Conheça os Benefícios da Governança Corporativa

Conheça os Benefícios da Governança Corporativa

A expressão Governança Corporativa tem sido muito utilizada no meio empresarial nas últimas décadas, pois representa uma forma de alavancar os ganhos das organizações, observando o bom andamento do trabalho cotidiano. Contudo, mesmo com essa popularização em diferentes segmentos, ainda é um conceito que não está totalmente compreendido sendo interessante conhecê-lo mais a fundo.

O Que é Governança Corporativa?

Esse sistema, nascido na década de 1990, tem como função estabelecer um conjunto de regras e políticas em diferentes esferas de relacionamento da companhia. As regras que determinam os direitos e deveres dos sócios entre si bem como que definem a cultura empresarial e o comportamento esperado dos colaboradores constituem a chamada Governança Corporativa, lembrando que há outras esferas inseridas como o relacionamento com fornecedores e consumidores.

De maneira mais resumida o conceito pode ser definido como um conjunto de regras que direciona a administração de uma organização. Contar com boas práticas de gestão é determinante para o sucesso de qualquer negócio e por isso mesmo a Governança Corporativa se aplica a empresas de todos os portes.

Quer saber mais sobre Governança Corporativa? Se inscreva no meu canal do Youtube!


Princípios da Base da Governança Corporativa

Para compreender porque esse conceito é relevante para que a sua companhia seja bem-sucedida no mercado basta conhecer a sua tríade de princípios básicos: Transparência, Responsabilidade e Eficiência. A Governança Corporativa surgiu como uma opção para as grandes organizações que contavam com uma estrutura composta por sócios/acionistas e executivos garantindo que num ambiente em que não há apenas um indivíduo que possa ser reconhecido como dono existe confiança e trabalho transparente.

É interessante observar que o destaque da figura do gestor geral (chamado de CEO em muitas empresas) nasceu desse conceito, afinal para que se trabalhe com método e obedecendo a regras é necessário ter a figura do líder. Com o passar do tempo negócios de menor porte observaram que podiam se valer das premissas básicas desse conceito para manter uma relação mais saudável com os seus colaboradores, fornecedores, clientes e outros públicos.

Como Implantar a Governança Corporativa em Empresas de Todos os Portes

O modelo de Governança Corporativa que nasceu em meados dos anos 1990 observava as necessidades de grandes corporações especialmente às do mercado norte-americano. No Brasil boa parte das companhias é de pequeno ou médio porte e se caracterizam por ter a figura de dono bem definida, não trabalhando com venda de ações na bolsa. Sendo assim há a necessidade de adaptar o conceito para essa realidade.

Um dos grandes problemas de organizações que possuem a figura do dono tão bem delineada é a falta de caminhos para a perpetuação por gerações. Ao criar um negócio obviamente o indivíduo tem o desejo que o mesmo se mantenha forte por diferentes gerações, mas nem sempre acontece essa linha sucessória e ainda pior grande pare desses negócios não se mantém nem dez anos ano mercado.

O principal público nesse cenário é certamente o dos colaboradores que precisam ter confiança de que o empreendimento se manterá por muito tempo no mercado assegurando o seu posto de trabalho. Se no modelo original de Governança Corporativa o objetivo é buscar a integração dos interesses dos sócios/acionistas com o dos executivos na adaptação se trata de alinhar a administração do negócio com os objetivos dos colaboradores.

Benefícios da Governança Corporativa

Abaixo listei alguns dos principais benefícios de adotar um sistema de regras e políticas para a gestão das companhias.

Autonomia dos colaboradores: Quando se tem um conjunto de regras e políticas bem definido é possível esperar dos colaboradores ações mais efetivas no dia a dia da organização. As pessoas que integram o seu time de funcionários compreendem melhor qual é a forma mais eficaz de resolver diferentes questões de acordo com o que a companhia tem como norte de sua administração.

Assertividade: Um dos principais motivos dos burburinhos dentro de uma empresa é falta de assertividade em relação a coisas simples como, por exemplo, de quanto em quanto tempo é realizada uma reunião com os gestores administrativos, para qual setor todos os outros devem prestar contas, quem aprova os orçamentos e assim por diante. A proposta da Governança Corporativa é estabelecer regras que garantam que todos tenham conhecimento dessas respostas.

Profissionalização: Esse é o principal benefício para os pequenos negócios, pois se cria um ambiente mais profissional em que cada indivíduo tem seu papel para a conquista dos bons resultados. Além do bom andamento interno se tem ainda a visão positiva que os consumidores têm da sua marca como uma solução para diferentes demandas.

Transparência: Um sistema de trabalho transparente é aquele que permite que todos os envolvidos reconheçam a relevância de suas atividades bem como permite que haja controle sem uma fiscalização intimidadora.

Identificação de oportunidades: Trabalhando com um sistema focado em estabelecer eficiência é mais fácil identificar onde estão as melhores oportunidades de negócios especialmente aquelas que representarão um grande salto de qualidade para a companhia.

O que você achou de conhecer um pouco mais sobre Governança Corporativa? Deixe seus comentários abaixo!

Se inscreva no meu canal do Youtube e fique por dentro desse e outros assuntos.