Saiba mais sobre Relação Ganha ganha nas empresas e em quais situações a mesma pode ser aplicada.

Saiba mais sobre Relação Ganha ganha nas empresas e em quais situações a mesma pode ser aplicada.

A resolução de conflitos não precisa necessariamente ter sempre um vencedor e um perdedor, no escopo da relação ganha ganha ambas as partes podem se beneficiar mutuamente da solução encontrada. Entender como esse conceito pode ser aplicado no ambiente organizacional com assertividade e alcançando o sucesso em diferentes projetos poderá determinar o crescimento contínuo da companhia.

O Que é a Relação Ganha Ganha?


Para entender esse conceito precisamos analisar no que consiste um problema dentro do ambiente corporativo, basicamente se trata de uma situação em que necessidades e interesses ou metas e valores de duas partes estão em divergência. Para solucionar essa situação é possível seguir por dois caminhos, uma relação ganha perde (em que uma das partes sairá mais prejudicada) ou a relação ganha ganha.

Os conflitos organizacionais podem se dar entre membros da mesma equipe, de equipes diferentes ou mesmo entre a empresa e fornecedores ou distribuidores. Cada vez mais as organizações vêm adotando a estratégia do ganha ganha porque entenderam que a união realmente faz a força. Ao invés de perder tempo tentando convencer a outra parte a ceder é mais fácil se unir a ela para alcançar um resultado bom para todos.

Como Chegar a uma Solução Ganha Ganha


Tendo chegado a um acordo com a outra parte a respeito de seguir pelo caminho em que ambas as partes se beneficiarão é necessário começar a pensar na solução que atenderá as demandas de todos. Para isso é importante ter uma conversa aberta com a outra parte em que todos os pontos de vista sejam explicados e se estabeleçam pontos que são cruciais para cada lado. Após ter feito isso será mais fácil ter um planejamento que se molde aos dois lados.

Quais as Situações em Que a Relação Ganha Ganha é Indicada?


Apesar de ser um conceito alinhado com as novas diretrizes do mercado corporativo focado em colaboração e sustentabilidade empresarial ainda existem situações mais indicadas que outras para utilizar esse conceito, a seguir listei algumas delas.

– Ambiente colaborativo


Empresas que seguem como valor da sua cultura organizacional a colaboração podem estimular que os seus departamentos desenvolvam a relação ganha ganha entre si, assim todos os setores trabalham em conjunto para alcançar o mesmo objetivo. Quando os funcionários não estão acostumados com a ideia de colaboração com outras equipes podem ter alguma dificuldade para compreender essa lógica.

– Nível alto de confiança


Estabelecer esse tipo de relação é interessante em ambientes em que se tem um alto nível de confiança desenvolvido entre os participantes. Se uma das partes não sente que tem as garantias de que necessita é bem provável que o projeto não siga adiante.

– Várias partes envolvidas


Em algumas situações a companhia se vê com dificuldade de dar sequência a um determinado projeto porque não consegue conciliar os interesses de todas as partes envolvidas. Nesses casos a relação ganha ganha se torna uma moeda de negociação para alinhar o atendimento das necessidades de todos.

– Estabelecimento de uma relação a longo prazo


Quando se objetiva estabelecer uma relação de longo prazo é válido negociar condições em que todos saiam ganhando, pois assim se garantirá interesse mútuo e dificilmente uma das partes desejará descumprir seu acordo.

– Divisão de responsabilidades


Uma das vantagens de estabelecer uma relação ganha ganha com outra parte é que assim como os benefícios também se dividem as responsabilidades nas mais variadas situações. O trabalho num projeto deixa de ser algo concernente somente ao seu departamento e passa a contar com um suporte.

Quais os Cuidados a Serem Tomados no Estabelecimento da Relação Ganha Ganha?


Para quem identificou na relação ganha ganha uma oportunidade de fechar mais negócios e investir no crescimento da sua companhia é interessante destacar que existem alguns cuidados que precisam ser observados. O primeiro que cito é o de que todas as partes devem cumprir exatamente o que está estabelecido no acordo, como dizem o combinado não sai caro. Tenha plena certeza de que da sua parte é possível cumprir o que foi estabelecido para não chegar no momento-chave e se ver descumprindo uma promessa.

Em segundo lugar devo dizer que nem sempre a solução ganha ganha é que aparenta ter mais vantagens para a sua companhia, por isso é essencial fazer uma análise a longo prazo tentando identificar se as vantagens obtidas serão realmente satisfatórias. Se a resolução de um determinado problema precisa ser urgente pode ser que essa forma de administrar conflitos não seja exatamente do que a organização precisa.

A grande questão a respeito de uma relação ganha ganha é a de que as duas partes precisam cumprir o que combinaram, algo que pode ser difícil num prazo mais curto. Sempre é possível tentar fazer um planejamento mais enxuto e assim mais rápido de colocar em prática no dia a dia da sua empresa.

Gostou de saber o que é uma relação ganha ganha? Compartilhe em suas redes sociais!

 

As melhores estratégias para o seu negócio você confere no meu canal. Inscreva-se agora!