Você sabe o que é a escalabilidade empresarial?

Você sabe o que é a escalabilidade empresarial?

O sonho ou objetivo de todo empreendedor é conseguir o máximo de produtividade de seu negócio e, para isso, é necessário muito trabalho e parcerias poderosas para chegar ao tão sonhado sucesso. Mas e quando o faturamento do mês começa a ficar mais positivo do que você pensava e o trabalho tem atolado totalmente a sua equipe? É hora de subir um degrau, amigo empreendedor, ou melhor, é hora de escalar!
 

O que significa isso?

 
Chama-se escalabilidade a característica de algo que pode escalar, ou seja, mudar de nível, subir de potência, aumentar de tamanho. Esse é um termo técnico que começou a ser utilizado nas áreas de tecnologia da informação para chamar sistemas ou processos que poderiam dar conta de uma demanda extra sem apresentar problemas. Numa linguagem mais simples e direta, a ideia é representar mais desempenho com menos ferramentas. Um “sistema escalável” geralmente é como se chamam equipamentos como roteadores, por exemplo, que conseguem aguentar múltiplos computadores conectados sem deixar de abastecer nenhum deles com a internet.
 

Aplicando nos negócios

 
A escalabilidade é a habilidade de dar conta do recado sem depender de um aumento de ajuda, ou seja, representa eficiência operacional. No caso das empresas, seria conseguir suprir toda a demanda de um novo cliente sem precisar que a equipe aumente. Quando um negócio não possui essa possibilidade de conseguir lidar com novos desafios rapidamente, acaba por ter o risco de ter seu potencial cliente indo para um concorrente que resolva seu problema mais rápido e melhor que você. Fique atento!
 

O que é necessário

 
Para uma empresa se considerar escalonável, ela precisa ser flexível. Em outras palavras, é necessário saber fazer acontecer! Chegou um cliente novo e grande pedindo a demanda xx e seu negócio só suporta a quantidade x. Vale a pena abraçar essa tarefa? Você vai conseguir entregar a mesma qualidade que entregaria se o pedido fosse menor? Essas são as perguntas que você tem que fazer amigo empreendedor, antes de perder um potencial prospect por falta de qualidade ou erros amadores.
 
Uma das características de uma empresa que possui escalabilidade é possuir colaboradores que consigam transitar dentro de suas funções podendo ser realocados a qualquer momento e dar conta das tarefas. Ou então, possuir o contato de freelancers que saibam como a sua empresa funciona e que estejam prontos para colocar a mão na massa, sem perder tempo com apresentações e ambientação.
 

Seu negócio é?

 
O modelo escalonável é muito comum em startups, pois elas já surgem com pretensões muito maiores e, muitas vezes, com uma organização muito mais preparada para esse tipo de rápido crescimento. Porém, cuidado com o erro comum de escalar antes de conseguir render o mínimo. A ideia é criar um product fit, ou seja, um produto que atenda com muita certeza uma demanda latente do seu público.
 
Depois que sua empresa fica conhecida e tem credibilidade, então sim você está pronto para subir e elevar o nível do seu negócio. Muitas vezes, parceiros internacionais e novas filiais; dão o empurrão que seu empreendimento precisava para começar a mudar de estágio. Por isso, avalie muito bem todas as possibilidades de investimentos no início do desenvolvimento do seu produto.
 

Estou pronto!

 
Quando você estiver com mais demanda do que no semestre anterior, mas com uma base de custo fixo estável, você é uma empresa que possui escalabilidade. Pensando o seu negócio como um gráfico, é necessário que a linha da sua despesa, que antes andava junto com seu faturamento, descole uma da outra. Quando a linha dos ganhos ficar crescente e a linha dos gastos ficar estável, sem ter grandes aumentos conforme a demanda, então esse é o sinal de você tem total capacidade de crescer mais e mais.
 
Como mentor de pequenas e médias empresas, eu quero ajudar você empreendedor a entender melhor o seu negócio, pois onde ele se posiciona dentro do mercado ajuda muito no momento de planejar suas próximas ações.
 
Será que agora é a hora de contratar mais colaboradores para a equipe? Será que é o momento de ampliar minha sede? Será que consigo pegar mais esse trabalho com os funcionários que eu tenho hoje e que eles conseguirão cumprir prazos e manter a qualidade? Ou será que eu preciso me estabelecer melhor com a minha clientela, me manter mais focado em mostrar meu produto principal e depois sim desenvolver novas linhas e crescer o negócio?
 
Tudo isso tem que ser pensado com carinho e atenção para que não haja prejuízos ou tomadas de decisão erradas. Você não quer ter contas a pagar sem lucros entrando em seu negócio, não é mesmo? Por isso, entenda qual o momento certo para aplicar todos esses conhecimentos que você está ganhando aqui no blog e prepare-se para fazer sua empresa crescer e conquistar seu espaço e credibilidade no mercado.