Growth Hacking - Como pode ajudar na empresa?

Growth Hacking - Como pode ajudar na empresa?

Um dos conceitos mais utilizados por empresas que desejam ter um crescimento potencializado é o de Growth Marketing, que observa todas as variáveis em busca das melhores oportunidades. Já houve um tempo em que esse conceito era confundido com o de marketing digital, contudo, já se tem a compreensão de que ele engloba mais pontos relevantes do dia a dia de uma companhia.

Growth Hacking e assuntos relacionados você só confere acessando meu canal. Inscreva-se agora!

O Que é Growth Marketing?

Podendo ser chamado também de Growth Hacking, também grafado como GrowthHacking, esse conceito tem uma visão global de todas as operações de uma organização desde o seu departamento financeiro, passando pelo marketing até o setor de recursos humanos. Quando uma companhia deseja acelerar o seu crescimento pode se valer desse conceito para estabelecer quais são as melhores oportunidades.

Estratégias de Growth Hacking

O profissional de Growth Hacking deve utilizar ferramentas, como métricas, estabelecimento de metas e desenvolvimento de processos otimizados, para traçar uma estratégia que seja compatível com as possibilidades e oportunidades de cada negócio. Aliás, o foco principal desse profissional deve ser determinar exatamente quais são os pontos que podem ser aprimorados para a conquista de mais sucesso no mercado.

A melhor maneira de delinear uma estratégia assertiva é fazer testes que permitam chegar a respostas a respeito do que pode ser melhorado a curto, médio e longo prazo. O profissional que decide trabalhar com Growth Marketing deve estar pronto para fazer experiências com uma estrutura bem definida de métricas cujo objetivo central seja o crescimento da companhia.

Ferramenta Para Determinação de Oportunidades – O Funil do Growth Hacking

Os profissionais de marketing costumam usar uma ferramenta chamada de funil para estabelecer a chamada jornada do consumidor, permitindo identificar em que etapa está cada indivíduo e quais são os mecanismos mais assertivos para a conversão do interesse em compra efetivamente. É possível estabelecer um funil de Growth Hacking em que se detecta quais são os pontos fracos da organização, de maneira a remediá-los e, assim, ter um crescimento acentuado.

As Três Camadas do Funil de Growth Hacking

Basicamente, o funil de Growth Marketing tem três camadas: Atrair, Ativar e Reter. Abaixo vou explicar melhor a que se refere cada uma delas:

Atrair

Essa camada é o topo do funil – e assim como acontece com a estrutura do funil de marketing – se refere à atração do público potencialmente interessado numa compra. Embora o público cuja atenção foi cativada nessa etapa seja composto de potenciais consumidores, nem todos irão levar a cabo a realização da compra.

Para tornar mais claro o processo do funil, vou usar como exemplo uma empresa que está buscando aumentar o seu número de consumidores através da internet. Nessa etapa é necessário criar um site ou blog que tenha conteúdo considerado útil para as pessoas cuja atenção se deseja atrair. Isso pode ser feito com conteúdo de qualidade e usando técnicas de SEO.

Ativar

O público já foi atraído na camada anterior do funil, mas agora precisa ser ativado, isto é, realizar alguma ação simbólica que permita dar início à construção de um relacionamento com a companhia. Seguindo no exemplo do tópico anterior, essa é a etapa em que a companhia precisa fazer com que haja alguma interação do seu público.

Essa interação pode ser o preenchimento de um formulário simples de dados para baixar um conteúdo, a assinatura do newsletter ou, mesmo, a criação de uma conta de acesso na página. Trata-se da criação de um vínculo que permitirá novas interações no futuro.

Reter

Os dois passos anteriores serviram para selecionar dentro de um público diverso as pessoas que têm interesse real em se tornarem consumidoras da sua companhia. Nessa etapa de retenção o profissional de Growth Hacking, deve-se considerar quais são as ações que terão impacto positivo de acordo com os problemas enfrentados pelo negócio.

Por exemplo, uma empresa que trabalha com a oferta de assinatura de serviços e recebe muitos cancelamentos mensais, deve pensar a retenção como uma forma de aprimorar os seus serviços, evitando os cancelamentos. Já uma loja virtual deve ter como foco a fidelização que se converte em diversas compras.

Cada companhia terá objetivos diferentes nessa etapa, mas é essencial compreender quais são eles antes de dar início à realização de campanhas de marketing, abertura de serviço de suporte, descontos progressivos, entre outras ações.

Inovação

As estratégias de Growth Hacking devem ter relevantes pontos de inovação para que sejam efetivas. Elas devem buscar formas criativas de fazer com que o público queira permanecer comprando de determinada organização. O segredo do sucesso de um negócio a partir desse conceito está em vislumbrar soluções diferenciadas que, talvez, passassem despercebidas num outro contexto e que sejam passíveis de ser aplicadas com a estrutura que a empresa possui no momento.

Gostou do artigo? Então compartilhe com os seus amigos que também podem se interessar em conhecer o conceito de Growth Hacking!

Os melhores artigos sobre como melhorar seu negócio você confere acessando meu canal. Inscreva-se agora!