Go to Market e a vantagem competitiva

Go to Market e a vantagem competitiva

Posicionar uma empresa com assertividade não é das tarefas mais simples, a dica é conhecer a estratégia go to market que pode ser usada para criar vantagem competitiva. Quem sabe o que busca tem mais facilidade para chegar ao resultado esperado, entrar no mercado a esmo tentando abarcar vários públicos pode ser o primeiro de alguns passos rumo a perda de relevância.

O que é estratégia go to market?

Você já deve ter ouvido que aquele que não sabe o que quer acaba ficando sem nada, no âmbito corporativo essa máxima também tem vez, as companhias precisam saber como se posicionar para que seus produtos/serviços estejam direcionados para o público certo, ou seja, aquele que se interessa por eles. Basicamente, go to market é uma estratégia de inserção mais assertiva de produtos/serviços que leva em consideração saber exatamente quem é o público-alvo.

É importante esclarecer que o estudo desenvolvido pelo go to market é diferente daquele do plano de negócios. Enquanto o último é mais amplo e está direcionado para responder a questões de longo prazo o primeiro atende a demandas de curto prazo. Contando com um escopo sucinto essa estratégia visa atingir o máximo do potencial da organização em pouco tempo. Como se tem um público-alvo bem definido desde o início se torna mais fácil conseguir boas respostas do mercado.

Go to market: Vantagem competitiva

Essa estratégia tem um papel relevante no que diz respeito à construção de vantagens competitivas porque torna mais rápido e eficaz o posicionamento seja de uma marca, de novos produtos ou serviços. Companhias que estão passando por processo de reestruturação ou ampliação podem utilizar essa estratégia para ter uma definição melhor de que público é o seu alvo nesse momento.

Sabendo verdadeiramente quem é o público que irá comprar os produtos da sua organização fica mais fácil desenvolver metas que possam ser cumpridas e que tornem a sua marca mais relevante. Mais do que determinar um público-alvo de acordo com as suas expectativas é importante fazer um estudo que ajude a entender o perfil de quem realmente está interessado no que seu negócio oferece. O número de empresas que fecha em menos de cinco anos mesmo tendo bons produtos/serviços demonstra que um erro de posicionamento pode levar a falência.

4 Dicas de como desenvolver a estratégia go to market no seu empreendimento

Agora que já ficou claro o quanto é impactante para o sucesso da sua organização conhecer o público-alvo e saber posicionar o negócio vou dar dicas de como colocar em prática a estratégia go to market para que o conceito se torne menos abstrato.

1 – Seja um profundo conhecedor do seu mercado

Antes de iniciar as atividades da sua empresa e também em momentos decisivos como o lançamento de novos produtos/serviços contrate um bom estudo de mercado em que se possa ter respostas para algumas questões como: quem é a concorrência, como é a aceitação da sua marca pelo público-alvo e quais são as lacunas no seu nicho de atuação que podem ser preenchidas. Com essas respostas além de evitar desgastes também é possível desenhar um plano para conquistar uma base mais significativa de consumidores.

2 – Proposta de valor

Para utilizar a estratégia go to market como vantagem competitiva sua organização precisa de uma proposta de valor bem definida. Empresários que conhecem o mercado e o público-alvo das suas marcas conseguem determinar quais são os principais valores a serem buscados pela companhia para ter diferenciais de posicionamento. Talvez a sua organização não tenha o produto mais inovador do seu nicho, mas pode oferecê-lo de uma maneira mais interessante para as demandas do consumidor.

3 – Use o conhecimento adquirido para ser mais assertivo

A partir da definição do público que se quer atingir e dos valores que a sua companhia deve transmitir se torna mais prático escolher os canais de comunicação e os momentos mais indicados para colocar cada plano em ação. O conhecimento do go to market serve para tomar decisões certas em menos tempo. As respostas para esses esforços se tornam mais rápidas também.

4 – Liste os objetivos das ações

Pode parecer que toda estratégia de posicionamento visa simplesmente vender mais, contudo, nem sempre é apenas isso o que a companhia está buscando. Em alguns casos as marcas querem aproveitar o lançamento de um novo produto ou serviço para mudar a percepção que a sociedade em geral tem a respeito delas ou conseguir uma interação mais significativa com os seus consumidores.

Antes de começar a colocar em prática um plano de go to market faça uma lista com todos os resultados desejados. Isso te ajudará a estruturar as ações em planos com etapas que devem ser cumpridas para se concluir a meta no final.

Gostou de saber mais sobre a estratégia go to market? Compartilhe em suas redes sociais!

 

Copyright:621578840 – https://www.shutterstock.com/pt/g/lightspring