Você conhece as ferramentas da qualidade?

Você conhece as ferramentas da qualidade?

Quando nos propomos a dar início ao nosso próprio negócio, devemos ter como princípio básico a oferta de um produto e um serviço de qualidade aos nossos clientes. Para isso, podemos contar com ferramentas e mecanismos que nos ajudam a analisar todos os processos dentro de nossa empresa, identificando possíveis falhas que impactam, justamente, na qualidade do que é oferecido, interna e externamente pela organização como um todo.
 
Pensando em ajudar empresários e empreendedores a aplicar melhorias contínuas nos processos dentro de suas empresas, para facilitar o dia a dia de trabalho e a tomada de decisões, foram criadas, na década de 1950, as ferramentas de qualidade, que servem para analisar, mensurar, prevenir e propor soluções para possíveis problemas que possam surgir durante a execução de todas as atividades dentro de uma organização.
 
Com a aplicação destas ferramentas, as melhorias são facilmente percebidas, não só pelos clientes, mas também por todos os colaboradores e fornecedores, que são os principais stakeholders de qualquer tipo de negócio. Conheça então quais são as sete ferramentas da qualidade e analise quais delas mais se adequam à sua empresa.
 

As 7 ferramentas da qualidade

 
Toda empresa que deseja se estabelecer no mercado e se tornar cada vez mais competitiva, deve manter um padrão de qualidade sempre elevado, para atender às expectativas e necessidades de seus clientes. Se você é o tipo de empreendedor que se encaixa neste perfil, conheça agora as ferramentas que vão ajudá-lo a melhorar significativamente os processos em seu negócio.
 

Diagrama de Pareto

 
A primeira ferramenta da gestão da qualidade que vamos abordar é o Diagrama de Pareto, que é representado por um gráfico em barras, e mostra que 80% dos problemas têm apenas 20% de causas. Criado no século XIX por Vilfredo Pareto, economista italiano, tendo a contribuição de Joseph Juran, ele é utilizado para identificar as falhas que ocorrem em um processo, suas causas e consequências, e auxilia na tomada de decisões de quais as melhores ações a serem realizadas para solucionar a situação.
 

Fluxograma

 
O Fluxograma mostra, graficamente, por meio de símbolos geométricos, todas as etapas que envolvem um processo. Ele pode ser demonstrado em um documento, e o sistema de gestão da qualidade geralmente o utiliza para facilitar a visualização dos caminhos a serem percorridos ao longo da implementação dos processos que acontecem dentro de uma empresa ou em qualquer ambiente onde seja necessário aplicá-lo.
 

Controle Estatístico de Processo (CEP)

 
Trata-se de uma ferramenta que coleta amostras de resultados de determinado processo e as analisa, com o objetivo de identificar possíveis falhas e eliminar as causas destes problemas. É um método utilizado para trazer estabilidade e melhorias aos processos de uma empresa, pois, ao analisar e eliminar a causa raiz dos problemas que acontecem na execução de alguma tarefa ou atividade, ele traz maior eficiência às mesmas, já que impede que tais falhas ocorram novamente.
 

Diagrama de Dispersão

 
Uma das 7 ferramentas da qualidade, o Diagrama de Dispersão, também denominado de Gráfico de Dispersão, analisa pares de dados numéricos, a fim de entender a relação existente entre um e outro. Esta análise, geralmente acontece em cima de uma variável independente e de outra dependente desta primeira, para saber quais são os efeitos de uma sobre a outra.
 

Diagrama de Ishikawa

 
Também conhecido como Diagrama de Causa e Efeito, ou Espinha de Peixe, devido ao seu formato, o Diagrama que leva o nome de seu criador, Kaoru Ishikawa, faz uma análise dos problemas existentes nos processos de uma empresa, suas causas e efeitos.
 
Esta ferramenta do sistema de gestão da qualidade faz uma hierarquização e uma categorização dos problemas e falhas, organizando-os, classificando-os e os documentando, a partir de um gráfico, que permite e facilita sua análise, com o objetivo de entendê-los e elaborar estratégias assertivas para eliminá-los.
 

Folhas de Verificação

 
A ferramenta da qualidade mais utilizada, por ser facilmente aplicada, a folha de verificação nada mais é do que uma lista com cada passo que deve ser realizado em um processo. Ela permite avaliar se tudo o que foi determinado já foi cumprido ou quais etapas ainda precisam ser realizadas para finalização dos procedimentos.
 

Histograma

 
O Histograma é uma ferramenta que serve para analisar a frequência com que determinado fato se repete ao longo da implantação de algum tipo de processo. A partir da coleta de dados, que podem ser distribuídos em uma tabela, é possível montar um gráfico que poderá representar estatisticamente a quantidade de vezes que algum fato acontece e se repete durante execução de uma tarefa ou atividade.
 
Algumas ferramentas são mais complexas do que as outras, mas nenhuma é um bicho de sete cabeças. Basta que se tenha disposição para aplicá-las no dia a dia dos negócios e implementar as melhorias necessárias nos processos de trabalho de sua empresa. A partir do momento que você e seus colaboradores se dispuserem a implantar o sistema de gestão da qualidade em seus negócios, com certeza, você verá muitas mudanças positivas acontecerem.
 
Eu mesmo implantei em minha empresa uma gestão pautada na qualidade e, além de recebermos o selo ISO 9001 com uma instituição com padrões de qualidade atestados, posso dizer que isso melhorou a eficiência do meu negócio em todos os sentidos, nos ajudou a crescer e também potencializou consideravelmente nossos resultados.
 
Agora que você já conhece as 7 ferramentas da qualidade, qual delas você acredita que melhor se adequa ao seu tipo de negócio? Deixe o seu comentário, que eu terei o maior prazer em trocar experiências com você.