Saiba como o Balanço Patrimonial deve ser feito

Saiba como o Balanço Patrimonial deve ser feito

No âmbito empresarial, o balanço patrimonial é o equivalente a um registro de um determinado momento financeiro das companhias. Basicamente, se trata de uma avaliação em que se observa a relação entre ativos e passivos num único momento, consiste numa demonstração estática, isto é, um retrato de apenas um instante que não é válido como representação da condição financeira da organização a longo prazo. É fundamental para estar a par da saúde financeira de negócios de diferentes portes.

O Que é Balanço Patrimonial?

A base do balanço patrimonial está em realizar o levantamento de ativos e passivos da organização para compreender como estão as finanças do negócio. Resumidamente, se faz uma comparação entre os ativos (o que pode ser convertido monetariamente) e os passivos (compromissos financeiros) da companhia. É uma forma de saber se há dinheiro suficiente para pagar todas as dívidas, o que recebe o nome de ‘resultado de patrimônio líquido’, vou explicar melhor esses conceitos a seguir.

Como Fazer o Balanço Patrimonial – Conceitos Importantes

Abaixo você entenderá melhor os conceitos de ativos, passivos e resultado de patrimônio líquido, que são tão importantes para o balanço patrimonial. As explicações abaixo podem ser usadas como um passo a passo para elaborar esse balanço.

O Que São Ativos?

O grupo dos ativos está subdividido em duas categorias que são: ativos circulantes e ativos não circulantes. Os primeiros são os valores que a empresa terá em caixa a curto prazo como, por exemplo, contas para receber de clientes, valores de impostos para recuperar, estoques de produtos que podem ser vendidos, entre outros. Já no grupo dos ativos não circulantes estão aqueles que apresentam um pouco mais de dificuldade para se converterem monetariamente a favor da companhia.

Dentre os ativos não circulantes estão os realizáveis a longo prazo (obtenção de crédito com sócios, valores a receber para o exercício seguinte entre outros), investimentos (aplicações de longo prazo, participações em coligação), intangíveis (marcas, pesquisas e patentes) e os móveis e imóveis (equipamentos da companhia, prédios, terrenos entre outros).  

O Que São Passivos?

Também subdivididos em circulantes e não circulantes, os passivos, se referem às obrigações financeiras que a companhia possui. Os passivos circulantes são aqueles de curto prazo como o pagamento de fornecedores, obrigações com os funcionários, financiamentos, entre outros. No grupo dos passivos não circulantes estão despesas de longo prazo, como pagamento de fornecedores que ficam para o exercício seguinte, financiamentos que possuem prazo mais longo para serem pagos, entre outros.

O Que é Patrimônio Líquido?

Consiste no capital social que a organização possui assim como as suas reservas. Para saber o montante a que se refere esse patrimônio basta subtrair os ativos dos passivos, isto é, o capital que se tem do valor das despesas chegando ao resultado de quanto efetivamente se tem disponível.

Balanço Patrimonial na Prática

Com o entendimento dos conceitos de ativos, passivos e patrimônio líquido, você já sabe no que consiste o balanço patrimonial, realizá-lo na prática do dia a dia da sua companhia é bastante simples. Para isso, você pode desenvolver uma tabela com espaço para os ativos e para os passivos sendo que no primeiro grupo estão valores a receber, veículos que pertencem a companhia, dinheiro em caixa, matéria prima, entre outros bens facilmente conversíveis em capital.

No espaço destinado aos passivos deverão constar as principais despesas da sua organização, como fornecedores, salários dos funcionários, valores de compra de insumos, etc. Sabe quando precisamos organizar as finanças domésticas listando a conta de água, luz, telefone e comparar com o tanto de dinheiro que temos no final do mês? É isso que você deverá fazer no seu negócio, a diferença está nos itens que compõem cada lista.

Por Que é Importante Manter o Balanço Patrimonial Atualizado?

O ideal é que o balanço patrimonial seja atualizado todos os meses para que se tenha um retrato sempre atualizado da situação financeira da sua companhia. Além disso, realizar esse balanço mensalmente evita acumular trabalho no final do ano. É complicado ter que contabilizar todos os ativos e passivos de um longo prazo que não foi verificado.

Esse balanço permite ter uma compreensão mais assertiva a respeito de como está a saúde financeira da sua empresa em cada momento. Observando que os passivos estão se aproximando demais dos ativos ou até mesmo ultrapassando-os, você poderá tomar medidas para aumentar o dinheiro em caixa ou, ainda, pensar a respeito da venda de algum ativo circulante. No final de cada exercício, a sua empresa terá uma contabilidade consistente e focada em melhores resultados.

O balanço patrimonial é um registro de um momento da companhia e ajuda a traçar o seu futuro a curto, médio e longo prazo. Mantenha as tabelas sempre atualizadas para que seja mais fácil saber quando é necessário mudar o rumo do negócio. Gostou do artigo? Então compartilhe com seus amigos empresários!

 

Saiba mais sobre Balanço Patrimonial e outros assuntos. Inscreva-se no meu canal. Inscreva-se agora!