A inteligência artificial já é realidade nas empresas dentro de várias estratégias. Confira!

A inteligência artificial já é realidade nas empresas dentro de várias estratégias. Confira!

Já faz tempo que o cinema conta histórias em que a inteligência artificial é um dos personagens principais, como nos filmes “Her”, “2001: Uma Odisseia no Espaço”, “O Homem Bicentenário”, entre tantos outros. No entanto, o recurso de máquinas que “pensam” já está disponível na vida real. Esse é o momento de falar sobre esse conceito e começar a estudar meios de emprega-lo nos processos da sua empresa.

O Que é Inteligência Artificial?

Um exemplo prático de inteligência artificial presente no dia a dia de quase todas as pessoas do planeta é o corretor do smartphone. Já percebeu que basta você começar a digitar uma mensagem para que o recurso dê opções para as palavras seguintes acertando em cheio em muitos casos? Essa capacidade se deve a algoritmos que permitem ao equipamento memorizar frases já digitadas criando uma espécie de “pensamento”.

O termo inteligência artificial foi criado em 1956 pelo cientista estadunidense John McCarthy para definir os estudos e desenvolvimentos que permitissem a máquinas funcionarem seguindo a lógica do pensamento humano. Há dois conceitos principais sendo trabalhados nessa área tecnológica: Machine Learning e Linguagem Natural. Vou explicar melhor abaixo.

Machine Learning (Aprendizado da Máquina)

Consiste no desenvolvimento de algoritmos que permitam às máquinas desenvolverem melhorias contínuas de acordo com as suas interações com o usuário. Novamente retomo o exemplo do corretor do smartphone, que vai armazenando novas combinações de palavras de acordo com o tempo de uso.

Linguagem Natural

Esse conceito se refere à capacidade que a máquina possui de ler, entender e “falar” as línguas dos seres humanos. Quem já conversou com a “moça do Google” ou com a Siri já teve uma experiência de linguagem natural.

Aplicações de Inteligência Artificial nos Processos de Empresas

Depois de ter explicado o conceito de inteligência artificial, vou listar algumas das possíveis aplicações dela nos processos do dia a dia organizacional. Observe que a adaptação a esse sistema pode representar a diferença entre se manter no mercado e ser deixado para trás pelos concorrentes.

Chatbots Para Agilizar a Solução de Demandas

Uma das estrelas da inteligência artificial, os chatbots são sistemas capazes de desenvolver uma conversa em linguagem natural, fazendo conexões entre o que está sendo escrito – mesmo quando há erros ortográficos – e os dados armazenados no sistema central da companhia. Essas ferramentas são capazes ainda de entender as solicitações dos consumidores que usam o chat do site e encaminhá-las para os colaboradores que podem resolvê-las.

Ferramentas Que Falam Com as Pessoas

O uso de ferramentas de inteligência artificial que têm a capacidade de entender a linguagem do ser humano está crescendo significativamente. O principal exemplo é o Watson da IBM, que no setor bancário é utilizado pelo Bradesco para o atendimento digital de clientes, treinamento de funcionários e, até mesmo, para o setor de gestão de fortunas.

A ferramenta está sendo utilizada, também, no setor de saúde para dar suporte a médicos com a leitura e interpretação de artigos científicos. Esse sistema possui Machine Learning, isto é, aprende com a experiência de uso acumulando novos recursos com o passar do tempo.

Robôs Que Fazem Compras

Cada vez mais vem se difundindo o uso de ferramentas de inteligência artificial capazes de realizar tarefas humanas como fazer compras. Nos Estados Unidos, empresas como Walmart já possuem esse recurso disponível para seus consumidores por meio de integração com o Google Home. A ferramenta é capaz de memorizar as preferências de compra do consumidor, de maneira que ele não precisa definir qual marca deseja, basta que diga “Google, compre um arroz”.

Assistentes Virtuais Para Organizar o Dia a Dia

Os assistentes virtuais já são uma realidade, permitindo organizar com assertividade a rotina, consultar tempo de deslocamento entre um ponto e outro e, até mesmo, fazer consultas para saber qual é o próximo compromisso da agenda. Exemplos cotidianos são a Alexa da Amazon, a Cortana da Microsoft e o Google Home. Um estudo determinou que 30% das pesquisas serão realizadas por voz até o ano de 2020.

Análise de Dados Para Tornar Processos Mais Rápidos

Encontrar um banco que ofereça crédito para a compra daquele imóvel dos sonhos parece uma tarefa complicada e que irá levar bastante tempo? Saiba que não precisa mais ser assim, já existem ferramentas capazes de analisar os dados do perfil de interessados em financiamentos encontrando as instituições mais alinhadas com as suas condições.

Assim, não é mais necessário passar por inúmeros bancos em busca de crédito sendo frustrado com o pedido negado. É melhor ir direto onde se tem maiores chances de ter o pedido aprovado. Uma das companhias que vem utilizando esse tipo de ferramenta é a Cyrela, que já perdeu muitos clientes interessados em comprar imóveis pela demora de aprovação de crédito.

A inteligência artificial não é um recurso do futuro, ele já está presente e sendo cada vez mais relevante para organizações de diferentes setores. Qual a sua opinião sobre essas ferramentas? Deixe seu comentário!

Copyright: 678583375 – https://www.shutterstock.com/pt/g/peshkova