Mark-up e Margem de um produto - Saiba mais

Mark-up e Margem de um produto - Saiba mais

Saber como calcular mark-up e margem de contribuição de um produto é essencial para definir qual o método mais assertivo de acordo com as demandas do seu empreendimento. Uma das grandes dificuldades enfrentadas por muitas companhias é saber como fazer cálculos que correspondam a realidade do empreendimento conquistando dessa forma um final de mês mais tranquilo com lucros e não prejuízos.

Como calcular mark-up: Entenda o conceito

Para quem ainda não conhece mark-up funciona como um índice que determina se o seu produto está dentro do preço considerado como ideal. É necessário conhecer o custo que a organização teve para produzir o item em questão para que se possa usar sobre ele o mark-up. Espera-se que o lucro seja uma margem do custo.

De maneira geral o mark-up é o método mais utilizado para precificação, no entanto, não significa necessariamente que é perfeito para todos os casos. A simplicidade para se chegar ao resultado final é o que torna esse um método bastante utilizado, pois trata-se de um índice multiplicador que é aplicado no custo final. O ponto que deve ficar claro a respeito do mark-up é que o método considera somente o custo que se teve para que o produto fosse produzido incluindo o IPI.

Exemplo de mark-up

Para que fique mais claro como calcular mark-up vou apresentar um exemplo a seguir.

Imagine o caso de um produto que tem custo de produção de R$ 4,00 e valor de 10% de IPI, ou seja, R$ 0,40. O índice mark-up será aplicado sobre o valor de R$ 4,40 que nada mais é do que o custo de produção e o IPI. Considerando que nesse caso a margem de lucro desejada é de 30% basta fazer a multiplicação do valor de custo pelo percentual:

(4,00 + 0,40) X (1 + 30%) = R$5,72

O cálculo nos apresenta como resultado de preço ideal desse produto R$ 5,72. O método de mark-up tem como sua principal vantagem o fato de considerar todas as variáveis para chegar ao valor final.

E a margem de contribuição?

Podendo ser chamada também de margem bruta é um método de precificação que leva em consideração o lucro efetivo da venda do produto como uma parte do seu preço. Diferentemente do mark-up esse método de cálculo de precificação leva em consideração o ganho e não o custo para a produção do item. Usando esse método de cálculo se torna possível fazer a previsão dos lucros que são obtidos com as vendas dos produtos.

Exemplo de margem de contribuição

Para tornar mais claro do que estou falando vou exemplificar o cálculo de margem de contribuição seguindo o mesmo exemplo anterior.

Retomando o exemplo acima temos que o custo de produção por unidade é de R$ 4,00 e o valor do IPI é de 10%, o que significa R$ 0,40. No cálculo da margem bruta é necessário levar em consideração outros dados como o valor do ICMS de entrada assim como a COFINS e o PIS. O ICMS de entrada assim como o ICMS de saída é 18%. Já o PIS + COFINS é igual a 1,65% + 7,6%, isto é, 9,25%.

Colocando em reais isso fica em: R$ 0,72 de ICMS de entrada; R$ 1,03 de ICMS de saída, PIS + COFINS de R$ 0,37 (custo) e PIS + COFINS de R$ 0,53 (venda). Dessa forma o cálculo do custo fica assim:

Preço do custo líquido do item = custos + IPI – ICMS – (PIS + COFINS)

Preço do custo líquido do item = 4,00 + 0,40 – 0,72 – 0,37 = R$ 3,31.

Usando o preço que foi obtido com o mark-up se torna possível fazer o cálculo da margem de lucro assim:

Preço de venda líquido do item = preço de venda líquido – ICMS de saída – (PIS + COFINS)

Preço de venda líquido do item = 5,72 – 1,03 – 0,53 = R$ 4,16.

Fórmula para cálculo de margem bruta

Com o preço tanto de custo quanto de venda líquido é possível fazer o cálculo da margem de lucro usando a seguinte fórmula abaixo:

Margem de contribuição (ou bruta) = (preço de venda líquido – preço de custo líquido) / preço de venda

Margem de contribuição (ou bruta) = (4,16 – 3,31) / 4,16

Com isso chegamos a conclusão de que a porcentagem real de lucro é de 20,43%.

Mark-up ou margem de contribuição?

O exemplo que apresentei ao longo do artigo nos mostrou que o cálculo de mark-up indicava um lucro de 30% enquanto que no cálculo de margem de contribuição o valor ficou somente um pouco acima de 20%. Dessa forma temos que o mark-up embora seja mais simples de calcular pode oferecer resultados um tanto quanto duvidosos. Margem de contribuição é um cálculo mais seguro e pode ser a solução para o caso de suas contas não estarem fechando no final do mês usando o mark-up.

Gostou de saber como calcular mark-up e margem de contribuição? Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais.

 

Copyright: 1299242878 – https://www.shutterstock.com/pt/g/freedomz