas de gosto comum. É o famoso “não dar intimidade”, assim a pessoa chata será uma pessoa do trabalho, que não terá abertura para falar com você em outras situações.

4 – Aprenda a conviver com as diferenças


Quando se fala a respeito de pessoas chatas no trabalho, é importante destacar que aquele indivíduo de quem você não gosta pode não ser, necessariamente, encarado como um problema pelos demais colegas. Pode acontecer de você ter uma implicância natural a respeito de alguém por motivos pessoais e intrínsecos seus e só conseguirá resolver essa questão com muita paciência e análise de si mesmo.

5 – Você é o único responsável pelo seu estado de humor


Quando estiver preocupado ou estressado devido ao comportamento do colaborador chato, tenha em mente o pensamento divulgado por Dalai Lama: “não deixe que o comportamento alheio acabe com a sua paz”. O único capaz de acabar ou melhorar o seu humor é você mesmo, pois é você quem está no centro da administração das suas emoções. Não se deixe abalar pelo comportamento chato ou desagradável de outras pessoas. Ao passar por um pequeno estresse com o indivíduo apenas respire, inspire e deixe no local a sensação ruim.

Você trabalha com alguma pessoa chata? Deixe nos comentários como você lida com a situação!

 

 

Confira dicas exclusivas de como se comportar no ambiente de trabalho. Acesse meu canal. Inscreva-se agora!