Saiba como alavancar os resultados de sua pequena empresa

Saiba como alavancar os resultados de sua pequena empresa

Manter uma pequena empresa no mercado brasileiro pode ser um grande desafio, para alguns empresários a falta de experiência e dificuldades de diferentes âmbitos como tributário e de gestão financeira podem acarretar em resultados negativos em sequência. Saber como sair dessa espiral e entrar no caminho da consolidação é essencial para que seu negócio não engrosse a estatística de fechamentos antes de cinco anos no mercado.

Pequena empresa: Saiba como recuperar a sua e alavancar os resultados em 8 dicas

Para quem se pergunta todos os dias como é possível tornar sua companhia mais lucrativa escapando de uma série de maus resultados listei algumas dicas a seguir.

1 – Faça um diagnóstico da situação

Para saber como tornar sua organização mais assertiva é necessário fazer um diagnóstico a respeito do que está causando seus maus resultados. Dentre os motivos mais comuns de problemas em empresas de pequeno porte estão vendas estagnadas, estoques cheios, pouco capital de giro, endividamento com bancos e financeiras e falta de conhecimento de gestão. Sua companhia está sendo impactada por algum desses problemas ou são outros os motivos para sua derrocada?

2 – Organize a gestão da sua companhia

Além da identificação do fator mais relevante para os maus resultados o empreendedor deve trabalhar com foco na organização do seu negócio, isto é, buscar estruturar a sua gestão. Ter registros rigorosos que permitam controle de tudo o que acontece no empreendimento é uma forma de se tornar um gestor mais eficaz.

Ainda dentro dessa dica recomendo que o gestor dedique algum tempo à contabilização das finanças verificando quanto se tem de endividamento, quanto se tem de capital de giro, a estrutura disponível e um planejamento com algumas projeções dos ganhos em potencial para os próximos dias. Para tornar o trabalho mais prático separe as dívidas por categorias como: trabalhista, bancária, tributária, cheque especial, fornecedores entre outros.

3 – Estabeleça prioridades

A partir do conhecimento das dívidas da sua companhia é mais fácil estabelecer as prioridades, isto é, quais são as dívidas que precisam ser quitadas antes pensando em maneiras para financiar as demais. Os juros do cheque especial são muito elevados de maneira que pode ser interessante solicitar um empréstimo bancário trocando uma dívida por outra mais barata.

A contabilização de tudo o que se deve torna mais fácil criar um cronograma de pagamento das dívidas, o que pode até ajudar sob o ponto de vista de incentivo para quitar as obrigações.

4 – Invista na renegociação

Quando uma pequena empresa está num ciclo vicioso de dívidas e problemas é bem provável que não haja um capital significativo para efetuar o pagamento de todas as dívidas, em outras palavras não se tem nem metade do que é preciso para voltar ao azul. A dica nesse caso é apostar na renegociação de suas dívidas, converse com os credores para chegar a acordos que sejam vantajosos para ambas as partes.

Nesse momento os cobradores querem saber o quanto os endividados estão dispostos a quitar suas pendências e de que maneira podem fazê-lo. Demonstrar interesse e acima de tudo capacidade para saldar os seus débitos possibilita até conseguir bons descontos.

5 – Identifique e corte desperdícios

Saiba que é possível reduzir muito mais custos cortando desperdícios do que demitindo funcionários. Os recursos humanos são imprescindíveis para manter sua empresa operando no ritmo normal. Sendo assim a dica é fazer um mapeamento de como os recursos da sua organização estão sendo utilizados no momento para encontrar os pontos em que podem ser reduzidos. Apague a luz em cômodos que não estão sendo utilizados, institua uma política de economia de água, pesquise pontos comerciais menos onerosos para a sua companhia e assim por diante.

6 – Se tiver uma reserva de capital utilize

Todo e qualquer negócio deveria contar com uma reserva de capital para situações difíceis como uma crise financeira, o surgimento de um concorrente forte ou simplesmente desmandos de gestão. Parte do lucro sempre deve ser direcionada para uma poupança de maneira que possa ser usada nos momentos mais complicados. Um aporte financeiro pode ser tudo o que a sua companhia precisa para ter uma sobrevida no mercado.

7 – Pense em retroceder

Essa é aquela dica que ninguém quer usar na prática, porém, se parece não haver solução para resolver o emaranhado de problemas financeiros em que a sua organização se encontra pode ser estratégico delinear um planejamento em que se retroceda algumas posições assumidas no mercado. Tirar uma linha de produtos de circulação ou então deixar de atender um determinado público pode reduzir os custos permitindo se realocar numa posição confortável.

8 – Fechar a empresa por um tempo

Pior do que retroceder certamente é ter que fechar o negócio, porém, o empreendedor pode encarar como apenas um tempo. Deixar a companhia inoperante enquanto se recupera financeiramente pode ser uma forma de retornar ao mercado depois de algum tempo com mais assertividade.

Gostou das dicas de como recuperar uma pequena empresa? Compartilhe em suas redes sociais!

Copyright:  448462354 – https://www.shutterstock.com/pt/g/rawpixel