Você conhece quais são os 4P's do Marketing?

Você conhece quais são os 4P's do Marketing?

Toda empresa precisa de um bom Marketing, sabia disso empreendedor? O marketing tem como base a intenção de vender algo, seja um produto, serviço ou ideia. Traduzindo o termo do inglês, Market significa: mercado ou comercializar. Porém, ele não é somente um tipo de estratégia específica. É um compilado de táticas que levam até o consumidor o que uma empresa vende e, que mostra a ele como aquilo é necessário à sua vida, de moda o persuadi-lo a realizar sua compra.
 
Então, pensando em te ajudar a entender melhor como as ações de marketing fazem parte da construção de todo negócio, eu quero compartilhar as quatro premissas que são à base deste tipo de estratégia e que ajudam a formatar os processos das empresas e direcionar com mais assertividade suas ações de vendas.
 

Os 4 P’s do Marketing

 
Os 4 P’s do Marketing representam quatro elementos-chave no planejamento de um negócio. São respectivamente – Preço, Praça, Produto e Promoção. Esta teoria conhecida e utilizada mundialmente foi difundia por Philip Kotler, um dos maiores especialistas em Marketing de todos os tempos, entretanto, a teoria foi criada pelo professor Jerome McCarthy.
 
Quando se pensa num produto, é extremamente importante não focar somente nele e, sim, em tudo que o rodeia, como por exemplo: quanto cobrar; o público – alvo; local que irá vender; saber se sua empresa conhece o mercado onde vai inserir esse projeto. Portanto, reunindo as questões básicas de construção de um negócio, quatro elementos devem fazer parte do planejamento de vendas da sua empresa. Vamos conhecê-los!
 

Conheça os 4 P’s do Marketing

 

P de Produto

 
Esse é um dos pontos de partida, pensar no produto/serviço. O que se quer propor com ele? Qual necessidade visa atender? Sua usabilidade, suas características, variações, cores, tamanho, terá pacote ou não, será vendido por unidade ou não? Atacado ou varejo, loja física ou internet? Formato, custo? Pensar em seu produto é uma etapa essencial já que ele será o cartão de visitas da sua empresa e deve ser planejado com extrema atenção antes de qualquer outra etapa.
 

P de Preço

 
Aqui o planejamento é uma consequência da ideia original do produto, já que isso impacta diretamente da forma como esse serviço vai ser cobrado. Existem diferentes possibilidades de gerar o preço sobre o que você esta propondo, podendo ser uma cobrança única, um valor mensal como se fosse uma assinatura, um leilão onde várias pessoas querem a mesma coisa, um valor emocional como uma lembrança de algo.
 

P de Praça

 
Essa é outra etapa que também depende do que for pensado no preço e no produto. Aqui se planeja onde que esse serviço estará à venda e como que será esse processo. Por exemplo, se você vende suplementos alimentares, existem várias possibilidades de como mostrar seus produtos. Você pode ser sua loja própria, filiais ou postos de revenda autorizada, um e-commerce próprio ou trabalhar com parcerias online, pode vender dentro de academias e centros esportivos ou ter uma distribuidora com tele-entrega. Com certeza, é possível pensar em alguma forma de estar presente onde o seu público está de maneiras bem inovadoras, práticas e diferentes.
 

P de Promoção

 
Esse é o P que diz respeito a como pensar essa venda e como esse produto vai ser promovido para seus futuros clientes. Aqui, as estratégias de marketing, publicidade e divulgação são os pontos – chave para o sucesso de suas vendas. Por isso, vale analisar muito bem o mercado para conseguir se conquistar de forma gradual seu espaço frente aos concorrentes. Os anúncios de rádio, panfletos em sinaleiras, outdoors, newsletters, links patrocinados, redes sociais, site, métodos de venda; que envolvem tanto o online como o off-line podem conter grandes possibilidades a serem desenvolvidas.
 

Que tal exercitarmos isso?

 
Vou destrinchar uma ideia e analisa-la na prática conforme os 4 P’s que acabamos de conhecer :
 
Produto: cachorro-quente vendido num trailer.
Preço: Entre R$5 e R$8, dependendo de quantas salsichas forem escolhidas.
Praça: rotativo, localizado na saída de festas, eventos e encontro de foodtrucks, abordagem perfeita para quem precisa de um lanche após a balada.
Promoção: comprando junto um refrigerante, o combo de produtos fica R$10.
 
Viu como uma venda relativamente simples pode aumentar o seu fluxo de caixa só ao apostar em uma praça diferente? Se esse serviço está disponível logo na saída de uma festa, por exemplo, de madrugada, quando as lojas comuns não ficam abertas, isso gera uma nova oportunidade quando o consumidor não precisa se deslocar para comprar um lanche e tem logo à mão o que deseja comer.
 
O mesmo acontece com os pontos de táxi também estrategicamente posicionados nas saídas de shoppings, áreas comerciais e shows. Eles estão ali proporcionando uma oportunidade de conseguir clientes novos e diferentes justamente por estarem em um local de grande movimentação.
 
O ponto faz toda diferença e, em muitos casos, é exatamente por isso que muitos negócios não conseguem crescer, pois estão no local errado. A praça consiste em pensar em muito mais do que somente a localização, mas também a cultura daquele lugar, os preços cobrados, perfil econômico, profissional e social de quem frequenta aquela localização.
 
Outro exemplo são os churros gourmet. Um negócio que transformou a experiência de comer churros, algo relacionado a parques, disponível em outros sabores dentro de um shopping. Ali dentro, é possível cobrar mais que o valor real, já que esta localidade e também a apresentação do produto gera mais vendas, uma vez que o local confere a oportunidade de acessar aquele tipo de público, que frequenta este local, e que tem condições de comprar o item mesmo se ele for mais caro que o tradicional.
 
Diferente de quando se coloca uma cafeteria requintada num bairro popular da cidade. Com um público que se sente intimidado por um ambiente mais elegante, preços de cafés que são muito altos comparados aos das padarias da região, não tem condições de um negócio assim dar certo.
 
Depois dessa análise conjunta, que tal você começar a prestar atenção nessas novas oportunidades que os negócios podem ter? Ou observar a relação dos quatro P’s em empresas que você conhece e, especialmente, na sua também? Quando todos esses elementos são respeitados, estudados e bem planejados, o sucesso de qualquer empreendimento tem grandes chances de acontecer. Portanto, use os 4 P’s do Marketing de forma inteligente e impulsione os resultados da sua empresa.