Conheça os princípios da gestão estratégica de RH

Conheça os princípios da gestão estratégica de RH

Já falei por diversas vezes aqui em meu blog sobre a importância dos recursos humanos para uma empresa, pois sem pessoas e processos bem alinhados não há resultados. No artigo de hoje falarei especificamente sobre o funcionamento da gestão estratégica de RH e seu impacto na organização de uma forma geral. Continue acompanhando e saiba mais a respeito do tema.
 

O Que é Gestão Estratégica de Recursos Humanos?

 
Em primeiro lugar, é necessário deixar claro que nem toda organização tem uma gestão estratégica de RH e, para ser considerada assim, é importante que alguns passos sejam seguidos. O mais importante deles é entender o conceito de estratégia e colocá-lo em prática, definindo os caminhos que serão seguidos, relacionados aos colaboradores, para atingir os objetivos da empresa.
 
Durante os anos 80, o setor responsável pelas pessoas era chamado de departamento pessoal e cuidava apenas da parte burocrática do trabalho, atuando como uma vertente da área administrativa. Nas décadas seguintes, esse setor passou a se envolver mais com os objetivos gerais do negócio e as empresas começaram a recrutar líderes de recursos humanos que fossem capazes de gerir o departamento de uma forma mais estratégica.
 
O departamento pessoal, portanto, evoluiu e passou a ser chamado de gestão de recursos humanos. Hoje, os gestores de RH são responsáveis ​​pelo desenvolvimento de soluções estratégicas para as questões relacionadas aos colaboradores que afetam a capacidade da organização de cumprir suas metas de produtividade e desempenho. Eles deixaram de ser apenas aqueles que cuidam de documentação e cálculo de salários para se tornar peças fundamentais nos resultados.
 

O Papel do Departamento de Recursos Humanos Sob uma Visão Estratégica

 
Como disse anteriormente, hoje o papel do departamento de RH é muito mais do que apenas cuidar da parte burocrática que envolve a contratação de funcionários. As funções de um RH estratégico incluem:
 

Segurança do Trabalho

 
Criar um ambiente de trabalho livre de riscos é um dos papéis estratégicos dos gerentes de recursos humanos, pois a segurança é um importante motivador para a produtividade. Dificilmente um colaborador conseguirá desenvolver todo o seu potencial se estiver rodeado por agentes que ofereçam risco de lesões e, até mesmo, morte. No Brasil existe a lei que regulamenta a criação da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e é papel do RH cuidar de todos os trâmites, que inclui a formação das chapas, eleição, posse e atuação durante o período de mandato.
 

Compensação e Benefícios

 
A estrutura de remuneração e benefícios oferecidos pelo empregador, em partes, determina a reputação e imagem da empresa perante a sociedade. Uma organização conhecida por oferecer baixos salários e não ser justa com os seus funcionários dificilmente conseguirá atrair e reter talentos e será sempre vista de forma negativa. Cabe ao RH definir as estratégias relacionadas aos salários e benefícios, mas, claro, sempre levando em conta os objetivos e o orçamento disponível para tal.
 

Treinamentos Para a Equipe

 
Outro papel estratégico da gestão estratégica de recursos humanos diz respeito à formação e desenvolvimento dos funcionários, com o objetivo de prepará-los para futuras posições dentro da empresa. O planejamento de sucessão, políticas de promoção e avaliação de desempenho são funções do departamento de recursos humanos. Os programas de treinamento e desenvolvimento motivam os funcionários e, em alguns casos, ajudam na retenção de talentos.
 

Recrutamento e Seleção

 
O recrutamento e seleção de profissionais também faz parte das funções dos responsáveis pelo RH. Portanto, o papel estratégico de um gerente de recursos humanos é encontrar pessoas com os perfis que a organização busca, montando um verdadeiro quebra-cabeça para formar uma equipe forte e produtiva. A análise de currículos, entrevistas, dinâmicas e escolha dos candidatos são todos passos importantes da estratégia.
 

Relação Com os Funcionários

 
O fortalecimento da relação empregador-empregado é tão importante quanto os outros itens que citei, como salários, benefícios, segurança, treinamento e desenvolvimento dos funcionários. Não basta selecionar os melhores profissionais e oferecer salários justos e benefícios, é necessário manter um acompanhamento com o intuito de identificar e resolver problemas no local de trabalho, verificar se os líderes estão cumprindo o seu papel, entre outras medidas. Cuidar das pessoas que trabalham na sua empresa é algo que certamente trará um retorno bastante positivo.
 

Diferenças Entre o RH Tradicional e o Estratégico

 
O departamento de recursos humanos tradicional e estratégico se diferem de forma bastante significativa. A gestão estratégica é voltada para o desenvolvimento de planos que se encaixam dentro da estrutura da empresa, enquanto o RH tradicional é, praticamente, de natureza puramente administrativa. Compreender a diferença entre os recursos humanos tradicionais e estratégicos pode ser muito importante para o desenvolvimento de sua pequena empresa.
 
O RH estratégico é visto como um parceiro na equipe de gestão estratégica da organização. Ele trabalha ao lado de altos executivos e outros profissionais de gestão para determinar a melhor forma de encaixar as iniciativas de recursos humanos dentro de todo o planejamento da empresa.
 
Sua empresa tem um departamento de RH? Se sim, é mais voltado para questões administrativas ou estratégicas?